O dono do carnaval - por Franco Vasconcellos

O dono do carnaval - por Franco Vasconcellos

Tá chegando o carnaval... a festa de Momo.
Sei que após ler o que segue, alguns irão me taxar de quadrado, ou fanático, ou mesmo de metido e chato, mas algumas coisas não consigo deixar de falar.
Segundo os gregos, Momo nasceu filho do Sono e da Noite, como o deus da zomba ria, do sarcasmo, da galhofa, do delírio, da irreverência e do achincalhe. De tanto criticar e ridicularizar os outros deuses, a divindade maior do Olimpo perdeu a paciência com ele e o despachou para a Terra, onde o deportado passou a apresentar o estandarte da folia. Houve um tempo em que na Roma Antiga, o soldado escolhido como o mais belo de todos era quem recebia a coroa de monarca brincalhão, o que lhe dava o direito de comer, beber e brincar até esgotar totalmente suas forças, sem que ninguém o impedisse de fazer coisa alguma. Ao final era queimado em sacrifício – por isso ‘quarta-feira de cinzas’.


Por aqui as coisas não parecem muito diferentes, o que muda é o sacrifício final. Uma grande safra de ‘filhos do carnaval’, lá pelos meses de outubro e novembro, sem mencionar a propagação de doenças que veio com a deturpação dos valores. Muitos sequer tem como descobrir de quem pegaram a DST, tamanha a rotatividade de parceiros.
Aqui no interior ainda nos chocamos ao ver na TV que os adolescentes ‘ficam’ com oito, 12 ou 23 em apenas uma noite, fazendo parecer normal o inaceitável. Os criticamos e suspiramos aliviados por não morarmos em grandes centros. A punhalada vem quando descobrimos que as coisas por aqui já não são tão diferentes. Quantas são as tristezas que nos traz uma manhã de Carnaval? Acontece aos milhares. Independente de crença religiosa, não quero aqui fazer um manifesto anti-Momo. Apenas quero recomendar quem é pai ou mãe, a que estejam atentos a seus filhos. Aproximem-se deles... e que o carnaval seja apenas festa.

Franco Vasconcellos e Souza
Gaúcho de Erechim, morador de São Francisco de Paula, escreve sobre o cotidiano e aceita sugestões dos leitores.
Envie e-mail para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

 

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

Depois de vários meses - por Cassio Schaefer

Depois de vários meses Depois de vários meses uma borboleta repousa no ralo do chuveiro no bosque do asilo folhas e bancos...

Somos todos especiais - por Karine Klein

APAE de São Francisco de Paula, um símbolo de luta pela igualdade no município Dizem que são as nossas diferenças que...

Rúgbi - por Amanda Pessôa

Você conhece o Rúgbi? Essa é outra modalidade olímpica!  Depois de décadas sem fazer parte da competição, o RÚGBI chega com...

Acupuntura, muito além de agulhas! - por Dra. Suélen de Oliveira

Dores na coluna, insônia, problemas digestivos, enxaqueca... a lista de queixas que ouvimos constantemente só aumentam. Desconfortos que vão se...

Dicas para acabar com a insônia - por Celina Valderez

A insônia é caracterizada pela falta e/ou dificuldade de dormir ou conseguir manter um sono contínuo sem ser interrompido durante...

Formas gráficas variantes - por Aline Aguiar

As formas gráficas variantes são palavras equivalentes que possuem mais de um tipo de grafia, ou seja, são escritas de...

Qual a melhor forma de falar sobre o divórcio para o seu filho? - por Thainá Rocha

O divórcio é uma decisão entre dois adultos, mas se há uma criança na relação é extremamente importante tomar alguns...

Arte e protesto - por Tatiana Lourenço Funghetti

Há poucos meses vivenciamos o “epicentro” de uma grande manisfestação popular em busca de mudanças políticas. A arte como expressão...

Como fazer o delineado perfeito? - por Giulia Aimi

Muitos apostam em um delineado pelo fato de combinar com qualquer ocasião e, quando bem feito, ser um dos principais...

Anéis de cebola

Ingredientes: - 4 cebolas grandes- 1 xícara de chá de farinha de trigo- 1 xícara de cerveja (250ml)- 1 ovo- Pimenta...

Patrocinadores da cultura