O que é "Accountability"? - por Márcio Barcelos

O que é "Accountability"? - por Márcio Barcelos

O conceito de “accountability” é dos mais importantes tanto no vocabulário da moderna administração pública quanto no debate sobre democracia e gestão pública no âmbito da Ciência Política. Contudo, e infelizmente, ainda não existe uma tradução exata desse termo em língua portuguesa. 

Grosso modo, “accountability” quer dizer “responsabilização daqueles que administram os interesses de outros”. Quando uma pessoa está em uma posição de administrar “coisas” que são do interesse de todos, ou de uma determinada coletividade, ela deve “dar conta” de suas ações. Ela deve ser responsabilizada por suas ações junto àqueles que são diretamente interessados. Estes interessados, por sua vez, devem ter informações sobre o que está acontecendo, e assim avaliar aqueles que estão conduzindo as coisas. 

O gestor público, o político eleito, o funcionário público, são, antes de tudo, gestores/administradores de algo que pertence a toda a sociedade. Sendo assim, devem ser responsabilizados, devem prestar contas de seus atos a toda a sociedade.



   

Contudo, não basta dizer: “os políticos devem ser responsabilizados”. Afinal, é muito fácil colocar a culpa de tudo o que há de ruim nos políticos, ou na classe política. Essa é uma atitude muito comum no Brasil. Mas é uma atitude hipócrita e ineficaz. Accountability exige que as pessoas exerçam sua cidadania, que sejam ativas, que tenham interesse nas questões públicas. Que procurem saber o que ocorre no âmbito público, que sejam questionadoras e vigilantes. É necessário ir muito além do que simplesmente colocar a culpa “nos políticos”. 

Accountability só existe quando há cidadania ativa e consciente. E isso vai muito além do que simplesmente falar mal desse ou daquele político, desse ou daquele partido. Tem a ver com uma preocupação genuína e honesta com o que é público, com o que é da sociedade, com o que é de todos/todas nós. E aqui não se está dizendo nada de novo. 

Alexis de Tocqueville, mais de 200 anos atrás, já dizia que o suporte maior da liberdade com igualdade estava na ação cívica dos cidadãos e sua participação ativa nos negócios públicos.

Márcio Barcelos, Sociólogo.

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

Uso do verbo haver - por Aline Aguiar

- O verbo haver no sentido de ocorrer e existir é impessoal, ou seja, permanece na terceira pessoa do singular...

Bobó de frango - por Rosangela Valim Traslatti

Ingredientes: 03 Peitos de frango 02 Colheres (S) de azeite 02 Colheres (S) de massa de tomate 02 Cebolas pequenas...

“Eu nasci há dez mil anos atrás...” - por Aline Aguiar

Salve, salve, nosso querido Raul! A redundância na frase acima é um vício de linguagem comumente utilizado em nosso dia...

Composteira caseira - por Roger França

Se você usa composteira ou quer ter uma em sua casa, é importante dar atenção a alguns cuidados básicos. Ela é  uma...

Você já ouviu falar do CAR (Cadastro Ambiental Rural)? - por SOS Mata Atlântica

A SOS Mata Atlântica disponibiliza o curta-metragem “Cumpre-se”, que ajuda a entender essas questões a partir de depoimentos de especialistas...

Estar solteiro: bom ou ruim - por Douglas Blanca

Logo no final das férias acadêmicas desse ano, vendo alguns posts nas redes sociais, pude perceber que para algumas pessoas...

A adolescência saudável e a prática de exercícios - por Mercedes Sanchez

Qual o adolescente que não se preocupa com sua forma física, sua aparência, seu estado de ânimo e com sentir-se...

Ginástica Rítmica - por Amanda Pessôa

As Olimpíadas estão chegando, e muitos esportes que fazem parte desse belo evento não são muito conhecidos pelas pessoas por...

Chuva - por Patrícia Viale

Mais uma vez o barulho. Uma telha está solta. O vento sopra mais forte que à tarde. Moro em minha...

SW 38 Sport Cabriolet - por Thais R. dos Reis

TÉCNICA: Desenho a caneta esferográfica(BIC) AUTORA: Thais R. dos Reis TÍTULO: SW 38 Sport Cabriolet  

Patrocinadores da cultura