Bariloche: Diversão e cultura abaixo de zero - por Gilmar Hinchinck

Bariloche: Diversão e cultura abaixo de zero - por Gilmar Hinchinck

Nas minhas idas e vindas pela nossa formidável América do Sul, não poderia deixar de conhecer este lugar magnífico chamado San Carlos de Bariloche, ou simplesmente Bariloche.


Situada na província de Río Negro, na Patagônia Argentina, Bariloche é o lugar perfeito para quem quer conhecer pessoas, curtir excelentes casas noturnas e cassinos, degustar os melhores chocolates, vislumbrar paisagens de tirar o fôlego e, é claro, praticar uma infinidade de esportes radicais, sobretudo o esqui nos cerros nevados.

A cidade com cerca de 130 mil habitantes é provida de crenças e misticismo, o povo crê em duendes que supostamente habitam e protegem os bosques que contornam a cidade. Tal crença se torna notável ao circular pelas lojas e galerias do centro, as quais possuem muitas réplicas dos pequeninos. Outra crença do povo de Bariloche é no suposto monstro que habita o lago Nahuel Huapi que contorna toda a região.

O centro da cidade lembra muito a avenida Borges de Medeiros, em Gramado, é repleta de lojas e fábricas de chocolate, as quais utilizam essências de chocolate em suas portas para atrair os clientes através do aroma irresistível.

Nos Albergues estudantis é possível conhecer e fazer amizades com pessoas de todos os cantos do mundo. Fiz amizades com Colombianos, Australianos, Japoneses, Franceses e Italianos, com os quais mantenho contato até hoje.



Bariloche também possui atrativos para quem gosta de museus, entre eles é impossível deixar de citar o Museu Paleontológico de Bariloche, que se encontra às margens do Lago Nahuel Huapi. O mesmo possui fósseis de diversas espécies de animais que habitaram a região há milhões de anos, entre eles o de um Ictiossauro que teria habitado os mares patagônicos há 22 milhões de anos.

A majestosa beleza das montanhas nevadas e dos bosques, a infraestrutura impecável, a hospitalidade e cordialidade para com o turista e o majestoso Lago Nahuel Huapi, fazem de Bariloche um lugar inesquecível que faz da despedida o único momento ruim da viagem. Com certeza, quem já esteve por lá, assim como eu, carrega consigo um eterno gostinho de quero mais!!!

 

• Publicado na Revista Usina da Cultura - número 15 - Julho de 2014  

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

Os oito maiores benefícios do Tai Chi Chuan - por Celina Valderez

Em toda a China, milhares de homens, mulheres e crianças de todas as idades se juntam nos parques das cidades...

Rincão Poético: Flores - Gustavo Malagigi

Queres flores?  Vai procurar nalgum quintal Deixei-te, certo dia, declarações, amores E tu descartaste tal qual Coisa sem valor Coisa...

Sobre a responsabilidade ante o pensamento - por Lucas Rodrigues

“Um asno pode ser trágico? – Pode-se perecer sob uma carga que não se pode carregar nem lançar por terra?...

Puxando o Gatinho - por Giulia Aimi

Dicas de Maquiagem Hello 2016! A dica da edição passada foi sobre delineado perfeito. Como prometido, voltei para ajudar vocês a...

Atividades - Envelope para Carta

Aquela cartinha que você vai querer fazer para seus amigos e família no Natal, vai ficar ainda  ais linda com...

MAM - Museu de Arte Moderna de São Paulo

Sem fins lucrativos, o Museu de Arte Moderna de São Paulo é uma sociedade civil de interesse público, fundada em...

Como esfumar? - por Giulia Aimi

Esquecido por algumas e temido por outras, o esfumado (e não esfumaçado) é uma das maiores dúvidas quando o assunto...

O preço do turismo - por Elena Cárdenas

Freddie Mercury e Montserrat Caballé foram responsáveis pela abertura dos Jogos Olímpicos em 1992, com a canção “Barcelona”. Foi um...

Já é quase 2.015 - por Franco Vasconcellos

Há alguns dias, aguardamos o sorteio da Mega da Virada, comemos lentilhas, bebemos espumante... fizemos resoluções... Entramos em 2.014 com a...

O dono do carnaval - por Franco Vasconcellos

Tá chegando o carnaval... a festa de Momo. Sei que após ler o que segue, alguns irão me taxar de...

Patrocinadores da cultura