Amigos para sempre? - por Mercedes Sanchez

Amigos para sempre? - por Mercedes Sanchez

Amigo é coisa para se guardar no lado esquerdo do peito, mesmo que o tempo e a distância, digam não, mesmo esquecendo a canção. O que importa é ouvir a voz que vem do coração. 

(Milton Nascimento)


Todos nos temos vínculos de sangue e sabemos o que isso significa em nossa vida.
Em primeiro lugar, não estar sozinhos neste mundo. Sentir-nos amparados e acompanhados em nossas necessidades. Sentir-nos amados e protegidos. Ter a quem amar sem esperar retorno por isso, sem cobranças e aceitação.
Este vínculo também pode se transformar em uma bela amizade, como ocorre muitas vezes entre os casais que compartilham sua vida durante muito tempo.
Além dos vínculos de sangue, a amizade surge como necessidade na vida do ser humano, de compartilhar, de amar e ser amado, de respeitar e ser respeitado.
A verdadeira amizade é como o perfume da flor que mesmo não estando presente se manifesta e completa nosso ser.





Felicidade! É inútil buscá-la em qualquer outro lugar que não seja no calor das relações humanas... Só um bom amigo pode levar-nos pela mão e nos libertar. (Terra dos Homens - 1939) Antoine de Saint-Exupéry

A maior riqueza do ser humano é ter um AMIGO.

AMIGO é aquele que se dá sem esperar, é aquele que por ser nosso amigo dignifica a raça humana, a eleva de condição, pois demonstra com sua própria vida que é possível amar o outro incondicionalmente, sem querer que seja como gostaria que fosse. O ama e aceita como é.

Mas, este tipo de amizade é real?

Desde pequeno escutamos de nossos pais e professores a importância de ter bons amigos. “Diz-me com quem andas e te direi que eres(quem és)”, é uma frase típica para determinar as pessoas e enquadrá-las no que a sociedade considera certo ou errado.
A amizade surge naturalmente, é uma sintonia entre as pessoas que muitas vezes não tem explicação, mas um se completa com o outro, se sentem bem. São felizes.
A verdadeira amizade não se alimenta pela proximidade, senão por estar presente na vida do outro, em seus pensamentos, em suas preocupações, em suas lembranças e em suas necessidades. Podemos ter um amigo a quilômetros de distância e sentir-nos próximos. Podemos não saber das peculiaridades de sua vida, sem distanciar-nos por isso e, em um novo reencontro, sentir que nada nos afastou durante o tempo que passou.
Muitos “amigos” passam em nossa vida. São “amigos” pelas circunstâncias, de trabalho, de estudo, de juventude... mas só os verdadeiros permanecem.

A amizade deve ser cultivada, com pensamentos e atitudes, para que permaneça. Amar a nossos amigos, preocupar-nos por eles e, de alguma forma, estar presentes em sua vida.


Mercedes Sánchez, educadora de longa trajetória na educação brasileira, com a constante preo cupação de procurar meios que possibilitem o desenvolvimento do ser humano.

 • Publicado na Revista Usina da Cultura - número 17 - Setembro de 2014

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

Rincão Poético: Jeito Orestes Leite de ser - por José Luis do Nascimento

  No ano de 1964, lá no Bairro do Rincão nascia uma instituição que se dedicaria ao ensino, acolhendo meninas e...

Arco-Jesus-Íris - por JackMichel

Na colorida época do Flower Power Satanás decide visitar o arco-íris psicodélico de Jesus Cristo e, lá chegando, o louro...

Corrida: Corra o risco de ser feliz! - por Márcio de Avila Palermo

A corrida é um sucesso! Pesquisas recentes indicam como sendo um dos esportes mais praticados no país. Este dado é facilmente percebido a...

Vamos refletir! - por Mercedes Sanchez

Chegam a festas de fim de ano e a hora de fazer uma reflexão de como vivemos o ano que...

Mãe Reflorestadora - por Liti Belinha Rheinheimer

Quando eu era criança, nossa família vivia num sítio. Década de 1930 a 1950, em Gramado. Em 1930, meus pais...

Ilha de Páscoa – Chile - por Gilmar Hinchinck

Uma maravilha escondida no Pacífico No início deste ano tive a oportunidade de conhecer o ponto habitado mais isolado do mundo...

Liquidâmbar– uma árvore embelezando nossas calçadas e nossa cidade - por Telmo Focht

Seu outro nome popular é árvore-do-âmbar. Seu nome científico é Liquidambar styraciflua e sua distribuição original varia dos Estados Unidos...

Esponjas para maquiar - por Giulia Aimi

"Tão úteis quanto os pincéis, são as esponjinhas para maquiagem." Elas podem vir em vários formatos, cores, tamanhos, mas possuem a...

Sabia que?...

... O mel pode durar centenas de anos? Nas câmaras subterrâneas do Egito antigo, onde eram deixados alimentos em homenagem...

Filtro de barro: saudável e econômico

Na era tecnológica, em que a tradição perde lugar para produtos modernos e multifuncionais, um estudo norte-americano provou que o...

Patrocinadores da cultura