8 de Março - Dia Internacional da Mulher

8 de Março - Dia Internacional da Mulher

O dia Internacional da Mulher está marcado por uma série de lutas e reivindicações ante as sociedades de diversos países, em procura do reconhecimento e igualdade de direitos da mulher na sociedade. 

Em 8 de março de 1857, um grupo de mulheres trabalhadoras nas fábricas de tecelagem tomou a decisão de sair as ruas de Nova York em protesto pelas precárias condições de trabalho que tinham. A partir desta data diversos movimentos neste sentido se sucederam, como por exemplo, greves, protestos e reclamações pela igualdade salarial, a diminuição da jornada de trabalho a 10 horas e um tempo para poder amamentar seus lhos. Estes protestos trouxeram uma série de complicações e mortes de mulheres por parte de empresários que se negavam a conceder o espaço que era reivindicado. 

Em 1910, durante a Segunda Conferência Internacional de Mulheres Trabalhadoras, celebrada em Copenhage (Dinamarca), mais de 100 mulheres aprovaram declarar o dia 8 de março como Dia Internacional da Mulher Trabalhadora, sendo que hoje se celebra como o “Dia Internacional da Mulher”. 

Muitas mudanças houveram neste sentido na sociedade mundial e apesar de que ainda existem diferenças salariais entre homens e mulheres, entre outras, a mulher hoje tem possibilidades de profissionalização, de reconhecimento e o espaço conquistado para fazer valer seus direitos de cidadã. 

O Dia Internacional da Mulher alcançou, durante o século XX e inícios do XXI, uma dimensão mundial. O movimento internacional em defesa dos direitos da mulher é crescente e amparado pela Organização das Nações Unidas. 

Cora Coralina, poetisa brasileira nos deixa um belo poema que muito bem retrata sua condição de ser mulher:

“Procuro semear otimismo e plantar sementes de paz e justiça. Digo o que penso, com esperança. Penso no que faço, com fé. Faço o que devo fazer, com amor. Eu me esforço para ser cada dia melhor, pois bondade também se aprende. Mesmo quando tudo parece desabar, cabe a mim decidir entre rir ou chorar, ir ou car, desistir ou lutar; porque descobri no caminho incerto da vida, que o mais importante é o decidir”. (Cora Coralina) 

Cora Coralina foi uma poetisa e contista brasileira. Considerada uma das principais escritoras brasileiras, ela teve seu primeiro livro publicado quando já tinha quase 76 anos de idade. Mulher simples, doceira de profissão, viveu longe dos grandes centros urbanos, alheia a modismos literários, produziu uma obra rica em motivos do cotidiano do interior brasileiro. 

Deixe seu comentário

Lugares que podem te interessar

view_module reorder

Passeando em família pelo Itaimbezinho e Fortaleza - por Valéria de Moraes

Localizados nas proximidades do município de Cambará do Sul, na divisa entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina...

Cachoeira dos Venâncios - Cambará do Sul/RS


Localização: A 23 Km da cidade, distante 12,5 Km da RS 020. Ver mapa O município de Cambará do Sul, conhecido...

Cachoeira do Nassucar - Cambará do Sul/RS

Localização: Vale do Rio Santana, a 24 km do centro de Cambará do Sul. No Vale do Rio Santana, ao norte...

Cachoeira do Tio França - Cambará do Sul/RS

Localizada a 3 Km da cidade de Cambará do Sul, é onde o arroio Campo Bom despenca para formar uma...

Cânion Churriado - Parque Nacional da Serra Geral

Localização: Parque Nacional da Serra Geral, o cânion está a 23 quilômetros de Cambará do Sul, RS. Localizado a 23 Km de...

Quer saber as novidades na Usina?

Inscreva o seu email na nossa lista e receba por email

Somos contra o spam. Inscrevendo seu email na nossa lista, receberá email emails somente enquanto desejar, a Usina sempre respeitará a sua decisão, deixando sempre disponível no rodapé do email um link para cancelamento a qualquer momento, sem complicações


Parceiros na difusão cultural