A fotografia de paisagem como forma de arte - por Silvio Kronbauer

A fotografia de paisagem como forma de arte - por Silvio Kronbauer

Considerada, por muitos, uma forma de expressão artística, a fotografia é hoje uma das mais usadas, e mais bem vistas, ferramentas de comunicação, talvez justamente pela expressão clara da cena registrada. Como dizem: uma imagem vale por mil palavras, ou pelo contrário, pois a imagem pode deixar uma vasta gama de interpretações. Talvez, ainda, pelo fato de não se precisar ficar lendo, como é o caso da comunicação escrita. Mas nem sempre passamos, através de uma fotografia, a beleza da cena que vemos, ou que pensávamos captar, pois a maioria dos equipamentos de hoje, mais voltados para o instantâneo, como é o caso dos smartphones e tablets, não oferecem qualidade e recursos para tal.

Um tipo de fotografia cada vez mais difundido como arte é a fotografia de paisagens, e um dos seus principais intuitos, para muitos fotógrafos, é transmitir uma visão dotada de beleza, o que faz com que as pessoas passem a apreciar um cenário que, por ser corriqueiro, às vezes passa despercebido. Ela vem despertando cada vez mais o gosto de novos artistas, embora nem todos se satisfaçam com os resultados obtidos com suas máquinas. Não que se precise ter um superequipamento para fazer esse tipo de fotografia, mas o fato é que é necessário muito estudo e dedicação para se tirar o melhor desta arte, assim como de qualquer outra.

Não é simplesmente apontando a câmera para um cenário e apertando um botão que teremos uma foto digna de capa de revista. A facilidade de se fazer fotografias, oriunda dessa era digital, ilude um pouco os principiantes. É preciso estudar para se ter o controle real dos fatores que influenciam na qualidade do registro, assim como era feito na época analógica (dos filmes). Há os que tenham o “dom da coisa”, sim, mas estes são exceção. E os artistas natos também se aperfeiçoam com o estudo. Ansel Adams não nasceu sabendo tudo. Mesmo Marc Adamus, tido como o melhor fotógrafo da era digital, estudou para fazer o que faz, e muito!

Na fotografia de paisagens, pode-se dizer que não existe controle do fotógrafo sobre as condições das luzes, então conhecer previamente as variações de iluminação do cenário é fundamental. E muitas vezes o tempo não colabora, daí se faz necessário voltar várias vezes ao mesmo local. Parece uma tarefa cansativa, mas faz parte do aprendizado e, para quem é apaixonado por este lado artístico, compensa. Dizia o grande fotógrafo brasileiro Alex Uchoa: “boas fotos vêm de um somatório de oportunidade e preparação”. Esta preparação provém de muito estudo e muita prática. As oportunidades de se fazer belos registros (as condições espetaculares de luz) seguidamente aparecem, basta esperar ou procurar.

Que tenhamos, então, enquanto artistas, a preparação necessária para transformar nossas capturas em obras de arte. Parafraseando o Henri Cartier-Bresson: “Fotografar é colocar na mesma linha de mira, a cabeça, o olho e o coração”. Precisamos deixar nossa cabeça pronta para que, no momento certo, a alinhemos harmonicamente com nosso olho e coração. 

Texto e foto: Sílvio André Kronbauer
Artista fotográfico especializado em Landscape & Nature Photography

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

Alimentação Natural - por Fabíola Frezza Andriola

A alimentação natural é aquela que utiliza alimentos que estejam o mais próximo possível de seu estado na natureza e...

A Crônica da Vez: O estranho comportamento de Joana - por Cassio Schaefer

O relógio na parede adiantado uma hora Joana escuta um choro na madrugada, aquele acorrentado Videl duas vidas sentadas na...

Cuidados Especiais com gás de cozinha - GLP

O GLP, ou gás de cozinha, tem sido o segundo maior causador de incêndios nos lares, muitas vezes por uso...

Como e quando devo podar as plantas? - por Roger França

O tempo ideal para a poda de árvores, arbustos e flores são os meses que não tem “R”, (Maio, Junho...

Macaé (Rio de Janeiro) - por Daiane Barcelos

Cidade bicentenária, situada no litoral do estado do Rio de Janeiro, Macaé é um município de grande extensão territorial, possuindo...

Quais os brinquedos mais adequados para cada idade? - por Thainá Rocha

As brincadeiras são importantes no processo de desenvolvimento. Elas vão muito além da diversão e não devem ser subestimadas pelos...

Sarau das prendas, beleza e tradição - por Mariane Soares

O Tradicionalismo vai além da indumentária, da música e da preservação dos costumes, tem um jeito de viver singular, e...

Cambará do Sul

Cambará do Sul é conhecida também como a "terra dos cânions" e "capital do mel", é também campeã no ranking...

Carlos e Valéria - por Franco Vasconcellos

Era janeiro. As árvores da Júlio de Castilhos ainda mostravam-se verdes. Saímos de casa junto com o caminhão da mudança...

Rincão Poético: Flores - Gustavo Malagigi

Queres flores?  Vai procurar nalgum quintal Deixei-te, certo dia, declarações, amores E tu descartaste tal qual Coisa sem valor Coisa...

Patrocinadores da cultura