Quando devo adubar as minhas plantas? - por Roger França

Quando devo adubar as minhas plantas? - por Roger França

Estamos na primavera, folhas e flores colorindo a paisagem, um período muito lindo e perfumado! Mas, às vezes, algumas plantas não estão tão bonitas e floridas, o que indica que podem estar desnutridas, ou seja, não têm ou não conseguem absorver os nutrientes que necessitam. Então, a adubação é necessária!
As plantas são seres vivos e também precisam de cuidados especiais. Por falta de tempo ou de experiência, acabamos, muitas vezes, não as “alimentando” devidamente. A adubação é o “alimento” das plantas, onde buscam forças e energia. Quando bem adubadas ficam bonitas e saudáveis, ao contrário, ficam fracas e vulneráveis a doenças.
Estamos no período adequado para a adubação, já que, nesta época, as plantas começam a florescer. Além de indispensável para a estética, o adubo serve, também, na nutrição de árvores frutíferas.
Veja como é rápido e fácil de adubar!
Você deve retirar a grama, mato ou plantas indesejáveis em torno da planta que irá tratar e introduzir o adubo, unindo-o com a terra existente, formando uma mistura homogênea. É recomendável o uso de compostos orgânicos, cama de aviário, húmus de minhoca e biofertilizantes naturais. É fundamental que esta prática se repita anualmente.
Regando frequentemente e tomando os cuidados necessários, você terá belas e cheirosas plantas.



Roger França, professor e técnico em paisagismo. Propietário da Tecno Garden Paisagismo sustentável.


• Publicado na Revista Usina da Cultura - número 18 - Outubro de 2014

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

Mea-culpa/ O deficiente sou eu - por Franco Vasconcellos

Sempre bati no peito, orgulhoso, por ser livre de preconceitos, por não ser como as outras pessoas. Hoje, me envergonho...

Auto estima e maquiagem - por Giulia Aimi

Já são algumas edições passando dicas de make para vocês, mas neste tempo nunca mencionei a importância de todas elas...

Visual com Arte: Grafitti - por Mariana Castello

Ilustração Ilustração Pintura/Grafitti - Foto: Paula Plim Pintura/Grafitti - Foto: Divulgação Pintura/Grafitti - Foto: Alex Vieira Pintura sem tela - Foto: Divulgação Mariana Castello - Artista...

O menino que Morava na Nuvem - por Luciana Neves

Livro O Menino que Morava na Nuvem aborda adoção de forma leve. A publicação chega à segunda edição como boa opção para...

Plantas tóxicas: um perigo também dentro de casa? - por Telmo Focht

Já pensou que podemos ter dentro de casa, ou no jardim, plantas até venenosas? Eis algumas: Comigo-ninguém-pode (Dieffenbachia ssp) Herbácea de folhagem...

Férias: tempo de curtir - por Mercedes Sanchez

Viver a rotina de forma organizada, dando um tempo para o descanso, para a alimentação e o cuidado pessoal, para...

Economize energia, poupe o bolso e o meio ambiente! - por Celina Valderez

Energia A energia elétrica e a grande evolução dos aparelhos eletrodomésticos revolucionaram a vida na Terra. Esse conforto, porém, tem ajudado...

Junto ou separado - por Aline Aguiar

ENFIM OU EM FIM? Enfim escreve-se junto por ser um advérbio de tempo e tem o mesmo sentido que “finalmente”. Exemplo: Enfim...

Corrida de Rua! - por Amanda Pessôa

A corrida de rua vem tendo um aumento significativo de praticantes em todo o Brasil, por ser um esporte relativamente...

Do Atari ao Xbox: a evolução dos games

Você já parou para pensar como eram os primeiros jogos e como funcionavam os primeiros aparelhos de videogame? Vamos lembrar...

Patrocinadores da cultura