A temida cinomose - por Caroline Souza

A temida cinomose - por Caroline Souza

Todos nós que mantemos contato, cuidamos e veneramos tanto os bichinhos de estimação sentimos aquele arrepio quando ouvimos falar na cinomose.

Infelizmente ela existe, e sua taxa de mortalidade tem se elevado com bastante rapidez. Por esse motivo, é necessário conhecer essa doença bem como seus sintomas para que possamos identifica-las e levar nosso cão o mais rápido possível ao médico veterinário. Quanto mais cedo se procura o auxílio, maiores são as chances de cura.

A cinomose é considerada uma das afecções mais perigosas para espécie canina, por se tratar de um doença sistêmica ou seja , que pode atingir vários sistemas do organismo. 

Ela pode se manifestar em cinco fases, que não necessariamente possuem ordem para ocorrer, podendo ser um processo demorado para se perceber a presença dos sintomas.

  • Oftálmica: secreção nos olhos e conjuntivite severa.
  • Respiratória: secreção nasal, tosse e pneumonia.
  • Tegumentar (pele): o cão apresenta pústulas abdominais, ressecamento dos coxins ( pele debaixo da pata).
  • Digestiva: vômito, diarreia e anorexia ( falta de apetite)
  • Neurológica: tremores musculares, incoordenação motora e convulsões.

O tratamento deve ser de suporte e sintomática, visando melhorar a resistência do animal, na medida em que as infecções secundárias vão ocorrendo o médico veterinário irá determinando os tipos de fármacos a serem utilizados.

A única maneira de tentar prevenir que a doença acometa o seu cão é realizando a vacina ( que previne não somente a cinomose, mas também outras doenças) três doses inicias, e posteriormente os reforços anuais.

ATENÇÃO: As vacinas somente possuem porcentagem de eficácia e prevenção quando aplicadas no tempo certo e de forma correta. As vacinas ‘’éticas’’ comercializadas e aplicadas somente por médicos veterinários são as mais indicadas devida seu alto teor de proteção.

Caso perceba alguns dos sintomas acima em seu cão, leve-o imediatamente a um médico veterinário de sua confiança para que exames específicos sejam realizados e a doença diagnosticada.

A cinomose  É ALTAMENTE CONTAGIOSA, os animais acometidos devem ficar isolados enquanto realizam o tratamento, evitando assim sua disseminação.

Mantenha a carteirinha de vacinação do seu pet em dia, protegendo desta e de muitas outras afecções.  

Os animais que vivem na rua, não possuem vacinas e estão muito mais suscetíveis ao vírus devido a sua baixa imunidade por falta de alimentação adequada diária, exposição a temperaturas severas e contato com vários animais, por isso, apadrinhe um animal de rua, vacinando, alimentando, protegendo do frio e do calor.

Fazer o bem sem olhar a quem é o ato de amor mais digno que se pode ter. 

APADRINHE

Caroline Borges de Souza
Professora, estudante de pedagogia, realizou curso de assistente veterinária , amante dos animais e voluntária na ONG Amigos de Rua, mora em São Francisco de Paula.

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

Plantas Medicinais – uma farmácia a céu aberto, e pode estar em nosso quintal! - por Telmo Focht

Na edição passada, comentamos sobre plantas tóxicas. Vamos aproveitar a carona no tema saúde e comentar agora sobre algumas plantas...

Visual com Arte: Maru em retrato - por Taísa dos Santos Porto

Artista: Taísa dos Santos Porto Desenho: Maru em retrato Técnica utilizada: desenho e pintura à mão livre, digital, com uso de mesa...

O problema do lixo nas cidades - por Maria Helena Costa Fernandes

Lixo é todo e qualquer resíduo produzido pelo ser humano. A presença de lixo contribui  para a poluição visual, do...

Ser águia - Fabrício Safadi

Em nosso nascedouro - este momento irrecuperável e inatingível em sua totalidade -, já devíamos saber que, apesar dos pesares...

Arco-Jesus-Íris - por JackMichel

Na colorida época do Flower Power Satanás decide visitar o arco-íris psicodélico de Jesus Cristo e, lá chegando, o louro...

Domingo - por Laerte da Silva Dorneles

O marido, sentado na poltrona, e os filhos no sofá, assistindo ao jogo. Ela na cozinha terminando de lavar a...

No coração da Serra Gaúcha

Os fotógrafos gaúchos Ita Kirsch e Bala Blauth, especializados em documentação da natureza e do meio ambiente, registram, nesta obra...

Três Coroas

Três Coroas é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul. Localiza-se no na Mesorregião Metropolitana de Porto Alegre e na Microrregião de Gramado-Canela, mais precisamente no Vale do...

Vamos dialogar? - por Mercedes Sanchez

O diálogo é uma das melhores ferramentas para estabelecer uma relação harmônica e equilibrada com os que nos rodeiam. Todos dialogamos...

Lixaço - por Rafael Sanches Souza

Um dos conceitos que mais me marcou quando li 1984, do George Orwell, foi o do uso da guerra, que...

Patrocinadores da cultura