Palavras não Ditas - por Jéssica Gomes

Palavras não Ditas - por Jéssica Gomes

Dizem que alguns escrevem histórias que vivenciaram e outros ficção, eu por outro lado, prefiro as histórias inventadas. A ficção me atrai, não me pergunte porquê, não entenderia minha resposta, pois gosto de escrever histórias que não são reais, mas que se fossem iria adorar fazer parte delas.
Posso não ser a mais nobre de todas as criaturas, mas ao menos sei reconhecer quando perco. Não sou o tipo de pessoa que fica fazendo promessas ao vento, muito menos a que entra em batalhas que já estão perdidas mesmo antes de começarem.
Amo a vida mais do que ela própria, desejo a imortalidade, entretanto não tenho certeza se suportaria perder os que amo. Parece tão egoísta querer viver para sempre e deixar as pessoas que amo morrerem, mas afinal, qual é a desse sentimento chamado amor, que chega quando menos esperamos de uma maneira inacreditável, bagunçando nossa vida, tirando nosso sono, nossa fome, fazendo com que andemos no mundo da lua, tocando as estrelas, sonhando acordado e de repente, parte de nossas vidas deixando somente a lembrança de dias felizes.


Sei que não é fácil me ter como amiga, mas se estão ao meu lado é porque sabem que por trás de todos os meus defeitos e rompantes de loucura, existe alguém capaz de enfrentar o mundo para te ver feliz.
Desejar a imortalidade é como lutar contra a corrente da vida, e só verdadeiros guerreiros lutam contra a corrente e saem vitoriosos, mas do que adianta ser forte o bastante para vencer a corrente e não ser forte para vencer o tempo?
Se escolher a imortalidade, o tempo será para sempre meu inimigo. Ele até pode curar tudo, mas não iluda-se o tempo é cruel e não espera ninguém, simplesmente passa atropelando tudo e vai embora sem pedir desculpas.
Não tenha medo de sonhar alto, não porque sonhar é de graça e sim, porque sem os sonhos você deixa de existir. Os sonhos nos motivam a viver o bastante para realizá-los e sem isso, não há razão para a felicidade, pois os meus sonhos fazem de mim quem sou. Viver cada dia como se não houvesse amanhã não é um mal conselho, mas dormir sabendo que estarei aqui ainda para lutar mais um dia por meus sonhos, é muito melhor e isso me tornará imortal mesmo sabendo que na verdade, não passo de uma mera mortal sonhando acordada e tentando virara lenda porque só as lendas vivem para sempre.

Jéssica Carolina Gomes

Deixe seu comentário

Lugares que podem te interessar

view_module reorder

Cânion Churriado - Parque Nacional da Serra Geral

Localização: Parque Nacional da Serra Geral, o cânion está a 23 quilômetros de Cambará do Sul, RS. Localizado a 23 Km de...

Cachoeira dos Venâncios - Cambará do Sul/RS


Localização: A 23 Km da cidade, distante 12,5 Km da RS 020. Ver mapa O município de Cambará do Sul, conhecido...

Lajeado das Margaridas - Cambará do Sul/RS

Localização: 12 km do centro de Cambará do Sul O Lajeado das Margaridas está localizado a 12Km do centro de Cambará do...

Cachoeira do Nassucar - Cambará do Sul/RS

Localização: Vale do Rio Santana, a 24 km do centro de Cambará do Sul. No Vale do Rio Santana, ao norte...

Cachoeira do Tio França - Cambará do Sul/RS

Localizada a 3 Km da cidade de Cambará do Sul, é onde o arroio Campo Bom despenca para formar uma...

Quer saber as novidades na Usina?

Inscreva o seu email na nossa lista e receba por email

Somos contra o spam. Inscrevendo seu email na nossa lista, receberá email emails somente enquanto desejar, a Usina sempre respeitará a sua decisão, deixando sempre disponível no rodapé do email um link para cancelamento a qualquer momento, sem complicações


Parceiros na difusão cultural