Museus Vaticanos - Itália

Museus Vaticanos - Itália

Os Museus Vaticanos constituem um conglomerado de renomadas instituições culturais da Santa Sé, que abrigam extensas e valiosas coleções de arte e antiguidades colecionadas ao longo dos séculos pelos diversos pontífices romanos. Além destas instituições relativamente independentes entre si, das quais algumas possuem também sub-seções mais ou menos autônomas, os Museus Vaticanos supervisionam uma série de outros espaços dentro dos palácios da cidade do Vaticano, como galerias e capelas, que por si mesmos guardam alto interesse arquitetônico, histórico e artístico.
Desde a Idade Média o papado foi acumulando um significativo acervo de obras de arte, algumas remontando ao Império Romano. Entre as peças mais importantes estavam a Loba Capitolina, a Estátua Equestre de Marco Aurélio e fragmentos de duas estátuas colos- sais representando Constantino I.



No século XX, o interesse aquisitivo se diversificou, foram criados museus etnológicos, históricos e de arte moderna, e as coleções começaram a ser reorganizadas de acordo com critérios museológicos mais aprimorados.
No itinerário dos Museus Vaticanos estão incluídos os palácios vaticanos, onde se encontram outros espaços e coleções de grande importância como a Capela Sistina, as Salas de Rafael, a Galeria dos Mapas, a Galeria das Tapeçarias, a Galeria dos Candelabros e os Apartamentos Borgia.







Extraído de: http://pt.wikipedia.org/wiki/Museus_Vaticanos

Clique na imagem abaixo e faça um passeio virtual pela capela sixtina!



http://www.vatican.va/various/cappelle/sistina_vr/index.html

• Publicado na Revista Usina da Cultura - número 17 - Setembro de 2014

 

 

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!