Não esqueça que irmãs e mães também são mulheres – por Adriano Villa

Não esqueça que irmãs e mães também são mulheres – por Adriano Villa

Sinceramente, acho que essa perseguição com o sexo feminino começou lá em Gêneses. Deus não se deu por satisfeito ao ter criado tudo ao seu redor. Ele sentia em seu grandioso coração que algo essencial faltava para finalmente poder descansar. Provavelmente foi nesse momento que olhou para o homem e viu que, peladão daquele jeito e com as coisas indicando seis e meia, era necessário criar algo belo para ser contemplado. Para todo sempre, Amém.

Como não havia – até aquele momento pelo menos – maldade no paraíso, Adão nem pensou em arrastar aquela beldade da natureza para o mato, mesmo parecendo que estava pedindo por estar completamente nua. Adão não reparou nesse detalhe e, como um verdadeiro gentleman simplesmente a convidou para dar umas voltas pelo lugar que tinham como lar.

Mas, eis que alguém colocou os olhos sobre as belas e encantadoras curvas de Eva e percebeu que poderia ser de grande valia para frustrar todos os planos de Deus. A serpente chegou sorrateira e tentou Eva a comer do fruto proibido. Ela acabou caindo na conversa e na primeira mordida percebeu que tinha que arrastar Adão para aquela roubada, caso contrário, as coisas poderiam ficar bem terríveis para seu lado. Deste ponto em diante, acredito que todos conheçam os fatos que se seguiram. Eva e Adão (rs) foram expulsos e etc...

Algumas pessoas acham que Deus poderia ter relevado a situação, mas entendo seu ponto de vista. Para Ele, Eva era sinônimo de perfeição. Sabe por quê? Por que a mulher pode dar à luz, ou seja, são responsáveis pela perpetuação da espécie, se quisessem, poderiam fechar as pernas e o mundo se tornaria vazio com o passar dos anos, quer dizer, se pudessem fechar as pernas, é claro. Hoje em dia, uma grande parte da massa masculina acredita que as pernas devem estar sempre abertas e a disposição, caso contrário, não há nada de errado em abri-las à força. Alguns ainda se justificam dizendo que foram elas que provocaram com suas roupas, curvas, olhares e todo aquele jeito feminino que é capaz de nos enlouquecer. Olha que absurdo!



Tão absurdo quanto o resultado da pesquisa solicitada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), que constatou que um a cada três brasileiros dizem que os estupros são culpa da mulher por usarem roupas provocativas... Lembrei dos antigos desenhos inspirados na Pré-história em que o homem dava uma pancada na mulher para torna-la sua. Gente, isso é apenas um desenho, uma especulação, homens pós-ditadura militar não podem ter pensamentos tão retrógados assim! Nenhuma mulher deve ser tomada a força, mesmo que esteja andando pelada na rua como algumas que fizeram carreiras usando essa jogando de marketing.

Essas pessoas que concordam que as mulheres são culpadas por serem estupradas, nasceram de chocadeira. Essa é a única razão do fato de esquecerem que tem irmãs, primas, tias, avós e mães. Uma pergunta: você ia curtir caso sua irmã fosse estuprada por causa de uma calça Legging ou qualquer outra peça de roupa? E não me venha com a história de que sua irmã é comportada, pois o único interesse do tarado é tirar as roupas. Se um desses malucos se enfezarem com determinada mulher, ela pode ser uma freira que não escapará ao crivo do desejo animal.

As mulheres não são como rosas abandonadas em terrenos baldios que podem ser roubadas sem permissão e muito menos descartadas como se fossem camisinhas usadas. As coisas não funcionam dessa maneira, quando a mulher veste uma roupa curta não quer dizer que está pedindo para ser estuprada, talvez, olhada e apreciada, mas nunca tomada com violência. As mulheres nasceram para sensualizarem, para tornarem o mundo mais belo, significativo e mais emocionante. E não mais absurdo do que já é.

A vida da mulher já é bem complicada para ficarem colocando mais responsabilidades em suas costas. Ou você acha que é fácil ter que conviver com um ciclo menstrual e com cólicas que faria qualquer homem pedir uma dose de morfina? Ou, acha fácil sair para trabalhar para ajudar no orçamento do lar e ainda ter que manter tudo limpo, isso sem mencionar no cuidado com os filhos e ainda, estar sempre disposta para o sexo, caso contrário, pode até levar chifre? Sério que além de tudo isso, ainda quer dizer o que devem e o que não devem usar? Só por causa da prepotência masculina de alguns desajustados que não conseguem ter uma mulher de maneiras apropriadas?

Gente, que mundo é esse que as roupas são justificativas para um ato tão grotesco contra a encantadora natureza feminina? Será que todas as mulheres do planeta deveriam adotar a Burca para não correrem esse risco? Será que um dia culparão as grifes de moda por apoiar o estupro por causa dos modelitos que deixam tudo à mostra? Ou será que culparão à Deus por ter criado a mulher com tanta beleza e tantas curvas? Daqui a pouco é o que vão dizer por aí.

Adriano Villa 
Escritor, cronista & poeta
Vive em São Paulo

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

Por mais terras que percorra - por Rosana Martins

Aos setenta anos de idade ele chorava. Sentado, na sala, em frente a TV. Era oito de maio, dia da...

Queremos realmente uma língua mais simples? - por Sérgio Marino

Tenho ouvido muitas vezes que a nossa língua, o português, é uma das línguas mais “difíceis” do mundo e que o inglês...

Bolinhas de papel - por Rosana Martins

Vinícius é um menino de onze anos. Sentado em uma classe do terceiro ano de uma escola pública. Entediado, passa...

Como encontrar o equilíbrio interior? - por Mercedes Sanchez

Estamos num mundo dividido, onde o homem perdeu seu centro, como a folha solta levada pelo vento. É como se...

Valorização das espécies nativas - por Roger França

As plantas nativas, encontradas normalmente na natureza - bosques e capões, além de serem muito bonitas, tem um grande valor...

Do mercado de luxo à cultura Hipster: Breve Roteiro Fashion em Düsseldorf

Destino certo para os amantes da moda, o coração da charmosa metrópole alemã pulsa arte, conceitos e tendências Elegante e criativa...

Livro - Vingança Mortal

Ao receber uma ligação sobre a morte de sua melhor amiga, Brenda volta a sua cidade natal, Lageado Grande. Lá...

02 de Dezembro - I Encontro da Rede SEIVA

O evento, contará com a presença de renomados autores e profissionais da área da educação ambiental, como o Pós Dr...

Renovação e rotina - por Mercedes Sanchez

Renovação... a palavra mais almejada no começo de um novo ano. Como por arte de magia, colocamos nossa vida na balança...

Sobre a responsabilidade ante o pensamento - por Lucas Rodrigues

“Um asno pode ser trágico? – Pode-se perecer sob uma carga que não se pode carregar nem lançar por terra?...

Patrocinadores da cultura