Novos voos - por Nathan Camilo

Novos voos - por Nathan Camilo

Será que vale a pena? pensou. Estava às voltas com a possibilidade de alçar novos voos. Tinha muita vontade de fazer isso. Mas, ao mesmo tempo, estava em dúvida. Perguntava-se se dessa vez daria certo.
Ainda não havia se esquecido da última vez que voara. Estava recuperando-se das lesões causadas pela queda desse voo. Lembrava-se bem de como caíra. Naquela ocasião, voava alto. Ainda que inseguro, voava alto e firme rumo ao destino escolhido. Já havia avistado a porta que deveria atravessar para realizar o pouso. Mas, próximo ao local de aterrissagem, encontrou a porta fechada. Não tinha mais como pousar lá. Perdeu a orientação. Não sabia o que fazer. Caiu. Uma queda dolorosa.

Passou um tempo, as feridas estavam a cicatrizar-se. Tinha novamente condições de voar. Mas tinha medo de cair de novo. De novamente não pousar em seu destino. De ficar outra vez pelo caminho. Perguntava-se até se um dia conseguiria voar até o local de seus sonhos. Se daria tempo para isso... Muitas perguntas mais... A mais intrigante: para onde voar desta vez?

Deixa disso! disseram-lhe. Que ganhas com isso? Ficar no chão é demasiadamente cômodo! Mas o ganho é muito menor! Arrisca-te! Voa de novo. Estás com medo? Vai com medo mesmo! Não sabes para onde voar? Voa sem rumo! Não se encontra um destino estando no chão! Aproveita este ímpeto de voar e ruma ao incerto. Ao desconhecido... Claro, não vás atirar-te em um precipício... voa conscientemente... Seguro de que, em pouco tempo – garanto-te, menos tempo do que possas conceber – encontrarás o plano de voo e pousarás no destino de teus sonhos.

Tais palavras ecoavam na sua cabeça. O medo persistia... A vontade também... E o ímpeto de voar... também... Estava em dúvida... Não percas esta oportunidade! Vai! Vira esta página de uma vez! Não te apegues ao passado! Nem à queda! Tampouco à dor! Agrega as experiências obtidas com o último voo e segue em frente! Voa antes que seja tarde! disseram-lhe novamente.
Hesitou por um momento. Foi com medo mesmo. Arriscou-se. Abriu novamente as asas. Deu um primeiro impulso. Abriu as asas mais um pouco. Deu um segundo impulso. Correu. Planou. Subiu mais. Viu que tinha condições. Alçou um novo voo...



 

• Publicado na Revista Usina da Cultura - número 20 - Janeiro de 2015

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

Cartagena das Índias - por Cristiane Serpa

Cartagena das Índias fica à beira do mar do Caribe. A primeira visão que tive foi da Cidade Amuralhada, parte antiga de...

Promover a cultura é tri - por Karine Klein

No mês que completa seu primeiro triênio, conheça um pouco da filosofia da revista que chegou para transformar a realidade...

Anéis de cebola

Ingredientes: - 4 cebolas grandes- 1 xícara de chá de farinha de trigo- 1 xícara de cerveja (250ml)- 1 ovo- Pimenta...

Sunomono (ou saladinha de pepino japonês) - por Ana Sanchez Souza

Ingredientes: • 2 pepinos (tipo japonês) • 3 colheres (sopa) de tempero de arroz (molho su) • 1 colher (sopa) de...

Chutando o pau da barraca - por Franco Vasconcellos

Quando tinha apenas catorze anos, assisti “O cozinheiro, o ladrão, sua mulher e o amante”, rotulado como comédia dramática. Eu...

Conta conto - Atitude mental

 Conta uma popular lenda do Oriente que um jovem chegou à beira de um oásis junto a um povoado e...

Rincão Poético: Cafeína - por Mairan Carniel Beren

Um vício, talvez mais que isso Não importa maldade pro coração Taquicardia imponente, Amarelados dentes estridentes Apesar de lindos sorrisos...

09 a 11 de março - Origens Gathering 2018 - Ano VI - São Francisco de Paula/RS

  :: MÚSICA - CULTURA - INFORMAÇÃO :: Local confirmado: Paradouro Rota das Barragens Site: www.origensgathering.com.br (15 de outubro no ar) LOCAL + COMO CHEGAR |...

Afinal, o que é Mormo? - por M.Sc. Bianca Pinto Pereira

Que doença é essa, que ataca os equinos e tem levantando uma série de dúvidas por parte da comunidade e...

Rincão Poético: Braços de araucária - por Rafaela de Albuquerque Ivo

Araucária dos braços longos Iluminada pelos raios do astro-rei Cresce mais alta em alguns pontos E embeleza o Rio Grande...

Patrocinadores da cultura