Arquitetura em terra - por Alejandro Gimer

Arquitetura em terra - por Alejandro Gimer

A construção verde tem como principal característica utilizar recursos sustentáveis, que não agridam nosso sistema. Além disso, é um investimento viável, pois muitos dos materiais utilizados neste tipo de arquitetura provém da própria natureza. A Terra é um dos elementos mais abundantes! 

Dando continuidade ao tema “Construções verdes”, hoje o assunto em pauta será o elemento mais abundante que dispomos, largamente utilizado para erguer as mais variadas habitações: a terra.

Desde os tempos em que os humanos saíram das cavernas, vem surgindo habitações para servir de abrigo às condições climáticas de cada região do planeta. Daí a proliferação de uma infinidade de técnicas e materiais que foram dando forma e estas habitações. Dentro deste quadro, o material mais utilizado foi e continua sendo a terra. Hoje metade das construções verdes é feita dela, pela sua abundância, por não haver a necessidade de comprá-la e pela facilidade na hora de usá-la para construir. 

Mais do que apresentar-lhes técnicas, desejo dividir com vocês as incríveis experiências que tive o privilégio de vivenciar, aqui mesmo em São Francisco de Paula, no Instituto Arca Verde, uma comunidade que está buscando um novo olhar na forma de relacionar-se com o meio ambiente e as pessoas.



Foram dois momentos diferentes, um curso de Design em Permacultura e outro curso de Bioconstrução. Em ambas oportunidades, literalmente colocamos as “mãos na massa”, como também os pés, no processo de preparar o barro para utilizá-lo na construção de casas chamadas de “permaculturais”, ou seja, que estão em harmonia com o seu entorno, com o meio ambiente e as pessoas que  vão habitá-la. Posso garantir-lhes que foi uma das mais gratificantes experiências que tive o prazer de participar.

-- LEIA TAMBÉM: Construções Verdes - por Alejandro Gimer -- 

O processo de mexer com a terra, por si só, já é uma maravilhosa forma de reconectar-nos com Gaia, nosso planeta, nossa fonte de sustentação e vida. Cada camada de barro colocada nas paredes do espaço que chamaremos de lar, dando forma através das mãos, é altamente gratificante, principalmente quando usamos a técnica chamada COB, de origem inglesa e que em tradução livre seria “maçaroca”. Nome bem apropriado por sinal, pois o aspecto da mistura de argila, areia e palha é esse mesmo. Esta técnica permite-nos “esculpir” a casa, melhor seria dizer “modelar”, pois à medida que vamos levantando suas paredes, podemos dar-lhes formas e desenhos do nosso agrado, agregar elementos decorativos como vitrais feitos com garrafas de vidro coloridas, mosaicos feitos com quebras de cerâmicas, madeiras e uma infinidade de outras possibilidades. Basta colocar a criatividade para funcionar. Outro detalhe importante é que, neste tipo de construção, podemos utilizar tocos de madeira, galões velhos (cheios daquilo que chamamos de “lixo seco”), isopor e coisas tão inimagináveis para estar dentro de uma parede como uma velha guitarra, que já teve seu ciclo musical encerrado, acredite, tem uma na casa de um dos moradores da Arca Verde.

Bem, como podem ver, construir verde é perfeitamente possível, há somente que trocarmos o olhar, quebrando velhos paradigmas, sendo os agentes da nossa própria revolução e buscar alternativas fora do sistema, que está aí para “vender-nos” soluções que trouxeram uma forma de viver aonde parecemo-nos mais com robôs do que com seres que são não sua verdadeira essência Amor. Vamos então construir Verde, vamos construir em Amor.

-- LEIA TAMBÉM: Construção Verde • Um novo olhar, uma nova forma de viver - por Alejandro Gimer -- 

 

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

São Francisco de Paula promove Beatle Weekend com atrações nacionais e internacionais

Evento ocorrerá durante três dias à beira do Lago São Bernardo, em novembro A Beatlemania no Brasil receberá um novo impulso...

Torta folhada de carne com legumes - por Filipe Valim Traslatti

Ingredientes: - 400 g carne moída - 01 cebola picada em quadrados grandes - 03 Colheres (S) de massa de...

A Pedra no caminho - por William J. Bennett

  Conta a lenda de um rei muito sábio que não poupava esforços para inculcar bons hábitos nos seus súbditos...

O negro espelho, o primeiro-ministro e a porca - por Franco Vasconcellos

Não sou do tipo de assiste séries episódio por episódio, de cada temporada... tenho amigos que dedicam finais de semana...

Economize energia, poupe o bolso e o meio ambiente! - por Celina Valderez

Energia A energia elétrica e a grande evolução dos aparelhos eletrodomésticos revolucionaram a vida na Terra. Esse conforto, porém, tem ajudado...

Conta conto - Construa com Sabedoria - por Valtair Freitas

Um velho carpinteiro estava pronto para se aposentar. Ele informou ao chefe seu desejo de sair da indústria de construção...

Rincão Poético: Alimentando bichos - por Maria do Carmo Fraga

Debulhei o milho   Semeei bondade Diverti-me à vontade com a correria delas Não demorei concluir Que um papo muito cheio...

Como cuidar de seu jardim no outono? - por Roger França

Com a chegada da nova estação, o outono, os dias voltam a ter a mesma duração que as noites, e...

Olho tudo, boca tudo. Pode? - por Giulia Aimi

Carnaval chegando, muitas cores e muito glitter, eis que surge a dúvida: posso usar olho tudo e boca tudo? Com...

Rincão Poético: O Haver do Amor - por Aldo Moraes

Tem um haver que me devolve o amor em amor. E que transforma tudo no amor maior já existente. Tem...

Patrocinadores da cultura