Bariloche: Diversão e cultura abaixo de zero - por Gilmar Hinchinck

Bariloche: Diversão e cultura abaixo de zero - por Gilmar Hinchinck

Nas minhas idas e vindas pela nossa formidável América do Sul, não poderia deixar de conhecer este lugar magnífico chamado San Carlos de Bariloche, ou simplesmente Bariloche.


Situada na província de Río Negro, na Patagônia Argentina, Bariloche é o lugar perfeito para quem quer conhecer pessoas, curtir excelentes casas noturnas e cassinos, degustar os melhores chocolates, vislumbrar paisagens de tirar o fôlego e, é claro, praticar uma infinidade de esportes radicais, sobretudo o esqui nos cerros nevados.

A cidade com cerca de 130 mil habitantes é provida de crenças e misticismo, o povo crê em duendes que supostamente habitam e protegem os bosques que contornam a cidade. Tal crença se torna notável ao circular pelas lojas e galerias do centro, as quais possuem muitas réplicas dos pequeninos. Outra crença do povo de Bariloche é no suposto monstro que habita o lago Nahuel Huapi que contorna toda a região.

O centro da cidade lembra muito a avenida Borges de Medeiros, em Gramado, é repleta de lojas e fábricas de chocolate, as quais utilizam essências de chocolate em suas portas para atrair os clientes através do aroma irresistível.

Nos Albergues estudantis é possível conhecer e fazer amizades com pessoas de todos os cantos do mundo. Fiz amizades com Colombianos, Australianos, Japoneses, Franceses e Italianos, com os quais mantenho contato até hoje.

Bariloche também possui atrativos para quem gosta de museus, entre eles é impossível deixar de citar o Museu Paleontológico de Bariloche, que se encontra às margens do Lago Nahuel Huapi. O mesmo possui fósseis de diversas espécies de animais que habitaram a região há milhões de anos, entre eles o de um Ictiossauro que teria habitado os mares patagônicos há 22 milhões de anos.

A majestosa beleza das montanhas nevadas e dos bosques, a infraestrutura impecável, a hospitalidade e cordialidade para com o turista e o majestoso Lago Nahuel Huapi, fazem de Bariloche um lugar inesquecível que faz da despedida o único momento ruim da viagem. Com certeza, quem já esteve por lá, assim como eu, carrega consigo um eterno gostinho de quero mais!!!

 

• Publicado na Revista Usina da Cultura - número 15 - Julho de 2014  

Deixe seu comentário

Lugares que podem te interessar

view_module reorder

Cachoeira do Tio França - Cambará do Sul/RS

Localizada a 3 Km da cidade de Cambará do Sul, é onde o arroio Campo Bom despenca para formar uma...

Lajeado das Margaridas - Cambará do Sul/RS

Localização: 12 km do centro de Cambará do Sul O Lajeado das Margaridas está localizado a 12Km do centro de Cambará do...

Cachoeira dos Venâncios - Cambará do Sul/RS


Localização: A 23 Km da cidade, distante 12,5 Km da RS 020. Ver mapa O município de Cambará do Sul, conhecido...

Cânion Fortaleza - Parque Nacional da Serra Geral

Localização: Cambará do Sul, RS - a 23 km do centro da cidade. Ver mapa Considerado um dos lugares mais bonitos...

Passeando em família pelo Itaimbezinho e Fortaleza - por Valéria de Moraes

Localizados nas proximidades do município de Cambará do Sul, na divisa entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina...

Quer saber as novidades na Usina?

Inscreva o seu email na nossa lista e receba por email

Somos contra o spam. Inscrevendo seu email na nossa lista, receberá email emails somente enquanto desejar, a Usina sempre respeitará a sua decisão, deixando sempre disponível no rodapé do email um link para cancelamento a qualquer momento, sem complicações


Parceiros na difusão cultural