Ilha de Páscoa – Chile - por Gilmar Hinchinck

Ilha de Páscoa – Chile - por Gilmar Hinchinck

Uma maravilha escondida no Pacífico

No início deste ano tive a oportunidade de conhecer o ponto habitado mais isolado do mundo, a ilha de Páscoa, situada em meio ao oceano pacífico, há 3.000 km da costa do Chile. Chegando lá, vi aquela imagem que tanto visualizei em pesquisas na internet, um pequeno espaço de terra em forma triangular, e então me caiu a ficha de que estava pousando em um dos lugares mais desejados pelos amantes de viajens. Os próximos dias foram de muita aventura e trilhas que me levaram até cavernas antigamente utilizadas pelos povos Rapa Nui e é claro as majestosas estátuas chamadas de Moais. São 887 estátuas espalhadas pela ilha, divididas em três categorias:

A primeira seria a dos Moais com olhos e pálpebras entalhados que possuem uma espécie de chapéu – denominado Pukao feito de uma pedra vulcânica avermelhada e muito porosa, tirada do vulcão "Puna Pao", e que chegavam a pesar 12 toneladas. Algumas eram posicionadas conjuntamente sobre monumentos funerários chamados "ahu" dando origem à teoria de que seriam homenagens aos ancestrais da ilha e que serviriam de proteção aos habitantes. 

A segunda  seria a das estátuas erigidas ao pé do vulcão "Rano Raraku". São estátuas com ricos desenhos e inscrições na língua rongorongo que foram terminadas, porém não possuem as pálpebras desenhadas e nem o chapéu pukao, como a linguagem rapanui, muito similar aos hieroglifos egípcios.

A terceira seria a das estátuas "tukuturi", que possuem a particularidade de ter pernas, semelhante em posição e formato às estátuas da arte pré-incaica. Nestas, as estatuas encontram-se sentadas sobre as panturrilhas com braços ao lado do corpo e algumas apresentam genitália fálica. 

Além das estátuas, a ilha possui como atrativo duas praias paradisíacas, Ovahe e Anakena, com águas de cor azul turquesa extremamente cristalinas e areias cor de rosa. A ilha oferece ainda dois espetáculos naturais: o Pôr do sol em Hanga Roa (única cidade da ilha) e o nascer do sol em Ahu Tongariki. 

Sem sombra de dúvidas a ilha de Páscoa é um dos destinos mais incríveis que já conheci pela riqueza histórica e cultural que o local oferece, assim como as paisagens e vistas de tirar o fôlego.



 

 

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

Mais importante que o pão - por Franco Vasconcellos

O curta gaúcho “Ilha das Flores”, de Jorge Furtado, encerra com a frase “Liberdade é uma palavra que o sonho...

Minha Vida Fora de Série: 1ª Temporada - por Isabela Sanchez

Mudar de cidade é difícil. Para Priscila, uma garota de 13 anos, essa mudança vai ser muito dura. Depois da...

Alimentação adequada e saudável - por Celina Valderez

"Alimentar-se não é apenas “engolir nutrientes”. É um conjunto de práticas que envolvem a escolha dos alimentos,  como eles  são...

Alimentos que auxiliam no aumento de massa magra - por Giovana Guido

É realidade de que não há um fator isolado para o ganho de massa muscular. Erra quem pensa da seguinte...

Mata de Araucária, uma floresta em nosso quintal - por Telmo Focht

Também é conhecida como Floresta Ombrófila Mista. É uma formação vegetal brasileira que se desenvolve especialmente nos estados da Região...

Lagoinha do Leste - por Thuani Farias

Lagoinha do Leste é uma praia localizada na ilha de Florianópolis, em Santa Catarina. Um recinto retirado e em plena harmonia...

Vôlei na areia: das praias californianas para o mundo - por Rodrigo Koch

O vôlei na areia (em duplas, quartetos e até sextetos) – ou vôlei de praia (beach volley) – surgiu nas...

Visual com Arte: Aquarela e nanquim - por Marcelo Capocci

Autor: Marcelo Capocci - São Paulo/ SP Técnica: aquarela e nanquim Portfólio: www.instagram.com/mcapocci {loadmodule mod_custom,Banner adsense middle article}

Bolo de 1 litro de leite - por Gabi Figueredo

Quando minha mãe chegou em casa com esta receita eu era adolescente é já tinha uma certa noção de culinária...

No todos los festivales son de música - por Elena Cárdenas

Al escuchar la palabra “festival” es fácil pensar en grandes eventos de música o quizás teatro. Sin embargo hace poco...

Patrocinadores da cultura