Os joelhos da fé - por Laerte Santos

Os joelhos da fé - por Laerte Santos

Estou me recuperando de uma segunda paralisia facial em dois anos.
Acidentes de percurso dizem alguns.
Coisas da vida, dizem outros.
Na verdade, estes são ótimos momentos para refletirmos, tirarmos lições e tentar-mos corrigir a rota traçada para nossa vida. Percebi que estou descuidado com minha saúde, também com a alimentação. Preciso refazer alguns trechos da minha estrada. Falo isto com um ÚNICO objetivo... fazer o meu querido leitor também refletir. Paralelo a tudo isto, nestes momentos, há algo comum a todos os seres humanos... recorrer a DEUS. Atitude de FÉ.
Neste período, recebi a seguinte frase: “seus joelhos podem te levar muito mais longe que os teus pés...” Como isto pode ser possível?
Óbvio que não conseguiremos chegar a DEUS com os pés, caminhando. Chegaremos a DEUS, dobrando os joelhos e pedindo socorro.
Neste ato de FÉ, isto será possível e a frase terá o mais profundo sentido.



Neste mês, do aniversário da nossa maravilhosa USINA DA CULTURA, quero também registrar a urgente necessidade de questionarmos nossos posicionamentos perante a VIDA.

Mais amor e menos ódio;

Mais solidariedade e menos egoísmo;

Mais sorrisos e menos lágrimas;

Mais perdão e menos mágoas;

E tudo isto, usando os JOELHOS DA FÉ.

• Publicado na Revista Usina da Cultura - número 23 - Abril de 2015

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

Rincão Poético: O mundo que eu gostaria - por Lidiane Santos

Gostaria de ver o dia amanhecer O sol chegar de mansinho Enquanto as crianças tomam café E aquecem seus coraçõezinhosGostaria...

Os benefícios do convívio com os animais - por Karina Schutz

Cada dia que passa, o homem vem amadurecendo a ideia que conviver com animais é benéfico para sua saúde, bem...

Bobó de frango - por Rosangela Valim Traslatti

Ingredientes: 03 Peitos de frango 02 Colheres (S) de azeite 02 Colheres (S) de massa de tomate 02 Cebolas pequenas...

Humanidade baixa - por Franco Vasconcellos

Sou servidor público. Em meu trabalho, entre outras funções, está a de atender o público. O público é o mais...

Rincão Poético: Beleza - por Esther Luisa Guthartz

Belo é o dia que nasce, Como a flor que desponta em botão. Trazendo promessas de luz e aromas, ...

Ecologia Profunda • mudando paradigmas - por Telmo Focht

Antes de iniciar, e para esclarecer, um paradigma é um modelo, um padrão, em qualquer área ou ramo do conhecimento...

Selo Scream&Yell lança tributo à música instrumental

Sem Palavras reúne 10 artistas de estilos diferentes para reinterpretar, em versões instrumentais, canções de Black Sabbath, Rolling Stones e...

Quando devo adubar as minhas plantas? - por Roger França

Estamos na primavera, folhas e flores colorindo a paisagem, um período muito lindo e perfumado! Mas, às vezes, algumas plantas...

Daria um filme (A ida) - por Franco Vasconcellos

Seguidamente, ao contar alguma das minhas histórias, ouço alguém dizer: “Bah... daria um filme!”. Muitas vezes, eu concordo. Essa que...

Atividades Físicas ao Ar Livre - por Amanda Pessôa

Muitas pessoas deixam de cuidar do corpo e da saúde porque não suportam a ideia de se exercitar em locais...

Patrocinadores da cultura