Uma paixão chamada antigomobilismo - por Adelar Colombo

Uma paixão chamada antigomobilismo - por Adelar Colombo

Desde criança tenho uma paixão: admirar carros clássicos da minha época e os anteriores a ela, também.

Geralmente, todo colecionador de carros antigos tem uma história que dá origem a essa admiração. Pode ser, por exemplo, a cena de um filme, seja romântico ou de ação, o qual um ator foi fundamental em mostrar aqueles carros de época, com seus designers futurísticos e clássicos. Até alguns anos atrás, admirar carros antigos era para pessoas mais velhas. Hoje, jovens e crianças estão cada vez mais interessados nesses modelos, pesquisando, tirando fotos e se aprofundando nas questões de cada veículo, motor, acabamento. Antigamente, se usavam muitos adornos em carros. Existia, inclusive, uma grande concorrência entre os montadores em criar e embelezar os modelos que produziam.
O grande auge foi nas décadas de 50 e 60, onde foram criadas grandes obras de arte como carros conversíveis e carros de amplo espaço interno, com seus motores V8, de grande porte para a época, onde o fator principal era o conforto, a potência e o status, e o consumo de combustível não era o problema.
Atualmente, o Antigomobilismo impulsiona essa paixão. Seus participantes rodam com seus clássicos até os encontros de carros antigos por todo o país e até mesmo fora do Brasil. A diversão é garantida, pois encontramos amigos, trocamos informações e buscamos novas ideias dos carros expostos em cada encontro.
Os colecionadores abrem mão de carros modernos para assim curtir uma viagem com um clássico fabricado a mais de 30 anos. São aventureiros que buscam resgatar o passado e o gosto por carros antigos.



 


• Publicado na Revista Usina da Cultura - número 18 - Outubro de 2014

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

Visual com Arte: Pintura Corporal - por Caroline Patueli Vargas

Artista: Caroline  Patueli Vargas, Rio de Janeiro/ RJ Caroline é modelo, artista e fotógrafa de suas próprias artes! Leva de 4...

Bolo de milho com goiaba - por Rosangela Valim Traslatti

Ingredientes:  01 xícara de farinha de trigo; 01 xícara de farinha de milho 01 xícara de açúcar; 01 copo de leite;  1⁄2 copo de óleo; 01...

Escotismo - por Alejandro Gimer

Movimento de jovens que busca proporcionar oportunidades, para que eles assumam o seu próprio desenvolvimento tornando-se parte da mudança para um...

Obesidade Infantil - por Dr. Luiz Guilherme Darrigo Junior

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, a obesidade infantil é, hoje, um dos problemas de saúde pública mais...

Flashes in my brain - por Cássio Schaefer

O mundo continua rugindo em trovões  A neblina cumpre seu papel As gargalhadas dos pássaros na estremeção do céu Uma...

Rincão Poético: Beleza - por Esther Luisa Guthartz

Belo é o dia que nasce, Como a flor que desponta em botão. Trazendo promessas de luz e aromas, ...

Tipos e qualidade da luz - por Silvio Kronbauer

Quando se fala em fotografia, é imprescindível falar em luz, afinal “fotografar” é registrar a luz. Então, é válida aquela...

Como Higienizar os Pincéis? - por Giulia Aimi

Assim como cuidamos ao escolher quais produtos iremos utilizar em nosso rosto, devemos prestar bastante atenção na higienização dos pincéis...

Lixaço - por Rafael Sanches Souza

Um dos conceitos que mais me marcou quando li 1984, do George Orwell, foi o do uso da guerra, que...

Rota do Sol - No caminho do litoral

Ver mapa Verão, época de praia! Até pouco tempo atrás os gaúchos da Serra precisavam fazer um grande percurso, ou acessar...

Patrocinadores da cultura