Precisamos falar sobre o seu amor: o próprio - por Ester Chaves

Precisamos falar sobre o seu amor: o próprio - por Ester Chaves

Quando alguém diz “se cuida” é porque sabe que em algum momento você pode se distrair e cuidar mais dos outros do que de si mesmo. Cuidar do outro não é pecado nem crime, desde que você esteja em dia com o seu amor-próprio.

Amar a si mesmo é um exercício diário que nos coloca em consonância com o ser que nos habita. Mas, antes de se amar, você deve se conhecer, e se amar pelo que descobrir. Não importa o quê.

O amor-próprio não é autoexplicativo nem vem com bula. O amor-próprio não sente culpa pelo que vê. Não acusa o reflexo no espelho. Não ataca. Aceita o que é, e ama. Apenas ama.

Se há algo a ser transformado, não se ofende. É paciente. Ama com o problema em vigência e ama ainda mais com a resolução, com o avanço, com a vitória.



A descoberta do amor-próprio se dá pelas vias mais improváveis. Às vezes, você o descobre por meio de uma fratura exposta na alma. A fragilidade desperta o amor que deveríamos nos doar todos os dias. Usamos o estoque de amor para estancar o sangramento e descobrimos que não é preciso buscar amor fora de nós para aplacar o que dói.

Quando nos deparamos com os machucados mais doloridos, descobrimos em nós mesmos, o remédio e a cura, e iniciamos o flerte com o amor, o próprio.

O autoconhecimento não oferece todas as certezas, mas abre vias para caminharmos por dentro de nós sem nos ferir com os cacos de outras guerras porque já sabemos quais as estradas que nos conduzem aos abismos, e só iremos lá com o preparo necessário. Sabemos que temos a ferramenta primordial, o amor pelo que somos, e assim, não tememos a queda livre, pois seremos capazes de levantar com classe a cada descida.

O amor-próprio recupera a íntima carícia, que às vezes, oferecemos aos egos alheios, e esquecemos de nutrir a nossa alma que padece pelos cantos do ser. O amor-próprio não é aquela voz que diz “se cuida”. Ele é o próprio cuidado.

Ester Chaves, escritora Brasiliense, graduada em Letras e estudante de Gestão e Produção Cultural.

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

O menino que Morava na Nuvem - por Luciana Neves

Livro O Menino que Morava na Nuvem aborda adoção de forma leve. A publicação chega à segunda edição como boa opção para...

Região das Hortênsias - Beleza e encanto na Serra Gaúcha

Foto: Divulgação Prefeitura Municipal de Gramado A Região das Hortênsias, rodeada de hortênsias e araucárias centenárias, é formada pelas cidades mais...

“Se você não parar com isso vai apanhar...” • Parte III - por Thainá Rocha

REGRAS Quando a criança nasce, já começamos a ensiná-la algumas regras, como por exemplo, na amamentação. Algumas mães conseguem organizar uma...

Visual com Arte - por Marco A. de Araújo Liesenfeld

Autor: Marco A. de Araújo Liesenfeld Técnica: Lápis de cor e Ecoline (aquarela líquida)  {loadmodule mod_custom,Banner adsense middle article}

Atividade física sem sair de casa - por Amanda Pessôa

Já pensou fazer exercício sem sair de casa?  Falta de tempo, ou não se adaptar a academia não são desculpas para...

A oportunidade de viver - por Mercedes Sanchez

"Transformar em mim, o que desejo para o mundo." Se pensarmos na vida como uma possibilidade para nosso desenvolvimento como...

Sabia que...

Sabia que você pode distinguir entre um sorriso genuíno e um falso? O sorriso, ao contrário de todas as outras expressões...

Documentário - Muito Além do Peso

Obesidade, a maior epidemia infantil da história. Direção: Estela RennerAno: 2012Gênero:  documentárioProdução Executiva: Marcos NistiDireção de Produção: Juliana BorgesFotografia: Renata UrsaiaMontagem:...

Visual com Arte: Cordéis - por Alunos do Colégio Expressão

Autor: Alunos do Colégio Expressão. Professora Ana Paula. Quer ver sua imagem aqui? Envie para info@usinadacultura.com{loadmodule mod_custom,Banner adsense middle article} • Publicado...

Os três estilos de Hipismo - por Amanda Pessôa

Aos apaixonados por cavalos, aí vai três modalidades Olímpicas distintas, mas semelhantes: HIPISMO ADESTRAMENTO, HIPISMO SALTOS E HIPISMO CCE. Esportes...

Patrocinadores da cultura