Um espaço para o desenvolvimento humano - por Karine Klein

Um espaço para o desenvolvimento humano - por Karine Klein

Espiritualidade, amor e doação são os ingredientes da Fundação Projeto Terra

Existem locais que só de entrar já se sente uma boa energia. Na Rua Marechal Floriano Peixoto, nº 45, no Centro de São Chico existe um lugar assim. Uma casa azul, com um jardim na frente, emoldurada por rosas de cor tão viva que não nos deixam esquecer que é primavera. 

Ali funciona a Fundação Projeto Terra, que iniciou suas atividades em 20 de junho de 2000, pela motivação de um grupo de pessoas sensibilizadas com os crescentes problemas sociais e ambientais do município. Esse grupo enxergou a necessidade de um espaço que promovesse o ser humano e começaram os primeiros passos para estruturar uma entidade para agregar voluntários que quisessem assumir a causa da solidariedade. 

Um compromisso social transformador de vidas./ Foto: Karine Klein

Em meio a um contexto bem diferente na sociedade serrana, naquela época, assim como hoje, existiam muitas pessoas em situação de vulnerabilidade social, porém as políticas públicas de assistência social estavam recém começando, então a Fundação tornou-se um espaço fundamental para o desenvolvimento humano. Em seu início teve muito apoio jurídico e convênios com a Prefeitura, o que lhe possibilitou oferecer atividades de Reiki, oficinas de reciclagem e lanches para as crianças que mais precisavam. Porém com o passar dos anos a Fundação foi perdendo alguns desses apoios fundamentais para se manter, mas ainda assim sobreviveu, graças à força do voluntariado e às doações.

Grupo que deu início à Fundação Projeto Terra no ano de 2000./ Foto: Acervo FPT

No ano que completou seu 16º aniversário, a Fundação Projeto Terra segue viva e forte, atendendo aos seus propósitos, mesmo com as muitas mudanças pelas quais já passou, firmou-se como uma instituição muito importante em São Francisco de Paula. Para o presidente da entidade, Fábio Magalhães, ela é grande no sentido espiritual. “Aqui promovemos um trabalho espiritual muito mais forte que as pessoas pensam. E é essa força que nos mantém durante tantos anos. Aí está a diferença entre quem faz para aparecer e quem faz pelo bem, com carinho”. E complementa: “é uma escola de cidadania, cura pessoal e autoconhecimento. A Fundação não é o espaço físico, é as pessoas”. 

A Fundação foi a primeira entidade a acolher crianças em situação de vulnerabilidade social./ Foto: Acervo FPT



Atualmente conta com um grupo de cerca de 20 voluntários que apoiam o projeto, seja com seus serviços ou doações. Porém a vice-presidente da Fundação, Catarina Reis explica da dificuldade que é o trabalho voluntário no município. “Não se tem muito essa cultura aqui. Temos um espaço aberto para acolher quem se identifica com o voluntariado e com a espiritualidade, porém nem todos estão abertos para esse compromisso”, diz. Catarina também explica o que representa a Fundação para ela “é um complemento na vida. Faz parte de todo meu compromisso espiritual”, conclui.

Festa para as crianças./ Foto: Acervo FPT

Desde 2007 a principal fonte de renda da entidade é o “Galeto da Fundação”. Já tradicional no município e muito apreciado pela comunidade, o evento da comercialização de meios galetos assados e saladas variadas ocorre uma vez por mês na sede da Fundação. Os lucros com as vendas são revertidos em melhoras e manutenção do espaço físico e em compra de materiais para manter as atividades em pleno funcionamento. E elas são várias. A Fundação atualmente oferece atividades de Atendimento de Reiki nas terças-feiras das 19h30min às 21h e nas quartas-feiras das 19h às 21h30min, Floral, através de agendamento, reuniões do Seicho-No-Ie nas segundas-feiras a partir das 19h30min, grupo de Capoeira às terças e sextas-feiras, das 19h às 20h, oficina de pintura nas terças-feiras, das 14h30min às 17h e aulas de violão nas quintas-feiras, das 18h às 19h. Todas as atividades são gratuitas e abertas para qualquer pessoa, não importa a condição social, todos podem participar.

