Macaé (Rio de Janeiro) - por Daiane Barcelos

Macaé (Rio de Janeiro) - por Daiane Barcelos

Cidade bicentenária, situada no litoral do estado do Rio de Janeiro, Macaé é um município de grande extensão territorial, possuindo serra e litoral dentro de seus limites. É uma cidade histórica, e sua arquitetura divide espaço entre modernas construções e prédios antigos, como o prédio onde hoje está a Câmara de Vereadores. Ele foi construído em 1838, e chegou a acolher D. Pedro II, em visita a cidade de Macaé, ou ainda o Castelo Monte Elísio, construído em 1852, que segundo a tradição, hospedava periodicamente a princesa Isabel e seus familiares. 

Macaé, no entanto, tem muito mais a oferecer, pois possui um imenso litoral, formado por várias praias.  As mais famosas são as praias dos Cavaleiros e do Pecado. A primeira tem cerca de 1.500 metros de extensão, é uma praia que abriga os principais bares e restaurantes, e sua variedade gastronômica atrai os turistas à noite, sendo a orla o principal point.  Mas durante o dia, as atrações são outras, como bodyboard, kity surf, vôlei de praia, futevôlei e é claro, o banho de mar. Já a praia do Pecado, é ideal para a prática de surf e bodyboard, e também é procurada por banhistas que praticam a pesca de linha e a pesca de mergulho junto ao costão.

Porém a fama de Macaé não está em suas praias, mas em seu petróleo.  Há 38 anos Macaé inseriu a realidade petrolífera em seu contexto a partir da instalação da Petrobras. Naquela época havia muito mais dúvidas do que certezas com relação a exploração do petróleo, mas com o passar do tempo, Macaé foi se destacando no cenário internacional e atualmente ela é responsáveis por 84% da produção do petróleo nacional e 40% do gás. Com Macaé, o Brasil descobriu como chegar a autossuficiência em 2006 e adentrou no universo do pré-sal, a maior descoberta do mundo do petróleo nas últimas décadas.

Desta forma, mesmo com uma relevante história e belas praias, Macaé se torna mais convidativa quando o assunto é crescimento profissional e financeiro e talvez por isso, receba pessoas de todas as partes do Brasil e do mundo para ali investir e permanecer.  



O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

Torta folhada de carne com legumes - por Filipe Valim Traslatti

Ingredientes: - 400 g carne moída - 01 cebola picada em quadrados grandes - 03 Colheres (S) de massa de...

A Arte do Acaso - por Alexandre Kury Port

A vida nos surpreende a cada dia, se organiza e reorganiza, seja de forma caótica ou exemplar. Sempre que temos...

A assustadora língua do português - por Franco Vasconcellos

Estava eu a tomar uma chávena de chá, quando avistei na montra de sandes, um de fiambre. Peguei a bicha...

Soufflé de Chocolate - por Leonardo dos Santos

Ingredientes: •1 xíc. (chá) de Leite integral • 40g de Farinha de trigo • 40g de Manteiga sem sal • 120g...

Batalha dos Porongos - Uma data histórica, recheada de dúvidas... - por Léo Ribeiro

No último dia 14 de novembro comemorou-se 170 anos de um fato histórico, político e social de muita relevância dentro...

Bolinho de Chuva - por Tânia D’El Rei Silveira

Ingredientes: - 1 ovo grande batido - 1 xícara de leite frio - 1 colher de sopa de manteiga -...

Queijo Serrano: Alimento e tradição - por Sandra Mallmann

Os alimentos, assim como a dança, a vestimenta e os costumes, fazem parte da cultura de um povo, identificando-o e...

Sorvete - por Ana Sanchez Souza

Ingredientes: • 1 lata de leite condensado • a mesma medida de leite (1 lata) • 2 ovos (separados em gemas...

Reparar na x Reparar a - por Aline Aguiar

O verbo “reparar” possui dois significados. Com a preposição pode ser substituído por notar, observar. Ou seja, deve ser escrito com...

Região das Hortênsias - Beleza e encanto na Serra Gaúcha

Foto: Divulgação Prefeitura Municipal de Gramado A Região das Hortênsias, rodeada de hortênsias e araucárias centenárias, é formada pelas cidades mais...

Patrocinadores da cultura