Rincão Poético: Alimentando bichos - por Maria do Carmo Fraga

Rincão Poético: Alimentando bichos - por Maria do Carmo Fraga

Debulhei o milho  
Semeei bondade
Diverti-me à vontade
com a correria delas

Não demorei concluir
Que um papo muito cheio
Não é nada natural

E se fizesse mal pras galinhas?
Seria culpa exclusiva minha

Eu deveria perguntar
A quem cuida do terreiro
Se por acaso já tinham
Levado comida pro galinheiro

Alimentos em geral
grãos naturais, rações artificiais
seguem padrões de quantidade,
necessidade e condições especiais

Tudo que se dá em excesso
Prejudica os animais
com dores e sofrimentos,
em certos casos, fatais 

Evite ações precipitadas
Bicho caseiro não reclama
Confia completamente em quem deles cuida
como é próprio de quem ama

Maria do Carmo Fraga
Belo Horizonte/ MG

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!