Alfabetização de adultos./ Foto: Acervo FPT

Em sua história a Fundação Projeto Terra carrega um amplo compromisso com São Francisco de Paula, tendo auxiliado inclusive no planejamento da Secretaria de Proteção do Meio Ambiente, através do Conselho Municipal do Meio Ambiente, do qual fez parte, além da articulação e viabilização de aplicação de medidas compensatórias no valor de mais de 600 mil reais para o Parque Municipal da Ronda. A Fundação também foi uma grande apoiadora da criação e desenvolvimento do Grupo Escoteiros do Ar Santos Dumont, que até o ano passado realizava suas reuniões na sede da entidade. A Fundação também teve várias parcerias com o Governo Federal, uma delas gerou aulas de cursos do Pronatec – Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego. 

A Fundação Projeto Terra apoiou a criação do Grupo Escoteiros do Ar Santos Dumont, Escoteiros da Sogipa./ Foto: Acervo FPT
Curso Pronatec – Condutores ambientais na Flona./ Foto: Acervo FPT

Muitas pessoas passaram pela Fundação Projeto Terra, seja como voluntários, profissionais, pessoas atendidas, crianças que hoje são adultos em pleno exercício de sua cidadania. Todos esses e os que ainda permanecem têm e tiveram um papel fundamental para manter acesa a chamada do bem e a energia de gratidão que emana da Fundação Projeto Terra. Hoje em torno de 50 pessoas são atendidas regularmente. Cada uma delas possui uma história para contar sobre como tomar a decisão de participar desse projeto de amor e espiritualidade fez bem para sua vida. Uma delas é Marcia Silva Camargo, 42, que há 8 anos frequenta a Oficina de Pintura da Fundação. “Logo que cheguei achei que não fosse conseguir fazer nada, mas a professora me estimulou muito e eu não desisti. Não me imagino mais sem a Fundação, além das aulas de pintura temos aulas de vida. Falamos sobre todos os assuntos, somos um grupo muito unido”, conta a dona de casa.

Oficina de Pintura em tecido e vidro./ Foto: Acervo FPT

Se você se identifica com a solidariedade, o voluntariado e a espiritualidade conheça a Fundação Projeto Terra. Mais informações através do telefone (54) 3244-3433 ou na sede da Fundação.

 

Karine Klein é jornalista e apaixonada por São Chico. Sonha viver de contar histórias e acredita que cada um pode começar a mudar o mundo.

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

São Francisco de Paula promove Beatle Weekend com atrações nacionais e internacionais

Evento ocorrerá durante três dias à beira do Lago São Bernardo, em novembro A Beatlemania no Brasil receberá um novo impulso...

Rincão Poético: Uma Linda Estrela - por Eronilda Cândida Lucena

Nossa São Chico Com tanta monstruosidade No domingo vinte de dezembro Acontece a mais absurda crueldade. Toda cidade ficou triste Perplexa...

Música - Catavento

A Catavento, formada por Leonardo Rech (guitarra/voz), Leonardo Lucena (guitarra/voz), Eduardo Panozzo (baixo/voz), Lucas Bustince (bateria) e Johhny Boaventura (teclas/voz)...

Rincão Poético: Braços de araucária - por Rafaela de Albuquerque Ivo

Araucária dos braços longos Iluminada pelos raios do astro-rei Cresce mais alta em alguns pontos E embeleza o Rio Grande...

A Leniência Brasileira - por Fabiana Souza

O estado de mansidão da alma brasileira é dar nos nervos. Até Jesus, exemplo máximo de candura e solidariedade, se...

Lição de História - por Nathan Camilo

Já é bastante usual nas cidades a presença de placas de identificação de ruas com uma descrição referente ao indivíduo...

Rincão Poético: Vida - por Evanise Bossle

Piquei palavras de papel comum,Palavras soltas de jornal comum.Piquei palavras soltas ao acaso.Fiz como o vento, levandoPétalas, folhas, sementes e...

Nova Petrópolis

No início do Século XIX, a região sul era um problema de segurança e infra estrutura para o governo central brasileiro recém liberto...

Construção verde · Um novo olhar, uma nova forma de viver - por Alejandro Gimer

A construção verde não é somente uma forma de arquitetura. Ela vai além... parte da reflexão, da mudança do olhar...

Prazer sem culpa - por Cristiane Cichelero Allgayer

Você já parou para pensar o por que, apesar de tanta informação acerca de nutrição e emagrecimento e da enorme...

Patrocinadores da cultura