Sapatinho de verniz. Vermelho! - por Rosana Martins

Sapatinho de verniz. Vermelho! - por Rosana Martins

Como sempre bateu pé. A menina queria um sapatinho daqueles. Lindo. De verniz. Vermelho. Como sempre esperou. Pediu. Pediu muitas vezes. O Pai achava tão desnecessário. Gastar com um sapatinho para satisfazer o capricho de uma das filhas, não era do seu costume. Aplicava seu dinheiro na compra de bens. Imóveis. A garantia do futuro tranquilo para a prole.

Mas ela lá entendia disso. Futuro? Entendia do seu desejo. E ele estava ali, no centro da cidade. Na vitrine de uma loja de sapatos. Bem perto de casa, dos seus olhos, do seu coração. O sapatinho de verniz vermelho. Esse era o seu bem maior. Seu passado, seu futuro, o seu presente literalmente.
Como sempre insistiu. Não era impossível. Pegava o pai pela mão e levava até a vitrine: - É esse pai, esse vermelho, olha que lindo! O pai como sempre desconversava: - Outro dia... vou te dar... E a cena se repetiu inúmeras vezes. A menina conhecia o jeito do pai, “mão fechada”. O amava de mais para ficar braba. Tinha paciência... persistência. Sabia que chegaria o momento. O “outro dia” existia sim! E o seu “bater pé”, não era gritar, se atirar no chão, chorar, birrar. Seu bater pé era a determinação. Ela queria muito. Era possível. Então lutaria.
A cena cansou o pai. Um dia colocou a menina dentro do carro. Direto da fonte era mais barato, o homem era esperto. Estacionou em frente de uma fábrica de sapatos. Lá dentro estava ele. O desejo da menina.
Com pés e alma felizes, a pequena parecia pisar o céu. Um céu de verniz. Vermelho! Para meu pai com amor, da menina que me habita!



 

• Publicado na Revista Usina da Cultura - número 22 - Março de 2015

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

As Mensagens Ocultas na Água - por Fabiana Souza

Água exposta à música Lago dos Cisnes, de Tchaikovsky Quem teve a oportunidade de assistir ao documentário “Quem somos nós?” (“What...

O que é Desenvolvimento Rural? - por Mateus Barcelos

O termo “desenvolvimento rural” tem sido utilizado em diversos espaços, assim como também tem recebido inúmeras definições, que vão do...

Museus Vaticanos - Itália

Os Museus Vaticanos constituem um conglomerado de renomadas instituições culturais da Santa Sé, que abrigam extensas e valiosas coleções de...

Demaquilei os olhos, mas e o rosto? - por Giulia Aimi

Olá bonitezas! Dando continuidade à nossa coluna do mês passado, vou explicar para vocês como demaquilar a pele (base, corretivo...

Carne cozida ao molho de vinho - por Deise Marques

Ingredientes - 1 colher de manteiga - 2 colheres de azeite de oliva - 800g de filé de carne -...

Onde ou aonde? - por Aline Aguiar

Onde indica permanência, um lugar onde algo ou alguém está. Exemplo: Onde ele trabalha? / Onde deixei minhas chaves? Aonde indica movimento...

Chutando o pau da barraca - por Franco Vasconcellos

Quando tinha apenas catorze anos, assisti “O cozinheiro, o ladrão, sua mulher e o amante”, rotulado como comédia dramática. Eu...

Visual com Arte: Releitura - por Willian de Souza

Autor: Willian de Souza - Paraguaçu Paulista/ SP Releitura, feita com lápis aquarela preto {loadmodule mod_custom,Banner adsense middle article}

Construções Verdes - por Alejandro Gimer

Uma forma diferente de ver o espaço que habitamos. O crescimento dos grandes conglomerados urbanos, associado a um sistema que prioriza...

A feira do livro 2017 de São Chico já começou!

Ontem foi inaugurada a 19a Feira do Livro de São Francisco de Paula, que contou com a participação da comunidade...

Patrocinadores da cultura