Fazendo meu filme • Paula Pimenta - por Isabela Sanchez

Fazendo meu filme • Paula Pimenta - por Isabela Sanchez

Já viu aquela história romântica e engraçada que te faz chorar, rir, sentir um pouco de raiva, chorar de novo, rir mais ainda e sentir como se estivesse no lugar daquele personagem? Pois é, em "Fazendo Meu Filme" não é diferente.

Logo no primeiro livro, "A estreia de Fani", me apaixonei pela história e gostei ainda mais da continuidade que ela tinha de "Minha Vida Fora de Série", mas, como muitos devem saber, "Fazendo Meu Filme" foi lançado primeiro. Se você quiser entender um pouco do que aconteceu antes dessa história e desde a visão de outra personagem (também não ganhando spoilers de "Minha Vida Fora de Série"), aconselho ler esse livro antes. E, se quiser ler "Fazendo Meu Filme" primeiro, não vai afetar em nada na diversão que o livro nos traz (a pesar de haver alguns spoilers, como já disse antes).

Estefânia é uma garota de 16 anos que é viciada em filmes, não gosta de seu nome e prefere ser chamada de Fani, e acaba sendo inscrita para participar de um intercâmbio. A história que se passa no decorrer do livro mostra os momentos antes do intercâmbio, o frio na barriga na hora de torcer pra tudo dar certo, a possível descoberta de um amor não considerado anteriormente, alguma que outra amizade reforçada, e-mails, MSNs e ligações que são trocados durante todo o decorrer do livro, as listas e classificações de filmes que Fani faz, e, principalmente, as citações de filmes no começo de cada capítulo, que descrevem os sentimentos da personagem naquela parte da história. Além dessas citações, temos musicas nacionais e internacionais que ganham playlists no livro, mostrando como o personagem que a coloca pra tocar se sente, e que até foram usadas em certas ocasiões...

Se você gosta de filmes e de romance, esse livro é perfeito pra você, eu adorei e ainda fiquei com um gostinho de "quero mais" no final. Garanto que não vai desgrudar até a última página e que vai se apaixonar tanto pelos personagens de "Minha Vida Fora de Série" como pelos de "Fazendo Meu Filme", independente da ordem em que você ler. Boa leitura e até a próxima!

Isabela Sanchez é viciada em livros de romance e aventura, adora séries de TV e RPG.



O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

Música - Lara & Jackpot Band - Ride around in trouble!

Lara & Jackpot Band, banda que iniciou seus trabalhos há poucos meses atrás com um single poderoso, elogiado no estúdio...

Minha Vida Fora de Série: 1ª Temporada - por Isabela Sanchez

Mudar de cidade é difícil. Para Priscila, uma garota de 13 anos, essa mudança vai ser muito dura. Depois da...

Como fazer minha máscara de cílios “funcionar”? - por Giulia Aimi

Por muitas vezes, eu me encontrei pensando em como fazer para que os meus cílios ficassem com o efeito prometido...

Entre a ditadura e a democracia: 50 ANOS DO GOLPE DE 64 - por Cláudia Santos Duarte

Em 2014 completaram 50 anos do Golpe de 64, que instaurou a ditadura civil-militar no Brasil.  Para alguns, é novidade saber...

Sociedade Espírita Paz e Amor - Tatiana M. Reis

O que é o Espiritismo? É o conjunto de princípios e leis, revelados pelos Espíritos Superiores, contidos nas obras de Allan...

Mata de Araucária, uma floresta em nosso quintal - por Telmo Focht

Também é conhecida como Floresta Ombrófila Mista. É uma formação vegetal brasileira que se desenvolve especialmente nos estados da Região...

Anéis de cebola

Ingredientes: - 4 cebolas grandes- 1 xícara de chá de farinha de trigo- 1 xícara de cerveja (250ml)- 1 ovo- Pimenta...

O melhor da Patagônia Argentina - por Cristiane Serpa

Fotos: Cristiane Serpa e Gilmar Hinchinck Gelo, natureza e aventura, é isso que encontramos na Patagônia! Foi onde eu e um...

Livro - Uma visão de mundo - por Elma Sant’ Ana

Uma visão de mundo Jõao Fabrício de Morais / Elma Sant’ Ana  “ Dr. JOÃO FABRÍCIO DE MORAIS, missioneiro de São Luiz...

A Pedra - por Antonio Pereira Apon

Texto: Antonio Pereira Apon. O distraído, nela tropeçou, o bruto a usou como projétil, o empreendedor, usando-a construiu, o campônio, cansado da lida, dela fez...

Patrocinadores da cultura