O que é "Accountability"? - por Márcio Barcelos

O que é "Accountability"? - por Márcio Barcelos

O conceito de “accountability” é dos mais importantes tanto no vocabulário da moderna administração pública quanto no debate sobre democracia e gestão pública no âmbito da Ciência Política. Contudo, e infelizmente, ainda não existe uma tradução exata desse termo em língua portuguesa. 

Grosso modo, “accountability” quer dizer “responsabilização daqueles que administram os interesses de outros”. Quando uma pessoa está em uma posição de administrar “coisas” que são do interesse de todos, ou de uma determinada coletividade, ela deve “dar conta” de suas ações. Ela deve ser responsabilizada por suas ações junto àqueles que são diretamente interessados. Estes interessados, por sua vez, devem ter informações sobre o que está acontecendo, e assim avaliar aqueles que estão conduzindo as coisas. 

O gestor público, o político eleito, o funcionário público, são, antes de tudo, gestores/administradores de algo que pertence a toda a sociedade. Sendo assim, devem ser responsabilizados, devem prestar contas de seus atos a toda a sociedade.



   

Contudo, não basta dizer: “os políticos devem ser responsabilizados”. Afinal, é muito fácil colocar a culpa de tudo o que há de ruim nos políticos, ou na classe política. Essa é uma atitude muito comum no Brasil. Mas é uma atitude hipócrita e ineficaz. Accountability exige que as pessoas exerçam sua cidadania, que sejam ativas, que tenham interesse nas questões públicas. Que procurem saber o que ocorre no âmbito público, que sejam questionadoras e vigilantes. É necessário ir muito além do que simplesmente colocar a culpa “nos políticos”. 

Accountability só existe quando há cidadania ativa e consciente. E isso vai muito além do que simplesmente falar mal desse ou daquele político, desse ou daquele partido. Tem a ver com uma preocupação genuína e honesta com o que é público, com o que é da sociedade, com o que é de todos/todas nós. E aqui não se está dizendo nada de novo. 

Alexis de Tocqueville, mais de 200 anos atrás, já dizia que o suporte maior da liberdade com igualdade estava na ação cívica dos cidadãos e sua participação ativa nos negócios públicos.

Márcio Barcelos, Sociólogo.

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

Lixo separado, ambiente preservado - por Celina Valderez

Você sabe porque a separação de lixo é entre ORGÂNICO e SECO? Orgânico restos de cozinha, papel higiênico, fraldas Seco plástico, papel Você sabia que 70% do lixo...

O Resto da Viagem de Ida - por Franco Vasconcellos

Retomando da história da semana passada: Entraram na casa da nossa anfitriã e fizeram uma bagunça fenomenal. Ficamos muito chateados...

Muy capaces - por Elena Cárdenas

Você conhece a canção “Paint in Black”, dos Rolling Stones? Me veio à mente o que aconteceria se Mick Jagger...

Ajuste de balanço de brancos - por Silvio Kronbauer

Sabe aquelas imagens de cores quentes, aconchegantes? E aquelas imagens de tons frios, que passam certa melancolia a uma cena?...

Cresceram mesmo - por Franco Vasconcellos

Não. Não me venham dizer que as meninas cresceram! Sempre sonhei com a menininha parceira que dizem que toda menina...

Visual com Arte: Pintura Digital - por Renan Moraes

A bela ilustração da ruiva, na imagem, é de Renan Moraes e foi publicada na seção Visual com arte, na...

De Tapas - por Elena Cárdenas

Existem muitos costumes que definem as características do povo espanhol. Uma das mais difundidas é o que se chama “ir...

Visual com arte: Pássaros - por Regina Ávila da Silva

Técnica: Óleo sobre tela. Guardião Intruso {loadmodule mod_custom,Banner adsense middle article} Visitante Regina Ávila da Silva - Pelotas/ RS

O interesse ou as ideias nos governam? - por Luís Osório Cardoso de Moraes

Pode-se dizer, mais acertadamente, que pelas ideias, pela ideologia, que dá operacionalidade àquele interesse - até então - mera potencialidade...

Plantas Medicinais – uma farmácia a céu aberto, e pode estar em nosso quintal! - por Telmo Focht

Na edição passada, comentamos sobre plantas tóxicas. Vamos aproveitar a carona no tema saúde e comentar agora sobre algumas plantas...

Patrocinadores da cultura