Meu anjinho - por Patrícia Viale

Meu anjinho - por Patrícia Viale

Novembro é o mês de nascimento da Maria Rita, minha filha. Ao me descobrir grávida, em 2008, tudo mudou. Inclusive as certezas. Quando me vi grávida pensei "o que irei te oferecer criança"? Numa crise de ansiedade quis consertar o mundo que iria te receber.  Mas o mundo não é consertado. O mundo é vivido. E assim fui viver simplezinho, brincar com as animais, plantar flores, arrumar a nova casa, caminhar, ler, escutar música…





Meu anjinho, de largas asas que sacudiram minhas costelas, não posso te dar um mundo mais harmonioso. Não posso te garantir convivência com pessoas do bem, mas posso te oferecer respeito, gentileza, amor, sinceridade e solidariedade. Esta foi a herança que recebi da vida e será esta herança que te passarei. Terás que aprender sobre a dor e a alegria. Terás que sentir os dias cinzas e os ensolarados. Algumas vezes cairá, mas tenhas a tranquilidade para sentir o tombo, olhar em frente e erguer-se. Minhas duas mãos estarão ao teu lado. É isto que posso te oferecer. Seja feliz minha filha!

Patrícia Viale é mãe, ativista, jornalista, escritora, colagista e pizzaiola. Inquieta e persistente, apaixonada pelos Campos de Cima da Serra.

 

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

Dicionário informal - por Cássio Schaefer

Simples amigo... Existira amor nessa cidade? A que ponto deixamos o amor acabar, ou a temida paixão  Hoje, falar de...

Ela nos adotou - por Franco Vasconcellos

Eu achei que fazia grande coisa quando achei um novo lar para Dorotéia. Ela é uma cadela de porte médio...

A magia da dança - por Rafael França

Apesar de ser uma arte muito antiga, ainda existe tabu e preconceito em relação a arte da dança, como por...

Acupuntura, muito além de agulhas! - por Dra. Suélen de Oliveira

Dores na coluna, insônia, problemas digestivos, enxaqueca... a lista de queixas que ouvimos constantemente só aumentam. Desconfortos que vão se...

Mastigação é o princípio para uma alimentação saudável! - por Fabíola Frezza Andriola

Quando sentamos a mesa e, sem pressa, saboreamos nossa refeição, acabamos comendo menor quantidade do que quando sentamos à mesa...

Rincão Poetico: Meu Pai! - por Zaira dos Santos Reis de Oliveira

Meu Pai! Meu pai um marido carinhoso. Meu pai um pai amoroso. Meu pai um avô brincalhão. Meu pai um...

Lá em Berlim - por Elena Cárdenas

¡Ya ha pasado un mes desde que llegué a Berlín! Un nuevo país, una nueva ciudad, y un nuevo lugar...

Como encarar a chegada de um irmãozinho? - por Thainá Rocha

Assim como a primeira, a segunda gestação também provoca vários sentimentos ambivalentes nos pais: a alegria por estar novamente aguardando...

Quem sou eu? - por Mercedes Sanchez

“Posso ter a surpresa de descobrir que dediquei minha vida a viver na superfície, na periferia das coisas, sem penetrar...

Rincão Poético: Dos desencontros - por Cláudia Santos Duarte

E mesmo que o calor aqueça O corpo e a alma Os contatos permanecem frios São pálidos os encontros Mornos...

Patrocinadores da cultura