Kamakura - por Laura Bossle

Kamakura - por Laura Bossle

O Japão não é um país muito grande: são apenas 377.873 km² - apenas 4,4% do território brasileiro, que tem 8.515.767 km² ! Apesar de sua área total ser menor que o estado do Mato Grosso do Sul, a distância entre Okinawa (no extremo sul) e Hokaido (no norte) é maior do que a distância entre Porto Alegre e Salvador! Essa geografia dificulta um pouco as viagens, já que muitas partes interessantes do Japão requerem uma mínima disponibilidade de tempo e dinheiro para deslocamento e hospedagem. Mas há muitos lugares interessantes nas proximidades de Tóquio, que podem ser visitados em um “bate-volta”, como Kamakura! Visitar Kamakura é quase um passeio ao passado. Ainda bastante preservada da urbanização, a região é cercada por montanhas e vegetação, e impõe um ritmo bem mais tranquilo que o do dia-a-dia na capital.

A principal atração turística na região é o Daibutsu (大仏), ou o Grande Buda, no Templo Kotokuin. Adentrando os portões do templo, se pode contemplar a surpreendente estátua de 13.35 metros do Buda Amina, que fica a céu aberto e tem a natureza como plano de fundo.

É de tirar o fôlego, independentemente de crenças, especialmente quando se sabe um pouco da sua história e do que ela representa: construída em 1252, inicialmente a estátua encontrava-se dentro de um templo, que foi destruído diversas vezes por tempestades e, por fim, por um forte tsunami em 1498.



O Grande Buda de bronze resistiu intacto todas essas vezes, e desde o tsunami, permanece ao ar livre. Pertinho dali está o belo templo Hasedera, famoso pela sua estátua de Kannon, e deusa da piedade. O templo fica no topo de uma colina, e proporciona uma linda vista do oceano – além dos lindos jardins e do Hall com centenas de estátuas de Jizo, uma figura muito popular do budismo no Japão.

O passeio foi curto mas valeu a pena, e deixou um gostinho de quero mais! É sempre bom poder conhecer lugares novos em um país onde há tantas coisas encantadoras para ver!


Laura Bolze
gaúcha, reside atualmente em Tóquio e conta cada mês, aos leitores desta revista, curiosidades do dia-a-dia no outro lado do mundo.
Quer fazer alguma pergunta para a Laura? Envie um e-mail para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Você também pode ler mais sobre este assunto em seu blog: www.lanojapao.wordpress.com

• Publicado na Revista Usina da Cultura - número 08 - Dezembro de 2013.

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

Torta Flocada de Banana - por Cléa Penteado

Ingredientes: 3 xícaras de farinha integral 2 xícaras de aveia laminada ou em flocos 2 xícaras de açúcar mascavo 1kg de...

Bolo de banana (sem farinha, açúcar e leite) - Por Alba Sanchez

Este bolo é delicioso e beeeem fácil de preparar. Uma ótima opção para quem quer um lanche mais leve, nutritivo...

Selo Scream&Yell lança tributo à música instrumental

Sem Palavras reúne 10 artistas de estilos diferentes para reinterpretar, em versões instrumentais, canções de Black Sabbath, Rolling Stones e...

Flashes in my brain - por Cássio Schaefer

O mundo continua rugindo em trovões  A neblina cumpre seu papel As gargalhadas dos pássaros na estremeção do céu Uma...

Visual com Arte - por Marco A. de Araújo Liesenfeld

Autor: Marco A. de Araújo Liesenfeld Técnica: Lápis de cor e Ecoline (aquarela líquida)  {loadmodule mod_custom,Banner adsense middle article}

Mar ou montanha? Os dois - por Luciana Pontes

Em Lisboa, convivi com cabo verdianos muito legais. Então, quando surgiu a questão “Onde será nossa lua de mel?”, nem...

Yoga na gestação - por Carolina Gatelli

A gravidez pode ser um bom momento para se praticar yoga. Pesquisas médicas apontam benefícios tanto para mãe, quanto para...

Lá em Berlim - por Elena Cárdenas

¡Ya ha pasado un mes desde que llegué a Berlín! Un nuevo país, una nueva ciudad, y un nuevo lugar...

Investindo em maquiagem - por Giulia Aimi

Oi! Voltamos a falar sobre como investir em makes! Como na edição passada falei sobre produtos para a pele, nessa...

A superstição dos Irlandeses - por Ariane Rocha Goulart

Ser um irlandês já é sinônimo de sorte, começando pela famosa expressão “Luck of the Irish” (sorte irlandesa).  É o...

Patrocinadores da cultura