Ser águia - Fabrício Safadi

Ser águia - Fabrício Safadi

Em nosso nascedouro - este momento irrecuperável e inatingível em sua totalidade -, já devíamos saber que, apesar dos pesares, nunca é tarde para aprender algo novo em nossa sinuosa estrada em constante manutenção. Entretanto, se soubéssemos disto mais cedo do que o usual, poderíamos deixar de aprender várias fórmulas matemáticas, diversas esquematizações abstratas, inúmeras técnicas de ciclismo que salvaguardassem os nossos joelhos e cotovelos quando crianças. Afinal de contas, esta crendice referida na linha primeira nos faz afirmar a teleologia de nossos saberes.

Em outras palavras, faz com que creiamos na existência de uma confiança depositada sobre a esotérica presunção de nossos sentidos na qual afirma, de forma acintosa, que o futuro deve e vai se encarregar de atualizar nosso manual de instruções com algum novo aprendizado ou lição, como Anjo Gabriel ao pé do ouvido de Maomé.

Neste sentido, enveredando por esta senda, podemos ser vítimas de nosso próprio engodo. O tempo passa, a noite beija o dia, o dia trai a noite em uma adúltera relação com a Lua (muito raramente), e o que temos em mãos é muito pouco perto do que desejávamos.   



Observe-se a águia, este animal imponente, visionário, altivo e orgulhoso, que, certa feita, no inverno de sua vida procura uma altíssima montanha para sacrificar, contra as inanimadas rochas, as feições de suas garras e a protuberância de seu bico amarelo, tal qual o diadema de uma bela princesa. Eis o que devemos saber, mesmo sendo tarde.

O sacrifício dolorido de um animal que se recria com seus movimentos bruscos, vestindo armadura alvinegra, dona de um pescoço branco, tão limpo quanto a áurea de um santo. Exaltações à parte, admiremo-las, enaltecemo-las, aprendamos com elas a arte de renovar-se, a experiência de refletir sobre nossa própria vida. Todos nós precisamos encontrar a rocha da renovação, sem deixar de fora o nosso fio de Ariadne, nosso passaporte para o recomeço de tudo.

Enfim, se o mutismo esvoaçante desse belo pássaro fosse capaz de nos dizer algo em palavras, diria o seguinte: “Sigam em frente!”, “Olhem bem!”, “Pensem no que estão a fazer”, “Em disparada!”, “Sapere Aude!”. Para tanto, diria tudo em alto e bom som, sem referência bibliográfica alguma. Quem é sublime e está tão alto não se importa com as regras daqui de baixo. E com razão.

Fabrício Safadi - Novo Hamburgo, RS

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

Semana Mundial da Amamentação/Agosto Dourado - por Celina Valderez

Desde 1992, o planeta celebra a Semana Mundial de Aleitamento Materno, entre os dias 1 e 7 de agosto. A...

Nuggets Funcionais

Receita de acupunturaebeleza.com Ingredientes: 200 gramas de frango cozido 2 colheres de sopa de quinoa em flocos 1 colher de sobremesa de...

Caminando en un sueño - por Elena Cárdenas

Cuando se vive en una ciudad nueva es inevitable sentirse emocionado a cada momento, cada día te sientes como si...

Atitude

Texto: Autor desconhecido Um pai e seu filho caminhavam pelas montanhas. De repente, o menino caiu e, ferido, chorou. Auuuu!Para sua surpresa...

Mascotes de todas as Copas do mundo

Você conhece todos os mascotes de todas as Copas do Mundo?A equipe da Usina da Cultura fez um compilado de...

Rocambole ou Torta de Arroz - por Tânia D’ El Rei Silveira

Ingredientes 2 copos de arroz cozido (aproveite as sobras) 1⁄2 copo de leite 3 ovos 1⁄2 copo de farinha de trigo1⁄2...

Cabo Querido - por Daniele Sandri Soligo

Assim que eu defino Cabo Polônio-UY, de tão querido e simpático que é este lugar! O lugarejo fica dentro de um Parque...

Espectador x Expectador - por Aline Aguiar

Espectador é aquele que vê ou assiste. Expectador é aquele que espera que alguma coisa aconteça, que tem expectativa. Veja...

Visual com Arte: Óleo sobre tela - por Antônio Moacir Oliveira

Pintura feita pelo artista Antônio Moacir Oliveira, mais conhecido por Katuba na cidade de São Francisco de Paula. Uma homenagem...

SW 38 Sport Cabriolet - por Thais R. dos Reis

TÉCNICA: Desenho a caneta esferográfica(BIC) AUTORA: Thais R. dos Reis TÍTULO: SW 38 Sport Cabriolet  

Patrocinadores da cultura