Cartas de Papel - por Heidi Lauterbach

Cartas de Papel - por Heidi Lauterbach

Sim, porque e-mails, que eventualmente podem ser classificadas como cartas, nunca vão nos dar a mesma sensação de expectativa como uma carta escrita no papel, assinada, dobrada com cuidado, e fechada dentro de um envelope, com nosso endereço e, no verso, o nome de quem a mandou. Se a carta vem de um amigo, ou amiga, imagino a mão amiga apoiada no papel enquanto escreve, talvez junto haja um recorte de jornal que possa me interessar, ou uma foto, um desenho ou até uma flor desidratada que me remete ao jardim de lá. Será que ainda tem uma lembrança do cheiro da mão de quem a mandou? Ah, e os preparativos para a leitura: um café fresquinho, os óculos (no meu caso), tudo levado para um canto gostoso da casa e – vamos abrir o envelope.

A carta – tamanho ofício com cara de importante - que recebi hoje foi entregue pelo carteiro em troca da minha assinatura e ainda, informando o número do CPF. Remetente: Empresa de Correios e Telégrafos. Dentro, uma carta (daquelas automáticas de máquina), que me informa que em anexo vão dois formulários explicando o que sucede. O Termo de Ocorrência do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (e mais alguns departamentos pomposos) me diz que os 994 gramas de queijo infelizmente não vão aterrissar na minha mesa, e sim, serão devolvidos ao remetente.



Começo a entender o caso: minha amiga Gerda mora em Bremen, na Alemanha, e como ela me conhece bem, sabe que sinto muita falta aqui no Brasil de um determinado tipo de queijo, o “Handkaes”, que lá é um dos queijos mais baratos e comuns e um dos mais fedorentos também. Se o camembert é nobre, o Handkaes é plebeu. Tem este nome (queijo de mão) porque é formatado na palma da mão. Na sua infância, o Handkaes tem uma casquinha com um interior quase transparente e macio. Conforme a idade avança, ele fica cremoso, muito cremoso, e quando fica velho mesmo, ele fica irrequieto: começa a andar (não gostaria ser mais explícita). No bairro boêmio de Frankfurt, Sachsenhausen, é servido como especialidade, o queijo no meio do prato, cercado de salsinha e cebola picada, sal e pimenta. O comilão amassa tudo com o garfo e umedece com vinho de maçã até obter uma pasta que é degustada então com pão preto, diluindo o lanche com jarras deste vinho. (Vinho de maçã não pode ser confundido com Cidra. Vinho de maçã é azedo, duro e faz misérias nos dois cérebros do ser humano...).

Cerca de quatro meses atrás, Gerda me avisou que embalou uma porção desta iguaria em várias camadas de plástico, selando ainda a vácuo e mandando tudo como presente para mim.  

Pois esta carta me comunica que é contra a lei importar queijo e que por isto, o produto importado ilegalmente será devolvido à origem.

Detalhe: No lugar de “Alemanha”, o funcionário colocou como pais de origem “Austrália”...

Heidi Lauterbach, é tradutora e tem como hobby cozinhar, artesanato, animais, leitura e família.

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

400 años de El Quijote - por Elena Cárdenas

“En un lugar de la Mancha de cuyo nombre no quiero acordarme, no ha mucho tiempo que vivía un hidalgo...

Levantamento de Peso - por Amanda Pessôa

Quer conhecer os atletas mais fortes do Mundo Olímpico? Fique de olho na modalidade de Levantamento de Peso nas Olimpíadas...

Chocolate Quente

Fonte: tudogostoso.com  Ingredientes: • 01 litro de leite • 01 lata de leite condensado • 04 colheres de sopa de chocolate em...

“Se você não parar com isso, vai apanhar...” - por Thainá Rocha

Uma introdução ao tema O assunto de hoje (e dos nossos próximos bate-papos) buscará refletir a respeito da tão polêmica pergunta...

AVALIAÇÃO - Parte integrante do processo de aprendizagem - por Aline Reis de Camargo

Planejamento e avaliação são ações indissociáveis, pois quando se planeja com intencionalidade, automaticamente a avaliação estará presente. Enquanto o planejamento...

Durma bem com o Feng Shui - por Fabiana Souza

A qualidade do sono é fundamental para a saúde física e mental. Atualmente muitos fatores n aparecem como causadores da...

Passando batom - por Giulia Aimi

Para mim, o batom é um dos itens mais desafiadores da maquiagem. É preciso ter muito cuidado para não sair...

Visual com Arte: Lápis de cor - por Vanessa Voitichoski

Autor: Vanessa Voitichoski, 15 anos. Você desenha, pinta, faz escultura, mosaico e tem vontade de participar? Envie a foto de sua...

Antonio Villeroy - Samboleria de Bolso

Grande vencedor do Prêmio Açorianos de Música, anos 2014/2015, com os troféus de Melhor Compositor de MPB, Melhor Disco de...

Exoplanetas – possíveis lares para a humanidade do futuro? - por Telmo Focht

Mas, afinal, o que é um exoplaneta? Basicamente, é um planeta orbitando uma estrela fora do Sistema Solar. E este corpo...

Patrocinadores da cultura