A importância da Educação Física na Educação Infantil - por Amanda Pessôa

A importância da Educação Física na Educação Infantil - por Amanda Pessôa

“Lutei para escapar da infância o mais cedo possível. E assim que consegui, voltei correndo pra ela.” - Orson Welles

Ah! Já observaram uma criança brincando? Ela entra no mundo da imaginação, liberta seu corpo e deixa se envolver por movimentos tão leves e soltos com tamanha perfeição que é lindo de se ver. 

Esse é o papel da Educação Física na Educação Infantil, permitir a criança que ela brinque e através do brincar aprenda lições importantes para a vida. A brincadeira as leva, de maneira muito gostosa, a se envolver consigo mesmas e com os seus semelhantes, criando um caráter generoso e solidário, mas também competitivo e guerreiro, preparando-as para encarar lá na frente os desafios e obstáculos da vida. 

Aquelas brincadeiras que parecem um desastre e deixam as mães de “cabelos em pé” como: rolar na grama, brincar na areia e ficar todo sujo, fazer bolhas de sabão, correr sem rumo e pular barreiras são as que mais vão trazer benefícios a essas crianças. O desenvolvimento motor agradece! Quanto maior for seu repertório de movimentos nessa fase da vida, mais terá coordenação e consciência do seu corpo futuramente. 

Essas vivências e experiências com o corpo possibilitam que a criança descubra seu limite, valorize seu próprio corpo, compreenda suas possibilidades e perceba a origem de cada movimento.



A escola infantil é um lugar de descobertas e de ampliação das experiências, a Educação Física nesse ambiente possibilita uma variedade de vivencias que aprimoram esse desenvolvimento. Nenhuma criança se cansa de brincar por isso é o meio mais importante para o enriquecimento de saberes tanto motores quanto cognitivos.

É preciso resgatar essas vivências, oportunizando as crianças atividades físicas prazerosas e com muito movimento, pois, é brincando as crianças constroem seu próprio mundo. O movimento não se relaciona ao desenvolvimento apenas do corpo. As atividades de pensar, a resolução de problemas, a criatividade, a criticidade e outras habilidades importantes para a vida da criança são intrínsecas às atividades de Educação Física.

Durante a prática lúdica, a criança exercita suas capacidades de relacionamento, aprende a ganhar, a perder, opor-se, expressar suas vontades e desejos, negociar, pedir, recusar, compreende que não é um ser único e que precisa viver em grupo respeitando regras e opiniões contrárias; enfim, adquire afeição. 

Brincando, educa sua sensibilidade para apreciar seus esforços e tentativas, o prazer que atinge quando consegue finalizar uma tarefa (montar um quebra-cabeça ou pegar o colega) faz com que se sinta realizada por atingir uma meta, levando-a a auto-estima. A brincadeira desafia a criança e a leva a tingir níveis de realização acima daquilo que ela pode conseguir normalmente.

PERMITA O MOVIMENTO DA CRIANÇA, ESTIMULE A FANTASIAR, VOLTE A SER CRIANÇA COM ELA, BRINQUE... E DEIXE O CELULAR PARA DEPOIS!

Amanda Pessôa, graduada em Educação Física pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos

 

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Patrocinadores da cultura