Lago São Bernardo: local de lazer, turismo e práticas corporais - por Rodrigo Koch

Lago São Bernardo: local de lazer, turismo e práticas corporais - por Rodrigo Koch

O Lago São Bernardo é o principal “cartão postal” da cidade de São Francisco de Pau- la e, por este motivo atrai centenas de turistas todos os meses. Também é um dos locais pre- feridos pelos habitantes do município para o lazer, com o tradicional chimarrão no início da manhã ou no final de tarde, e o principal ponto de encontro dos amigos. Mas o Lago São Bernardo também apresenta outros aspectos que envolvem atividades físicas e esportivas que merecem destaque.

Em recente estudo realizado pela linha de pesquisa Estudos Olímpicos em Práticas Corporais e Meio Ambiente, vinculada à Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs) cou comprovado que este espaço – rodeado de belezas naturais – é utilizado para práticas corporais. As práticas corporais são entendidas como manifestações da cultura corporal de cada indivíduo e/ou grupo, ainda que estas possam, inclusive, produzir – simultaneamente e paralelamente – hábitos considerados não saudáveis como fumar ou ingerir bebidas alcoólicas. Como exemplo, podemos citar a “pelada” de fim semana, habitualmente, acompanhada de carne gorda e cerveja. As práticas corporais contrapõem a ideia limitadora de simples atividades físicas. Também se exclui a tentativa de definir prática corporal como esporte. O esporte é algo normatizado, com regras, e quase sempre competitivo, portanto, também é uma prática corporal, mas nem toda prática corporal pode ser considerada esporte. As práticas corporais se aproximam muito mais do lazer.



Em uma pesquisa realizada durante o ano de 2012 e que podemos observar á direita da imagem, um dado relevante é que todas as mulheres (100%) que realizam alguma prática corporal no lago praticam a caminhada. No entanto não é somente esta atividade que o público feminino pratica no entorno do local. Também foram apontadas pelas entrevista- das e observadas outras práticas corporais como corrida, ciclismo, futebol e vôlei entre as mulheres. Entre os homens, a caminhada também é a prática corporal preferida, com 68% daqueles que frequentam o lago se apropriando dela. Outras atividades que apareceram para o sexo masculino foram ciclismo, corrida, vôlei, futebol, alongamento e slackline. Nas observações empíricas, foi possível identificar ainda cavalgada, skate, canoagem, futevôlei, patinete e patins. A pesca e o banho, apesar de proibidos no local, também foram registra- dos em algumas visitas ao Lago São Bernardo.

No que tange a conservação do local onde ocorrem estas práticas corporais, nas observações que realizamos, além de conversas informais após a aplicação dos questionários, notamos que a maioria das pessoas tem a pre- ocupação e está consciente quanto à necessidade de preservação da área. Há a predisposição dos praticantes de atividades físicas, turistas e cidadãos em manter o local limpo e intacto, e de manter ações que permitam a manutenção do Lago São Bernardo. Portanto, podemos concluir que o Lago São Bernardo essencialmente é um local para a realização de práticas corporais e estas muitas vezes também são consideradas pelos frequentadores como atividades de lazer, pois em grande parte das oportunidades – por exemplo – as caminhadas são seguidas de rodas de chimarrão ou pela simples contemplação do local. 

Rodrigo Koch, jornalista, graduado em Educação Física, pós- graduado em Administração e Marketing Esportivo, mestre em Estudos Culturais. Atualmente é professor da UERGS. 

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

Cataratas do Iguaçú

Texto:Duas amigas.Fotos: Martin St-Amant As Cataratas são uma sucessão de 275 saltos em forma de ferradura que brotam do rio Iguaçu...

Flashes in my brain - por Cássio Schaefer

O mundo continua rugindo em trovões  A neblina cumpre seu papel As gargalhadas dos pássaros na estremeção do céu Uma...

Novos voos - por Nathan Camilo

Será que vale a pena? pensou. Estava às voltas com a possibilidade de alçar novos voos. Tinha muita vontade de...

Visita pelo mundo Maia - por Daniel Slomp

Ao pensarmos no México logo vem à mente tequila, sombreros, fiestas coloridas, Chaves & Chapolin e desertos áridos, contudo se...

Nova Petrópolis

No início do Século XIX, a região sul era um problema de segurança e infra estrutura para o governo central brasileiro recém liberto...

Leitura - por Aline Aguiar

O hábito da leitura melhora o vocabulário, a escrita, a memória e desenvolve o raciocínio. Além de ser um caminho...

Em vez de x Ao invés de - por Aline Aguiar

Em vez de x Ao invés de  “Em vez de” pode ser substituído por “no lugar de”. Exemplo: Em vez de viajar...

Rincão Poético: Noite de Frio - por Antônio Moacir Oliveira

É noite de inverno E a neve acumulando Eu ouço um gemido É o bugio que tá roncando Eu ouço...

Dar valor à força da palavra é um processo consciente - por Mercedes Sanchez

Uma vez ouvi dizer: “A palavra é prata e o silêncio é ouro” Pensar antes de falar evitaria muito mal-estar, em...

A mulher negra na história - por Ângela Nascimento

No mês de março comemora-se o Dia Internacional da Mulher, elas recebem abraços, flores e presentes de quem as admiram...

Patrocinadores da cultura