Visita pelo mundo Maia - por Daniel Slomp

Visita pelo mundo Maia - por Daniel Slomp

Ao pensarmos no México logo vem à mente tequila, sombreros, fiestas coloridas, Chaves & Chapolin e desertos áridos, contudo se teu destino é a Península de Yucatán encontrarás outros elementos dessa cultura. Em primeiro lugar é a região florestal mexicana, equivalente a Amazônia, e aonde surgiu, desenvolveu-se e ruiu a civilização Maia, uma das sociedades mais avançadas no conhecimento arquitetônico, astronômico, artístico e da língua escrita.

Ruínas no meio da floresta

Estive lá em 2012, ano em que terminava o ciclo do calendário Maia, e pude conhecer um pouco da cultura e crenças em torno dessa data. Fiz um roteiro que priorizava a visita às ruínas Maias e comecei por Palenque, que está coberta pela floresta e nela pude observar bem essa questão do abandono dessas cidades e da natureza retomando seu espaço por entre as antigas construções.

Altar em Mosaico, Valladolid - Yucatan

Depois fui para Campeche, uma colorida e charmosa cidade estilo colonial, cuja história está ligada a conflitos com piratas, onde visitei Edzná com seu impressionante edifício de 5 pisos.

A colonial e colorida Campeche

De lá, segui para a pacata Valladolid, cidade aconchegante, famosa pelo cacau, que serve de base para visitar os cenotes da região, que são “cavernas” aonde se pode desfrutar das águas subterrâneas, e a Chichén Itzá, principal cidade Maia, onde está o Templo de Kukulcán, em honra ao Deus "Serpente Emplumada" e outras construções preservadas que contam bem a história desse povo.

El Caracol - Observatório Astronómico de Chichén Itzá

Minha viagem terminou em Cancún, maior cidade turística da região, na qual as praias e a diversão noturna são os grandes atrativos, como o Coco Bongo, com seu divertidíssimo espetáculo noturno, no entanto não se pode deixar de visitar as ruínas de Tulum e os parques temáticos, como Xel-Há, que fica no encontro de um rio com o mar, criando um ambiente maravilhoso, no qual desfrutei de muita diversão e contato com a natureza.

Criadouro de Manatee ou peixe-boi (Trichechus trichechidae), em Xel-Há

 Daniel Vilasboas Slomp

Deixe seu comentário

Lugares que podem te interessar

view_module reorder

Cânion Fortaleza - Parque Nacional da Serra Geral

Localização: Cambará do Sul, RS - a 23 km do centro da cidade. Ver mapa Considerado um dos lugares mais bonitos...

Passeando em família pelo Itaimbezinho e Fortaleza - por Valéria de Moraes

Localizados nas proximidades do município de Cambará do Sul, na divisa entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina...

Lajeado das Margaridas - Cambará do Sul/RS

Localização: 12 km do centro de Cambará do Sul O Lajeado das Margaridas está localizado a 12Km do centro de Cambará do...

Cachoeira dos Venâncios - Cambará do Sul/RS


Localização: A 23 Km da cidade, distante 12,5 Km da RS 020. Ver mapa O município de Cambará do Sul, conhecido...

Cachoeira do Nassucar - Cambará do Sul/RS

Localização: Vale do Rio Santana, a 24 km do centro de Cambará do Sul. No Vale do Rio Santana, ao norte...

Quer saber as novidades na Usina?

Inscreva o seu email na nossa lista e receba por email

Somos contra o spam. Inscrevendo seu email na nossa lista, receberá email emails somente enquanto desejar, a Usina sempre respeitará a sua decisão, deixando sempre disponível no rodapé do email um link para cancelamento a qualquer momento, sem complicações


Parceiros na difusão cultural