O dono do carnaval - por Franco Vasconcellos

O dono do carnaval - por Franco Vasconcellos

Tá chegando o carnaval... a festa de Momo.
Sei que após ler o que segue, alguns irão me taxar de quadrado, ou fanático, ou mesmo de metido e chato, mas algumas coisas não consigo deixar de falar.
Segundo os gregos, Momo nasceu filho do Sono e da Noite, como o deus da zomba ria, do sarcasmo, da galhofa, do delírio, da irreverência e do achincalhe. De tanto criticar e ridicularizar os outros deuses, a divindade maior do Olimpo perdeu a paciência com ele e o despachou para a Terra, onde o deportado passou a apresentar o estandarte da folia. Houve um tempo em que na Roma Antiga, o soldado escolhido como o mais belo de todos era quem recebia a coroa de monarca brincalhão, o que lhe dava o direito de comer, beber e brincar até esgotar totalmente suas forças, sem que ninguém o impedisse de fazer coisa alguma. Ao final era queimado em sacrifício – por isso ‘quarta-feira de cinzas’.
Por aqui as coisas não parecem muito diferentes, o que muda é o sacrifício final. Uma grande safra de ‘filhos do carnaval’, lá pelos meses de outubro e novembro, sem mencionar a propagação de doenças que veio com a deturpação dos valores. Muitos sequer tem como descobrir de quem pegaram a DST, tamanha a rotatividade de parceiros.
Aqui no interior ainda nos chocamos ao ver na TV que os adolescentes ‘ficam’ com oito, 12 ou 23 em apenas uma noite, fazendo parecer normal o inaceitável. Os criticamos e suspiramos aliviados por não morarmos em grandes centros. A punhalada vem quando descobrimos que as coisas por aqui já não são tão diferentes. Quantas são as tristezas que nos traz uma manhã de Carnaval? Acontece aos milhares. Independente de crença religiosa, não quero aqui fazer um manifesto anti-Momo. Apenas quero recomendar quem é pai ou mãe, a que estejam atentos a seus filhos. Aproximem-se deles... e que o carnaval seja apenas festa.

Franco Vasconcellos e Souza
Gaúcho de Erechim, morador de São Francisco de Paula, escreve sobre o cotidiano e aceita sugestões dos leitores.
Envie e-mail para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

 

Deixe seu comentário

Lugares que podem te interessar

view_module reorder

Cachoeira dos Venâncios - Cambará do Sul/RS


Localização: A 23 Km da cidade, distante 12,5 Km da RS 020. Ver mapa O município de Cambará do Sul, conhecido...

Cachoeira do Tio França - Cambará do Sul/RS

Localizada a 3 Km da cidade de Cambará do Sul, é onde o arroio Campo Bom despenca para formar uma...

Lajeado das Margaridas - Cambará do Sul/RS

Localização: 12 km do centro de Cambará do Sul O Lajeado das Margaridas está localizado a 12Km do centro de Cambará do...

Cânion Fortaleza - Parque Nacional da Serra Geral

Localização: Cambará do Sul, RS - a 23 km do centro da cidade. Ver mapa Considerado um dos lugares mais bonitos...

Passeando em família pelo Itaimbezinho e Fortaleza - por Valéria de Moraes

Localizados nas proximidades do município de Cambará do Sul, na divisa entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina...

Parceiros na difusão cultural