Kamakura - por Laura Bossle

Kamakura - por Laura Bossle

O Japão não é um país muito grande: são apenas 377.873 km² - apenas 4,4% do território brasileiro, que tem 8.515.767 km² ! Apesar de sua área total ser menor que o estado do Mato Grosso do Sul, a distância entre Okinawa (no extremo sul) e Hokaido (no norte) é maior do que a distância entre Porto Alegre e Salvador! Essa geografia dificulta um pouco as viagens, já que muitas partes interessantes do Japão requerem uma mínima disponibilidade de tempo e dinheiro para deslocamento e hospedagem. Mas há muitos lugares interessantes nas proximidades de Tóquio, que podem ser visitados em um “bate-volta”, como Kamakura! Visitar Kamakura é quase um passeio ao passado. Ainda bastante preservada da urbanização, a região é cercada por montanhas e vegetação, e impõe um ritmo bem mais tranquilo que o do dia-a-dia na capital.

A principal atração turística na região é o Daibutsu (大仏), ou o Grande Buda, no Templo Kotokuin. Adentrando os portões do templo, se pode contemplar a surpreendente estátua de 13.35 metros do Buda Amina, que fica a céu aberto e tem a natureza como plano de fundo.

É de tirar o fôlego, independentemente de crenças, especialmente quando se sabe um pouco da sua história e do que ela representa: construída em 1252, inicialmente a estátua encontrava-se dentro de um templo, que foi destruído diversas vezes por tempestades e, por fim, por um forte tsunami em 1498.



O Grande Buda de bronze resistiu intacto todas essas vezes, e desde o tsunami, permanece ao ar livre. Pertinho dali está o belo templo Hasedera, famoso pela sua estátua de Kannon, e deusa da piedade. O templo fica no topo de uma colina, e proporciona uma linda vista do oceano – além dos lindos jardins e do Hall com centenas de estátuas de Jizo, uma figura muito popular do budismo no Japão.

O passeio foi curto mas valeu a pena, e deixou um gostinho de quero mais! É sempre bom poder conhecer lugares novos em um país onde há tantas coisas encantadoras para ver!


Laura Bolze
gaúcha, reside atualmente em Tóquio e conta cada mês, aos leitores desta revista, curiosidades do dia-a-dia no outro lado do mundo.
Quer fazer alguma pergunta para a Laura? Envie um e-mail para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Você também pode ler mais sobre este assunto em seu blog: www.lanojapao.wordpress.com

• Publicado na Revista Usina da Cultura - número 08 - Dezembro de 2013.

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

Sarau das prendas, beleza e tradição - por Mariane Soares

O Tradicionalismo vai além da indumentária, da música e da preservação dos costumes, tem um jeito de viver singular, e...

São Francisco de Paula

Porta de entrada da Rota dos Campos de Cima da Serra ou ponto final da Rota Romântica, São Chico, como...

Alemanha, do mar às montanhas - por Greice Klein & José Francisco

Depois de mais de 3.000 km rodados e 25 dias, nossa impressão sobre a Alemanha não poderia ser melhor. Em...

Um toque românico no ambiente para celebrar o amor - por Fabiana Souza

Que tal preparar a casa para celebrar o amor? Aqui vão algumas dicas para você compor a decoração da sua...

Encantadas: Veneno • Sarah Pinborough - por Isabela Sanchez

A saga "Encantadas" de Sarah Pinborough, se trata de contos de fadas para adultos e adolescentes, com uma trama emocionante...

Viagem ou viajem? - por Aline Aguiar

As duas formas estão corretas na Língua Portuguesa. A forma, viajem, com “j” vem do verbo viajar. Exemplo: Espero que eles viajem...

Corrida de Rua! - por Amanda Pessôa

A corrida de rua vem tendo um aumento significativo de praticantes em todo o Brasil, por ser um esporte relativamente...

Ser águia - Fabrício Safadi

Em nosso nascedouro - este momento irrecuperável e inatingível em sua totalidade -, já devíamos saber que, apesar dos pesares...

Bolo de banana (sem farinha, açúcar e leite) - Por Alba Sanchez

Este bolo é delicioso e beeeem fácil de preparar. Uma ótima opção para quem quer um lanche mais leve, nutritivo...

Patchwork: a arte de costurar

A palavra Patchwork significa "trabalho com retalho". É uma técnica de costura que une tecidos com uma infinidade de formatos...

Patrocinadores da cultura