Hortênsia - por Roger França

Hortênsia - por Roger França

A hortênsia, planta rústica e encantadora, que dá nome a nossa região, embeleza os caminho da serra com suas grandes e formosas flores.
Nativa do oriente, especificamente do Japão e China, se encontra facilmente em toda parte das regiões de clima ameno (frio), com coloração diferente. Isso ocorre devido a variação do grau do pH encontrado em cada solo. Como na nossa região o solo é ácido, se destaca a coloração de azul e roxo.
Usada como cerca viva, renques e até em floreiras, se desenvolve melhor quando cultivada à pleno sol ou a meia sombra, o importante é que tenha luz solar no local, com solo drenado e com matéria orgânica. Costuma ser podada drasticamente no fim do inverno, deixando somente as bases dos caules, para que tenha uma melhor floração na primavera e verão. É recomendável tirar todas as ervas daninhas que crescem ao seu redor.
Multiplica-se facilmente por estacas (galhos), normalmente no final do inverno.
A hortênsia é conhecida e plantada há anos na serra, segundo a lenda ela era plantada para dividir terrenos, como cerca viva, e para conter erosões em terrenos em declive, pois tem uma grande ramificação de raízes, assim deixando o solo mais firme.

Roger França
Professor e Técnico em paisagismo.



O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

Alemanha, do mar às montanhas - por Greice Klein & José Francisco

Depois de mais de 3.000 km rodados e 25 dias, nossa impressão sobre a Alemanha não poderia ser melhor. Em...

Masturbação Infantil: como os adultos devem agir? - por Thainá Rocha

Desde os primeiros meses de vida, a criança começa uma jornada pela exploração do próprio corpo, chegando às zonas erógenas...

A fotografia de paisagem como forma de arte - por Silvio Kronbauer

Considerada, por muitos, uma forma de expressão artística, a fotografia é hoje uma das mais usadas, e mais bem vistas...

“Eu nasci há dez mil anos atrás...” - por Aline Aguiar

Salve, salve, nosso querido Raul! A redundância na frase acima é um vício de linguagem comumente utilizado em nosso dia...

O Eu de uma mirtácea - por Patrícia Viale

Território preservado Já invejei árvores mais nobres. Certo dia um biólogo puxou-me pelas folhas. “Eis uma mirtácea!”. Era ele um recém-formado...

Saúde para todos - por Rodrigo Valadares Ribeiro

Em 2004, o Governo Federal, em parceria com as prefeituras municipais, criou a Farmácia Popular do Brasil, que surge como...

A Semana Farroupilha - por Prof.ª Rose Mari Da Sois Fetter

A Semana Farroupilha é um culto às tradições gaúchas. O gaúcho orgulha-se de sua história, dos costumes, das lendas e...

BBB e a Avenida - por Marisa Fernandes Nunes

Recentemente foi transmitido pela TV Globo o reality show Big Brother Brasil, que como o próprio título sugere, é copia...

Novos Talentos nos Esportes - por Reinaldo Wanke

"O esporte tem um resultado significativo no desenvolvimento de um cidadão e muitos ensinamentos vão acompanha-lo pelo resto de sua...

Reparar na x Reparar a - por Aline Aguiar

O verbo “reparar” possui dois significados. Com a preposição pode ser substituído por notar, observar. Ou seja, deve ser escrito com...

Patrocinadores da cultura