Chegam a festas de fim de ano e a hora de fazer uma reflexão de como vivemos o ano que passou. Um novo ano sempre nos entusiasma, pois imaginamos que deve trazer novas possibilidades e projetamos nele nossos melhores anseios de uma vida melhor.

Olhando o caminho percorrido descobrimos que a vida está cheia de acertos e fracassos. Quantas coisas que vivemos, atitudes que tomamos, hoje faríamos diferente?

Vivendo e aprendendo, diz o poeta. Sim, a vida é uma aprendizagem contínua e, se tivermos uma atitude aberta, sem dúvida é a melhor escola para aprender. Aprender o verdadeiro valor de uma amizade, por exemplo.

Aprender a importância da família e da união familiar que todos juntos construímos. Aprender sobre os valores interiores que sustentam a vida. Aprender a aprender que está em nossas mãos a possibilidade de qualquer mudança desde nosso nível de consciência.

"Desde que nascemos até nossa morte aprendemos, e isso é o que dá sentido à existência." Como seres humanos, trilhamos o caminho da vida num processo de desenvolvimento contínuo. Desde que nascemos até nossa morte aprendemos, e isso é o que dá sentido à existência. Aprender é caminhar. Está em cada um de nós a possibilidade de viver aprendendo.

Quantas vezes repetimos experiências por não ter aprendido? Sair dos esquemas feitos, dos parâmetros impostos, dos atos repetitivos é a possibilidade de mudança e crescimento interior.

Todos procuramos uma vida melhor, mas a vida não é melhor por possuir mais coisas, é melhor quando desenvolvemos um estado de consciência que nos permita saber qual o sentido de nossa vida e encontrar os meios para vivê-lo. Não desprezemos o meio no qual vivemos, é nele que podemos realizar-nos como seres humanos. É nele que podemos contribuir para o crescimento dos demais, dando o melhor de nós, sendo produtivos e amando a vida em cada instante como ela se apresenta.

Pensemos nas crianças e no mundo que lhes deixamos. Respeito à natureza, ao esforço humano, à criatividade de cada um, às leis do país onde vivemos, são meios para criar um mundo melhor, mais harmônico e feliz.

Um feliz Natal e um Ano Novo repleto de possibilidades, de crescimento e Amor entre os homens.

Mercedes Sánchez
Educadora de longa trajetória na educação brasileira, com a constante preocupação de procurar meios que possibilitem o desenvolvimento do ser humano.

• Publicado na Revista Usina da Cultura - número 31 - Dezembro de 2015 

A arte é uma atividade dinâmica e integradora, com um papel fundamental na educação. O desenho, a pintura, a música, o teatro..., conformam um processo complexo no qual a criança reúne diversos elementos de sua experiência para realizar uma nova ação, com um novo significado. Nesse processo de selecionar, interpretar e reformar esses elementos, a criança nos oferece algo mais que um desenho, uma música ou uma escultura, nos proporciona uma parte de si mesmo: como pensa, como sente, como vê.

Se bem que existem passos definidos no processo criador, e evidente que a criança cria com qualquer grau de conhecimento que possua nesse momento. A ação mesma de criação pode lhe proporcionar novos enfoques e conhecimentos para desenvolver uma ação no futuro, pois provavelmente a melhor preparação para criar, seja a criação em si.

Para as crianças, a arte é, fundamentalmente, um meio de expressar-se. As crianças são seres dinâmicos e para elas a arte é uma linguagem do pensamento. Elas expressam seus pensamentos, seus sentimentos e seus interesses nos desenhos que realizam e demostram o conhecimento que possuem do ambiente, por meio da expressão criadora.

“É papel da escola estabelecer os vínculos entre os conhecimentos escolares sobre a arte e os modos de produção e aplicação desses conhecimentos na sociedade. Por isso um ensino e aprendizagem de arte que se processe criadoramente poderá contribuir para que conhecer, seja também, maravilhar-se, divertir-se, brincar com o desconhecido, arriscar hipóteses ousadas, trabalhar muito, esforçar-se e alegrar-se com descobertas. Porque o aluno desfruta na sua própria vida as aprendizagens que realiza.” (PCN,Arte, p31).

Arte na escola:

Teatro:
Como tema transversal, dá o suporte que a escola precisa para afiançar conhecimentos, pois através da vivência lúdica o aluno se apropria dos conteúdos estudados.
“O teatro, com a poética de seu texto, com sua corporalidade, com a sintaxe das vozes, com a estética do espetáculo cênico, com a semântica das músicas e com seu fluxo de tempo semelhante ao tempo vivido é intensa oficina de vida.” (Ruth Salles).

Desenho , escultura, modelagem:
Um artista de qualquer idade, manipula, modifica o material artístico e consegue um produto que é sua própria expressão.

Estimular a criança, tanto no lar quanto na escola, no desenvolvimento das competências artísticas é uma grande responsabilidade de professores e pais, se quisermos possibilitar o crescimento de seres livres, criativos e responsáveis de suas próprias possibilidades como ser humano.


Mercedes Sánchez
educadora de longa trajetória na educação brasileira, com a constante preocupação de procurar meios que possibilitem o desenvolvimento do ser humano.

 • Publicado na Revista Usina da Cultura - número 08 - Dezembro de 2013.

Deixe seu comentário

SERRA GAÚCHA - LUGARES PARA CONHECER

view_module reorder

Passeando em família pelo Itaimbezinho e Fortaleza - por Valéria de Moraes

Localizados nas proximidades do município de Cambará do Sul, na divisa entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina...

Cachoeira do Nassucar - Cambará do Sul/RS

Localização: Vale do Rio Santana, a 24 km do centro de Cambará do Sul. No Vale do Rio Santana, ao norte...

Cachoeira do Tio França - Cambará do Sul/RS

Localizada a 3 Km da cidade de Cambará do Sul, é onde o arroio Campo Bom despenca para formar uma...

Cânion Churriado - Parque Nacional da Serra Geral

Localização: Parque Nacional da Serra Geral, o cânion está a 23 quilômetros de Cambará do Sul, RS. Localizado a 23 Km de...

Lajeado das Margaridas - Cambará do Sul/RS

Localização: 12 km do centro de Cambará do Sul O Lajeado das Margaridas está localizado a 12Km do centro de Cambará do...