Previsão do tempo de antigamente - por José Carlos Santos da Fonseca

Previsão do tempo de antigamente - por José Carlos Santos da Fonseca

Foto de: Alex Haas

Antigamente as previsões do tempo eram baseadas por pistas fornecidas pela natureza e muitas vezes aconteciam conforme o previsto, mas também havia a crendice popular em que até hoje muitos confiam mais que as previsões oferecidas por técnicos via emissoras de rádio e TV, jornais e internet. Hábitos de muitos que herdaram dos seus antepassados, como se basear nos primeiros doze dias do mês de janeiro, pois esta primeira dúzia de dias do ano que se inicia informará como será todo o ano; por exemplo: se o dia 1º de janeiro foi chuvoso até as 8 da manhã, se ficou muito quente no resto da manhã até próximo das 16 horas e daí até a meia-noite foi ventoso e frio, com estas informações já teríamos uma previsão para o mês de janeiro: do dia 1º ao dia 10 seria chuvoso, do dia 11 a 20 seriam dias quentes, e do dia 21 a 31 ocorrência de tempo frio com vento; se em 2 de janeiro for todo o dia muito quente, esta é a previsão para o mês de fevereiro, e assim por diante até chegar no dia 12 de janeiro que dará a previsão para o mês de dezembro daquele ano. 

Tempo de Chuva: 

Nuvens com formato de rabos de galo começam a se formar no céu. Aparecem muitas nuvens na serra. Ao nascer, o sol está envolto por muitas nuvens. Os mananciais (nascentes) começar a verter. A lua fica encoberta por nuvens negras. No inverno, há geada sobre a lama. A lua nova está com os cornos virados para baixo. As andorinhas fazem vôos rasantes. Os burros zurram alto. O gado, em grupo compacto, busca abrigo. As garças voltam ao viveiro antes da hora habitual. O calo de estimação lateja e arde. O sal umedece. O toicinho e a lingüiça suam. Os sapos coaxam em coro. Se o cachorro está dormindo com as quatro patas para cima ou um cavalo está catingando, fedendo, são sinais de chuva.

Tempo Seco:

O gado está dormindo disperso, no alto duma coxilha. O joão-de-barro canta. As andorinhas e cigarras voam bem alto. De manhã cedo, as abelhas giram em torno das colméias. O pôr-do-sol é avermelhado, há muitas estrelas no céu e a fumaça sobe na vertical e desaparece no ar.  Acauã pousada em árvore seca indica bom tempo, mas se for verde vai chover.



Provérbios e ditos gauchescos:

Está frio de renguear cusco. Esse frio é de tirar a lichiguana. O inverno está de rachar o garrão. Vento minuano faz cortar as orelhas. Geada na lama, chuva na cama. Deus dá o frio conforme a roupa. Frio de empedrar água do poço. O sol é o poncho do pobre. Gaúcho emponchado, tendo o sol saído, é gaúcho mal dormido. Chuva de molhar bobo. Tempo quente como frigideira sem cabo. Fogo de palha, chuva de verão e raiva de mulher, tem pouca duração. Roupa demais no calor faz brotar o sarampo. Cerração baixa é sol que racha. Ao velho que muda de clima e de costumes, é morte certa. Atrás da tempestade vem a bonança. Faça mau tempo, faça excelente, a gente nunca está contente. Galo de luva, sinal de chuva. Muda o tempo, mudado o pensamento. Não há sábado sem sol, nem noiva sem lençol, nem domingo sem missa, nem segunda sem preguiça. Não há dia sem sol posto, nem prazer sem desgosto. Quem vai à chuva é pra se molhar. Quem vai ao vento perde o assento. Céu pedrento: chuva, sol ou vento.

Como conhecer os ventos:

Vento norte prolongado é sinal de chuva. Vento sul é bom tempo. Vento leste, calmo: bom tempo. Vento leste, forte, pela manhã em dia nebuloso e carregado: vai chover, mas se for menos forte, em manhã nebulosa e clara daí é bom tempo. Vento leste e sol ocultando-se no horizonte por entre nuvens semitransparentes e céu carregado a nordeste virá chuva, mas se logo depois se desvenda no horizonte, dourando-se as nuvens será bom tempo. Vento leste e céu carregado ao oeste, é chuva. Vento leste com nuvens densas ao norte, leste e sul será bom tempo. Tempo aparentemente composto com vento leste depois de um temporal: virá mais chuva. Vento sudoeste com nuvens em forma de escama, ou barra negra ao poente é sinal de cerração e bom tempo. Vento oeste com nuvens de qualquer aparência: neblina e bom tempo. Vento nordeste com nuvens baixas: chuva em breve. Vento sudeste forte e céu carregado ao noroeste e oeste: chuva prolongada, temporal. Vento noroeste: chuva.  Se depois de carregadas as nuvens com os ventos norte ou leste e estes virarem ao oeste antes de cair a chuva é temporal, mas se virarem ao sudoeste virá uma tormenta ligeira; mas logo o tempo irá se compor se continuar o mesmo vento. A tormenta armada ao norte ou leste nunca traz chuva.

Copie o link e divirta-se com a previsão do tempo, feito por um gaúcho para todo o Brasil: http://www.youtube.com/watch?v=JnSedLmE57Q

 José Carlos Santos da Fonseca nasceu em SFP em 1962, é autodidata e pesquisador da história serrana, escreveu em 2011 seu 1º livro “São Francisco de Paula - História, Encantos e Mistérios- Vol. 1”

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

Quem sou eu? - por Mercedes Sanchez

“Posso ter a surpresa de descobrir que dediquei minha vida a viver na superfície, na periferia das coisas, sem penetrar...

Muy capaces - por Elena Cárdenas

Você conhece a canção “Paint in Black”, dos Rolling Stones? Me veio à mente o que aconteceria se Mick Jagger...

Cabo Querido - por Daniele Sandri Soligo

Assim que eu defino Cabo Polônio-UY, de tão querido e simpático que é este lugar! O lugarejo fica dentro de um Parque...

Celebração do Ano Novo Tibetano

É com muita alegria que o Khadro Ling realizará a apresentação pública de danças sagradas tradicionais, no dia 18 de...

Organismos extremófilos - por Telmo Focht

São microrganismos que vivem em ambientes com condições extremas, insuportáveis à maioria dos seres vivos. As primeiras células simples foram possivelmente...

Música - Catavento

A Catavento, formada por Leonardo Rech (guitarra/voz), Leonardo Lucena (guitarra/voz), Eduardo Panozzo (baixo/voz), Lucas Bustince (bateria) e Johhny Boaventura (teclas/voz)...

Daria um filme (A ida) - por Franco Vasconcellos

Seguidamente, ao contar alguma das minhas histórias, ouço alguém dizer: “Bah... daria um filme!”. Muitas vezes, eu concordo. Essa que...

O trabalho por projetos em sala de aula - por Mercedes Sanchez

O trabalho por projetos na escola é um tema que se vem discutindo ultimamente entre os profissionais de ensino, como...

Lugar certo - por Franco Vasconcellos

“Lembramo-nos dos peixes que no Egito comíamos de graça; e dos pepinos, e dos melões, e dos porros, e das...

Lançamento digital do disco Barca Orbital

A Barca Orbital é um trio instrumental de uma pequena cidade na Serra Gaúcha, afetuosamente conhecida como São Chico. Com inspiração...

Patrocinadores da cultura