Não trema na foto! - por Silvio Kronbauer

Não trema na foto! - por Silvio Kronbauer

Essa é outra coisa que aborrece fotógrafos: foto tremida! Por que isso ocorre? Esse é o assunto de hoje. Tem quem confunda foto tremida com foto desfocada, mas deve-se cuidar para não confundir. O desfoque é homogêneo, o tremido aparenta ser um "rastro".

Normalmente as fotos saem com tremido (ou blurring, do inglês) quando a velocidade de disparo é muito baixa (menos que 1/50s em lentes normais), e o (d)efeito pode ter duas origens: ou o movimento da mão do fotógrafo, ou o do sujeito que está sendo fotografado.



Muitas câmeras possuem sistemas de estabilização de imagem (ou "redução de vibração"), que permitem fazer fotos com velocidades menores sem tremer tanto. Mas este recurso, além de não ser disponível em todos os equipamentos, ainda é limitado.

Então temos três opções! A mais lógica é aumentar a sensibilidade (o ISO) da câmera ou filme, ou a abertura. Quanto não é possível, outra alternativa (em fotos de gente, por exemplo) é pedir para as pessoas ficarem paradas em pose e não se moverem (trancarem o ar, literalmente), além de segurar firmemente a câmera, e a terceira é justamente tentar imobilizar a câmera (se possível com um monopé ou tripé). Fica a dica!

Silvio Kronbauer, artista fotográfico especializado em fotografia de paisagens e natureza.

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

Previsão do tempo de antigamente - por José Carlos Santos da Fonseca

Foto de: Alex Haas Antigamente as previsões do tempo eram baseadas por pistas fornecidas pela natureza e muitas vezes aconteciam conforme o previsto...

Solidariedade ou Tolerância - por Cláudia Santos Duarte

Buscar palavras no dicionário e refletir sobre os significados contidos em cada uma delas é uma tarefa, no mínimo, interessante, pois pensando sobre...

Nesta vida, tudo passa... - por Mercedes Sanchez

A vida é um contÍnuo devenir. TUDO PASSA... Passam os anos, as vidas das pessoas, suas obras, seus sonhos e possibilidades. Em realidade...

Rincão Poético: Usina da cultura, fábrica de sonhos - por Valdecir Minuscoli

Usina da cultura Fabrica de sonhos Páginas de aventuras Viagem ao centro da alma Buscando conhecimento Mistura entretenimento Com um...

Em vez de x Ao invés de - por Aline Aguiar

Em vez de x Ao invés de  “Em vez de” pode ser substituído por “no lugar de”. Exemplo: Em vez de viajar...

A mulher negra na história - por Ângela Nascimento

No mês de março comemora-se o Dia Internacional da Mulher, elas recebem abraços, flores e presentes de quem as admiram...

Rota do Sol - No caminho do litoral

Ver mapa Verão, época de praia! Até pouco tempo atrás os gaúchos da Serra precisavam fazer um grande percurso, ou acessar...

A pior solidão está no sentimento de inferioridade - por Daniel Grandinetti

As redes sociais imitam a vida. Assim como nas redes sociais as pessoas estão preocupadas em passar a imagem de...

Polo Aquático - por Amanda Pessôa

Parece futebol, mas é jogado com as mãos. Parece voleibol, mas o objetivo é fazer gols. Parece handebol, mas é...

Rocambole de Sardinha

Ingredientes Massa: 02 xícaras de farinha de trigo 1/2 xícara de leite 02 colheres (sopa) de óleo 01 colher (café) de...

Patrocinadores da cultura