Uma paixão chamada antigomobilismo - por Adelar Colombo

Uma paixão chamada antigomobilismo - por Adelar Colombo

Desde criança tenho uma paixão: admirar carros clássicos da minha época e os anteriores a ela, também.

Geralmente, todo colecionador de carros antigos tem uma história que dá origem a essa admiração. Pode ser, por exemplo, a cena de um filme, seja romântico ou de ação, o qual um ator foi fundamental em mostrar aqueles carros de época, com seus designers futurísticos e clássicos. Até alguns anos atrás, admirar carros antigos era para pessoas mais velhas. Hoje, jovens e crianças estão cada vez mais interessados nesses modelos, pesquisando, tirando fotos e se aprofundando nas questões de cada veículo, motor, acabamento. Antigamente, se usavam muitos adornos em carros. Existia, inclusive, uma grande concorrência entre os montadores em criar e embelezar os modelos que produziam.
O grande auge foi nas décadas de 50 e 60, onde foram criadas grandes obras de arte como carros conversíveis e carros de amplo espaço interno, com seus motores V8, de grande porte para a época, onde o fator principal era o conforto, a potência e o status, e o consumo de combustível não era o problema.
Atualmente, o Antigomobilismo impulsiona essa paixão. Seus participantes rodam com seus clássicos até os encontros de carros antigos por todo o país e até mesmo fora do Brasil. A diversão é garantida, pois encontramos amigos, trocamos informações e buscamos novas ideias dos carros expostos em cada encontro.
Os colecionadores abrem mão de carros modernos para assim curtir uma viagem com um clássico fabricado a mais de 30 anos. São aventureiros que buscam resgatar o passado e o gosto por carros antigos.



 


• Publicado na Revista Usina da Cultura - número 18 - Outubro de 2014

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

Profissões no Jardim - por Roger França

Quando falamos em jardim, já pensamos em jardineiro. Mas consideramos quatro profissões de classificação para essa prestação de serviço. São elas: Jardinista:...

Ano novo, vida nova! - por Fabiana Souza

Ano novo é tempo de promessas e esperança, compromissos e mudança. No “brinde da virada”, prometemos ser mais humanos e...

A importância do equilíbrio de nossos centros de energia - por Patrícia Muller

Mais saúde física, mental, emocional e espiritual Quando passamos por problemas, nosso campo energético pode se desequilibrar, gerando bloqueios, que travam...

Arte e protesto - por Tatiana Lourenço Funghetti

Há poucos meses vivenciamos o “epicentro” de uma grande manisfestação popular em busca de mudanças políticas. A arte como expressão...

Rincão Poético: Passeando Pelos Pagos - por Cassia Maria de Castilhos Teixeira Pinto

Eu não nasci em São Francisco, Mas mesmo assim amo esta terra... Pois, minha paixão são os pontos turísticos Que...

Bolo de banana (sem farinha, açúcar e leite) - Por Alba Sanchez

Este bolo é delicioso e beeeem fácil de preparar. Uma ótima opção para quem quer um lanche mais leve, nutritivo...

A mulher negra na história - por Ângela Nascimento

No mês de março comemora-se o Dia Internacional da Mulher, elas recebem abraços, flores e presentes de quem as admiram...

Alimentos que auxiliam no aumento de massa magra - por Giovana Guido

É realidade de que não há um fator isolado para o ganho de massa muscular. Erra quem pensa da seguinte...

Sabia que...

O córtex cerebral começa a perder espessura aos 5 ou 6 anos de idade, como parte do processo normal de...

Um lar e uma família - por Laerte Santos

Tenho sistematicamente abordado o assunto FAMÍLIA em minhas palestras. Na última semana sugeri ao auditório lotado, de que todos ali...

Patrocinadores da cultura