A Tartaruga Negra e a Saúde - por Fabiana Souza

A Tartaruga Negra e a Saúde - por Fabiana Souza

A Tartaruga Negra Gigante é um dos quatro animais sagrados, também utilizada no Feng Shui. Ela está localizada no assentamento dos imóveis, que geralmente representa os fundos da nossa casa. A Tartaruga Negra simboliza o nosso inconsciente e sedia a energia Yin, que protege a saúde e os bons relacionamentos dos moradores.

Para alimentar a Tartaruga Negra corretamente, é preciso que se eleve uma grande montanha nos fundos da residência, que seja bonita e cheia de vida. Atualmente, as análises de Feng Shui realizadas na cidade consideram a substituição das montanhas por prédios. Logo, as construções situadas atrás da nossa casa servem de modelo desse tipo de energia.



Prédios altos e bonitos trazem segurança e vitalidade. Prédios feios ou abandonados são focos de fraqueza e podem trazer, além de doenças, o gérmen da morte. Também podemos utilizar os cuidados da Tartaruga Negra mantendo as nossas costas protegidas por uma parede enquanto estivermos sentados ou utilizar uma cadeira de encosto alto.

Seguindo essa mesma lógica, é importante que a nossa cama tenha uma cabeceira sólida. Assim, garantimos a paz e a estabilidade necessárias ao nosso corpo enquanto dormimos

Fabiana Souza
Consultora da Feng Shui Design Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

Silêncio perigoso - por Franco Vasconcellos

Nem se falava em bullying. E a gente se defendia como podia. Me chamo Franco. Na escola, até os doze...

Cabo Querido - por Daniele Sandri Soligo

Assim que eu defino Cabo Polônio-UY, de tão querido e simpático que é este lugar! O lugarejo fica dentro de um Parque...

Renovação e rotina - por Mercedes Sanchez

Renovação... a palavra mais almejada no começo de um novo ano. Como por arte de magia, colocamos nossa vida na balança...

Ressocializar e fazer o bem - por Karine Klein

Crédito foto principal: Silvio Kronbauer -  Parceria entre a ONG Amigos de Rua e o Presídio de São Francisco de Paula...

Para mim fazer ou para eu fazer? - por Aline Aguiar

O correto é: Para eu fazer. Lembre-se que a palavra mim é um pronome oblíquo, ou seja, não conjuga verbos. Exemplo: Para...

Vale a pena ver de novo? - por Evanise G. Bossle

Vejo pela tevê Minutos e  minutos de quê? Partidos novos e antigos, rostos anônimos e outros conhecidos. Prometem o mesmo...

Leitura - por Aline Aguiar

O hábito da leitura melhora o vocabulário, a escrita, a memória e desenvolve o raciocínio. Além de ser um caminho...

Os benefícios do convívio com os animais - por Karina Schutz

Cada dia que passa, o homem vem amadurecendo a ideia que conviver com animais é benéfico para sua saúde, bem...

A magia da dança - por Rafael França

Apesar de ser uma arte muito antiga, ainda existe tabu e preconceito em relação a arte da dança, como por...

Férias: tempo de curtir - por Mercedes Sanchez

Viver a rotina de forma organizada, dando um tempo para o descanso, para a alimentação e o cuidado pessoal, para...

Patrocinadores da cultura