Algo se empieza a mover en febrero - por Elena Cárdenas

Algo se empieza a mover en febrero - por Elena Cárdenas

“Move” é o nome da música do Travis que estou escutando enquanto escrevo este artigo. Signfica movimento e é isso o que fazem os aficionados ao “triatlón” a partir do mês de fevereiro.

Começa um novo ano de competições e corridas que se realizam em todo o país e em qualquer época do ano, esteja frio ou faça calor. É um esporte cada vez mais popular! Dizem que quem o experimenta não deixa de repetir a experiência. Conta-se que este esporte começou por uma aposta entre marinheiros americanos no ano 1978, na ilha de Hawai, para descobrir quais das três atividades físicas - natação, ciclismo e atletismo - requeria mais esforço. Outras fontes afirmam que começou com uma corrida chamada “Les trois sports” (os três esportes) nos anos de 1920-1930, na França. Seja qual for sua origem, apenas a partir do ano 2000 foi considerado como esporte olímpico, ganhando seguidores ano após ano.

Por ser hoje um esporte tão popular, é possível encontrar muitas modalidades. Enquanto as competições de distâncias olímpicas estão reservadas aos profissionais mais experientes, existem outras de média distância com 750m nadando, 20km em bicicleta e 5km correndo, ou as sprint e súper sprint, com distâncias muito acessíveis e rápidas, conseguindo-se terminar a prova em menos de uma hora.

Graças a disponibilidade de regiões montanhosas e pistas de esqui, se realizam corridas que se combinam BTT (bicicleta de montanha), esqui e corrida a pé. Também existem corridas com fins benéficos, como o “Triathló de la Dona”, que se realiza todos os anos em Barcelona. Trata-se de uma prova popular exclusiva para mulheres e cujos benefícios destinam-se à luta contra o câncer de mama. Tive a oportunidade e o prazer de participar dela durante dois anos. Sem dúvida, não foi fácil, pois, apesar de ter treinado bastante, foi esgotador, mas com a satisfação de sentir-me capaz de realizá-la. Durante a corrida, se recebem tantos estímulos por parte dos assistentes que vale a pena o esforço. É emocionante ver que se é capaz de chegar a meta sem antes desfalecer. Assim como em todos os esportes e em muitas questões da vida, a perseverança e o esforço sempre tem sua recompensa.

Elena Cárdenas,
Designer, comunicadora e escritora vocacional. Apaixonada pela serra gaúcha e por seu país, Espanha, reside em Barcelona atualmente, mas se considera uma cidadã do mundo.

 • Publicado na Revista Usina da Cultura - número 21 - Fevereiro de 2015 

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

“Se você não parar com isso vai apanhar...” • Parte IV - por Thainá Rocha

AINDA SOBRE REGRAS Você já se percebeu falando assim para o seu filho: “Você já fez a lição? Escovou os dentes?...

Fotografia - Filtros fotográficos - por Silvio Kronbauer

Foto: mesma cena sem e com o filtro polarizador Nesta edição vamos abordar os filtros fotográficos. Desde a era analógica, os...

Como esfumar? - por Giulia Aimi

Esquecido por algumas e temido por outras, o esfumado (e não esfumaçado) é uma das maiores dúvidas quando o assunto...

Mascotes de todas as Copas do mundo

Você conhece todos os mascotes de todas as Copas do Mundo?A equipe da Usina da Cultura fez um compilado de...

Como investir em maquiagem? - por Giulia Aimi

Nesta edição, vamos conversar um pouquinho sobre como comprar maquiagem sem gastar tudo e mais um pouco. Para poder explicar...

Campeonato Gaúcho de Rally Regularidade 4x4 definiu campeões em São Francisco de Paula/RS

Após cinco etapas, a competição apresentou seus vencedores nas categorias Graduados, Turismo e Novatos Com uma prova que contou com muita...

Rincão Poético: Pra que tanto - por Rodolfo Machado

Ali do meu lado estava você sapatos vermelhos, batom tom igual, nos lábios de Deusa.. foi tão sensual Por onde passou...

Livro - Uma visão de mundo - por Elma Sant’ Ana

Uma visão de mundo Jõao Fabrício de Morais / Elma Sant’ Ana  “ Dr. JOÃO FABRÍCIO DE MORAIS, missioneiro de São Luiz...

Cooperar ao invés de competir - por Mercedes Sanchez

Quando se persegue um mesmo objetivo em parceria com outras pessoas, a forma de conseguir realizar esse objetivo é trabalhar...

Ginástica Rítmica - por Amanda Pessôa

As Olimpíadas estão chegando, e muitos esportes que fazem parte desse belo evento não são muito conhecidos pelas pessoas por...

Patrocinadores da cultura