Sabia que...

Sabia que...

... O sono em excesso pode ser considerado uma doença? O nome desse problema é narcolepsia, uma doença pouco conhecida e que apresenta um diagnóstico complicado. Seu principal sintoma é a moleza do corpo durante o dia. Em muitos casos, a doença costuma ser confundida com preguiça.

Sinais
Já que o principal indicativo da narcolepsia costuma ser confundido com preguiça, é importante ficar de olho em outros sintomas. Um deles é a cataplexia, presente em aproximadamente 60% dos casos.
“Trata-se de uma perda de tônus muscular geralmente bilateral e súbita, que pode causar a queda do paciente”. A moleza no corpo, cuja duração é de até cinco minutos, costuma ocorrer após fortes emoções, como rir ou tomar um susto.
A cataplexia é decorrente de uma característica importante da doença: a entrada brusca na fase REM do sono. Para se ter ideia, quem não tem narcolepsia em geral só atinge essa etapa depois de passar uma hora e meia dormindo. 



Diagnóstico
Apesar de render muitas histórias e risadas entre os amigos, dormir repentinamente causa muito sofrimento aos narcolépticos. Além de cultivarem a imagem de “corpo mole” – colocando, assim, a vida profissional em risco – podem se acidentar durante atividades que exigem atenção constante, como nadar, dirigir, praticar esportes ou manusear máquinas.
Por isso, diferentemente do que ocorre com outras doenças, receber o diagnóstico de narcolepsia é um alívio, pois o motivo do sono excessivo e fora de controle fica esclarecido. É importante frisar que a definição do quadro costuma vir após um exame chamado polissonografia, que avalia os fenômenos ocorridos durante o sono. Para realizá-lo é preciso dormir e passar um dia inteiro no local da avaliação.
Uma vez diagnosticada, a narcolepsia é tratada com medicamentos para aliviar os sintomas e orientação para que os pacientes façam cochilos diurnos.

Extraído de: http://saude.ig.com.br

• Publicado na Revista Usina da Cultura - número 26 - Julho de 2015

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

Mastigação é o princípio para uma alimentação saudável! - por Fabíola Frezza Andriola

Quando sentamos a mesa e, sem pressa, saboreamos nossa refeição, acabamos comendo menor quantidade do que quando sentamos à mesa...

Rincão Poético: Cafeína - por Mairan Carniel Beren

Um vício, talvez mais que isso Não importa maldade pro coração Taquicardia imponente, Amarelados dentes estridentes Apesar de lindos sorrisos...

Lugar certo - por Franco Vasconcellos

“Lembramo-nos dos peixes que no Egito comíamos de graça; e dos pepinos, e dos melões, e dos porros, e das...

No todos los festivales son de música - por Elena Cárdenas

Al escuchar la palabra “festival” es fácil pensar en grandes eventos de música o quizás teatro. Sin embargo hace poco...

Como viver o AGORA? - por Mercedes Sanchez

Viver o agora é estar presente no presente. Raramente estamos integralmente no momento presente, pois nossas emoções, lembranças ou projeções interferem...

Prazer sem culpa - por Cristiane Cichelero Allgayer

Você já parou para pensar o por que, apesar de tanta informação acerca de nutrição e emagrecimento e da enorme...

Chiliques, birras e acessos de raiva - por Thainá Rocha

Crianças entre 1 e 3 anos são especialmente propensas a ter esses "ataques".  Geralmente surgem por conta de uma frustração...

Cooperar ao invés de competir - por Mercedes Sanchez

Quando se persegue um mesmo objetivo em parceria com outras pessoas, a forma de conseguir realizar esse objetivo é trabalhar...

Exposição Grécia Antiga chega a Gramado

Projeto inédito na cidade inaugura em 24/11 no Espaço Cultural da FAURGS. IMPERDÍVELA Exposição Grécia Antiga chega a Gramado e convida...

Hipótese Gaia – nosso planeta como um organismo - por Telmo Focht

Na mitologia grega, Gaia era a deusa da Terra, uma metáfora para “terra viva”. Gaia, Geia ou Gé, para os...

Patrocinadores da cultura