Humanidade baixa - por Franco Vasconcellos

Humanidade baixa - por Franco Vasconcellos

Sou servidor público. Em meu trabalho, entre outras funções, está a de atender o público. O público é o mais diversificado. Nesses oito anos atendi gente de todos os tipos. Antes disso, trabalhava como repórter – acho que foi durante esse tempo que me fascinei com gente. Das milhares, fiquei encantado com uma senhorinha.

Já pela vidraça avistei a figura. Parecia um personagem recém saído de um filme de Lars von Trier. “Uma velhinha fofa!”, diria minha filha Alice. Os cabelos muito brancos ostentavam um coque desalinhado no alto da cabeça. Chegou até mim e, com muita dificuldade, sentou-se à minha frente, soltando um suspiro dolorido.

Como a maioria dos que chegam, mesmo antes de se apresentar, já metralhou sua história: “Minha humanidade anda meio baixa, meu filho!”. (“Quê?!”, pensei, mas segui ouvindo). “Eu tenho um problema na coluna, mas quando minha humanidade baixa, piora muito... essa dor conversa com essa perna aqui e eu não consigo nem tirar leite das vacas... mal consigo levantar da cama”. Aquela doçura de mulher... aquela vozinha de todos nós, no alto de seus 70 e tantos anos, reclamava mais de não poder trabalhar do que da própria dor. E dor dói mesmo. É um saco.

Fiquei constrangido e me envergonhei das tantas manhãs que, mesmo conseguindo, com minha saúde perfeita, reclamei de levantar para ir ao trabalho (dos principais sintomas de imunidade baixa, que estão relacionados com a diminuição das defesas do organismo contra parasitas, como vírus, bactérias e fungos – infecções recorrentes, como amigdalite ou herpes; doenças que demoram para passar, como gripe; pequenas infecções que agravam facilmente; febre frequente e calafrios; cansaço excessivo; náuseas, vômitos ou diarreia – nenhum me aflige... já o cansaço excessivo!). A expressão “humanidade baixa”, obviamente dita sem intenção, ecoava como um trocadilho em meus pensamentos.

Humanidade, segundo o Houaiss é o mesmo que sentimento de bondade, benevolência em relação aos semelhantes, ou de compaixão, piedade, em relação aos desfavorecidos… acho mesmo que anda em baixa.

Franco Vasconcellos e Souza, gaúcho de Erechim, escreve sobre o cotidiano e aceita sugestões dos leitores

Deixe seu comentário

Lugares que podem te interessar

view_module reorder

Cânion Fortaleza - Parque Nacional da Serra Geral

Localização: Cambará do Sul, RS - a 23 km do centro da cidade. Ver mapa Considerado um dos lugares mais bonitos...

Cachoeira do Tio França - Cambará do Sul/RS

Localizada a 3 Km da cidade de Cambará do Sul, é onde o arroio Campo Bom despenca para formar uma...

Cânion Churriado - Parque Nacional da Serra Geral

Localização: Parque Nacional da Serra Geral, o cânion está a 23 quilômetros de Cambará do Sul, RS. Localizado a 23 Km de...

Lajeado das Margaridas - Cambará do Sul/RS

Localização: 12 km do centro de Cambará do Sul O Lajeado das Margaridas está localizado a 12Km do centro de Cambará do...

Cachoeira do Nassucar - Cambará do Sul/RS

Localização: Vale do Rio Santana, a 24 km do centro de Cambará do Sul. No Vale do Rio Santana, ao norte...

Quer saber as novidades na Usina?

Inscreva o seu email na nossa lista e receba por email

Somos contra o spam. Inscrevendo seu email na nossa lista, receberá email emails somente enquanto desejar, a Usina sempre respeitará a sua decisão, deixando sempre disponível no rodapé do email um link para cancelamento a qualquer momento, sem complicações


Parceiros na difusão cultural