Sapatinho de verniz. Vermelho! - por Rosana Martins

Sapatinho de verniz. Vermelho! - por Rosana Martins

Como sempre bateu pé. A menina queria um sapatinho daqueles. Lindo. De verniz. Vermelho. Como sempre esperou. Pediu. Pediu muitas vezes. O Pai achava tão desnecessário. Gastar com um sapatinho para satisfazer o capricho de uma das filhas, não era do seu costume. Aplicava seu dinheiro na compra de bens. Imóveis. A garantia do futuro tranquilo para a prole.

Mas ela lá entendia disso. Futuro? Entendia do seu desejo. E ele estava ali, no centro da cidade. Na vitrine de uma loja de sapatos. Bem perto de casa, dos seus olhos, do seu coração. O sapatinho de verniz vermelho. Esse era o seu bem maior. Seu passado, seu futuro, o seu presente literalmente.
Como sempre insistiu. Não era impossível. Pegava o pai pela mão e levava até a vitrine: - É esse pai, esse vermelho, olha que lindo! O pai como sempre desconversava: - Outro dia... vou te dar... E a cena se repetiu inúmeras vezes. A menina conhecia o jeito do pai, “mão fechada”. O amava de mais para ficar braba. Tinha paciência... persistência. Sabia que chegaria o momento. O “outro dia” existia sim! E o seu “bater pé”, não era gritar, se atirar no chão, chorar, birrar. Seu bater pé era a determinação. Ela queria muito. Era possível. Então lutaria.
A cena cansou o pai. Um dia colocou a menina dentro do carro. Direto da fonte era mais barato, o homem era esperto. Estacionou em frente de uma fábrica de sapatos. Lá dentro estava ele. O desejo da menina.
Com pés e alma felizes, a pequena parecia pisar o céu. Um céu de verniz. Vermelho! Para meu pai com amor, da menina que me habita!



 

• Publicado na Revista Usina da Cultura - número 22 - Março de 2015

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

Croutons

Quem não adora uns croutons para comer junto com sua sopa ou caldo preferidos? Lá vai uma dica super fácil de...

Torta fria de atum - por Rosangela Valim Traslatti

Ingredientes: 1 Pão de sanduíche 2 Latas de atum 1 Vidro de maionese (500 g) 1 Vidro de pepino em...

Rincão Poético: Árvore Frondosa - por Iva da Silva

Árvores, ramos... Poetas, livros... Ramos carregados de folhas. Livros cheios de versos. Folhas, oxigênio do ar. Versos, palavras ao vento. Oxigênio, suporte do...

Fazendo meu filme • Paula Pimenta - por Isabela Sanchez

Já viu aquela história romântica e engraçada que te faz chorar, rir, sentir um pouco de raiva, chorar de novo...

Sabia que...

... O Salto Angel, é a mais alta cachoeira do mundo, com um total de 979 metros de altura? A...

Entenda o que são Raios UVA e UVB - por Letícia Liesenfeld

A Radiação Ultra Violeta (UV) faz parte da luz solar, podendo ser subdividida em UVA, UVB e UVC. Graças a...

Ponto de vista - por Maria Lucia da Silva Teixeira

Orgulhar-se de nossa terra, honrar suas tradições, resgatar sua história e sua cultura é muito mais do que uma satisfação...

Renovação e rotina - por Mercedes Sanchez

Renovação... a palavra mais almejada no começo de um novo ano. Como por arte de magia, colocamos nossa vida na balança...

Museu de Arte Contemporânea de Niterói (MAC)

Obra de Oscar Niemeyer, quem em 2006 diz: “Como é fácil explicar este projeto! Lembro quando fui ver o local. O...

San Juan, São João!! - por Elena Cárdenas

Junho é tempo de longos dias de verão, de sol, de praia e de uma festa muito celebrada, especialmente na zona...

Patrocinadores da cultura