São Jorge, Goiás - por Glauber Vieira Ferreira

São Jorge, Goiás - por Glauber Vieira Ferreira

  • São Jorge é um povoado do norte goiano, pertencente à Alto Paraíso de Goiás. Não chega a mil habitantes e é muito visitada por brasilienses, por ser a porta de entrada do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. No interior do parque, guias são obrigatórios e podem ser feitas dois tipos de trilhas, as que priorizam os cânions e as que dão prioridade às cachoeiras.


Outros lugares interessantes próximos são as cachoeiras Almécegas, São Bento, Raizama, Morada do Sol, além da Serra da Baleia. Contudo, muitos visitam o povoado sem a intenção de entrar no parque. A própria vila é uma atração em si, com seus bistrôs charmosos, pousadas, lojas de artesanato e a Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge. Além disso, há uma aura de misticismo pairando sobre o lugar, que se reflete em atividades como yoga e meditação. Nas suas proximidades, o mais famoso de seus pontos turísticos é o Vale da Lua, caracterizado por pedras cinzentas ao redor de um rio, possuindo esse nome por lembrar a superfície da Lua.




São Jorge tinha o nome de Baixa (por estar localizado em um local mais baixo que Alto Paraíso), e era formado por garimpeiros que viviam da subtração de cristais, mercado que oscilou muito a partir de 1951. A troca de nome para o do santo surgiu por sugestão de um morador, a fim de elevar a autoestima dos habitantes, pois São Jorge vive no alto, e eles viviam na baixa...
São Jorge também sedia o Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros, e em julho de 2015 acontece a 15a edição. Durante alguns dias, há apresentação de grupos de danças, como catira e congo, apresentações musicais e oficinas de cultura.
O povoado dista cerca de 230 km de Brasília. Para chegar, pega-se a BR 010 até Alto Paraíso de Goiás, de onde se acessa a entrada para a vila. De alto Paraíso a São Jorge são 36 km.

Glauber Vieira Ferreira


• Publicado na Revista Usina da Cultura - número 24 - Maio de 2015

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

A noite em que a cultura sai às ruas - por Elena Cárdenas

Façamos uma brincadeira: O que tem em comum o galeão, o chocolate, a fotografia e os robots? Pois é, todos...

Renovação e rotina - por Mercedes Sanchez

Renovação... a palavra mais almejada no começo de um novo ano. Como por arte de magia, colocamos nossa vida na balança...

Visual com Arte: Tentando achar respostas - por Guilherme Ferreira

Obra: "Tentando achar respostas” Artista: Guilherme Ferreira Técnica: Acrílica sobre tela Cidade: Gravataí/RS Foto: Theo Samuel Obra: "Sem perceber meu...

Cartagena das Índias - por Cristiane Serpa

Cartagena das Índias fica à beira do mar do Caribe. A primeira visão que tive foi da Cidade Amuralhada, parte antiga de...

4.0 (a hora do desassossego) - por Franco Vasconcellos

Achava que quando fosse um velho, de quarenta anos, estaria entregue às baratas. Já contei pra vocês que nem lembro...

Alimentação adequada e saudável - por Celina Valderez

"Alimentar-se não é apenas “engolir nutrientes”. É um conjunto de práticas que envolvem a escolha dos alimentos,  como eles  são...

Peixe Grelhado - por Gabi Figueredo

Sabe aquele filé de peixe grelhado? Pode ficar ainda mais interessante com um belo molho de camarão o acompanhando. Nesta...

Humanidade baixa - por Franco Vasconcellos

Sou servidor público. Em meu trabalho, entre outras funções, está a de atender o público. O público é o mais...

Puxando o Gatinho - por Giulia Aimi

Dicas de Maquiagem Hello 2016! A dica da edição passada foi sobre delineado perfeito. Como prometido, voltei para ajudar vocês a...

No todos los festivales son de música - por Elena Cárdenas

Al escuchar la palabra “festival” es fácil pensar en grandes eventos de música o quizás teatro. Sin embargo hace poco...

Patrocinadores da cultura