Pão Pita - Passo a passo com imagens

Pão Pita - Passo a passo com imagens

O pão pita, ou pão sírio, é um pão achatado de origem árabe, introduzido no Brasil pela colônia sírio-libanesa. É servido normalmente com os mezzes, conjunto de iguarias, ou como base para fazer sanduíches. Ele  é feito com uma massa levedada que se assa na frigideira.

Ingredientes: 

500 g de farinha
1 saquinho de fermento biológico seco (11 g)
1 colher (de café) rasa de sal 
1colher (de café) rasa de açúcar
300 ml de água morna

Modo de preparo:

Numa tigela, misturar a farinha, o sal e o açúcar. Fazer um poço, acrescentar o fermento e a metade da água. Trabalhar a massa com a mão ou no processador de massa, acrescentando a água pouco a pouco. A massa deve ficar lisa e não colar mais nas paredes da tigela (ou do processador). Deixar a massa dobrar de volume na tigela, coberta com um pano, de preferência num ambiente quente. Cortá-la em 8 partes iguais. 

Abrir cada pedaço em um círculo de 15 cm. Coloque o primeiro círculo em um pano, cubra com papel manteiga e continue empilhando os círculos à medida que for abrindo (separando sempre com papel). Recobrir com um pano e deixar descansar por 15 minutos.

Aquecer uma frigideira de fundo grosso em fogo alto, sem untar. Colocar o primeiro círculo de massa. Ele vai inchar. Revirar o pão depois de 2 minutos, ele deve estar dourado. Deixar assar o outro lado até que ele fique igualmente dourado (2 min).

Colocar os pães sobre uma grelha à medida que ficarem assados e recobrir com um pano.

Saborear ainda mornos como acompanhamento de mezzes ou como base para sanduíches. Se você não os comer em seguida, conserve-os num pano e aqueça-os numa torradeira.

Rendimento: 8 pães

Receita: receitas-sem-fronteiras.com 

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

O conselho do pássaro - por Ilan Brenman

Um sábio muçulmano e um velho rabino sabiam que as narrativas podiam iluminar o caminho daqueles que buscavam um entendimento...

Dicas de pronúncia - por Aline Aguiar

GratuitoPronuncia-se (gratúito) ou (gratuíto)? O correto é pronunciar (gra-túi-to), com o acento tônico no “u”, assim como circuito, muito, intuito... ...

Trabalhando a Timidez na Escola - por Thainá Rocha

"A ajuda do professor é fundamental para que essas crianças aprendam a lidar com a timidez." No post anterior, escrevi...

Rincão Poético: Usina da cultura, fábrica de sonhos - por Valdecir Minuscoli

Usina da cultura Fabrica de sonhos Páginas de aventuras Viagem ao centro da alma Buscando conhecimento Mistura entretenimento Com um...

Dar valor à força da palavra é um processo consciente - por Mercedes Sanchez

Uma vez ouvi dizer: “A palavra é prata e o silêncio é ouro” Pensar antes de falar evitaria muito mal-estar, em...

Crise e Oportunidade - por Valmira Fernandes

Os chineses usam a mesma palavra para as duas coisas. Para dizer que sempre que surge uma crise, as oportunidades...

Verde-maduro - por Maria do Carmo Ferreira

Verde-maduro- Deu. Muita.Era o que queríamos. Da negociação insistente vinha a autorização comemorada. Num segundo a turma estava pronta. Quando...

Uma velhice saudável exige boas memórias - por Rita Frezza Maganini

  É importante perceber que para se viver bem, mais e melhor, é necessário encarar a depressão. Cultivar momentos positivos e contar...

A pior solidão está no sentimento de inferioridade - por Daniel Grandinetti

As redes sociais imitam a vida. Assim como nas redes sociais as pessoas estão preocupadas em passar a imagem de...

Alimentação adequada e saudável - por Celina Valderez

"Alimentar-se não é apenas “engolir nutrientes”. É um conjunto de práticas que envolvem a escolha dos alimentos,  como eles  são...

Patrocinadores da cultura