Pão Pita - Passo a passo com imagens

Pão Pita - Passo a passo com imagens

O pão pita, ou pão sírio, é um pão achatado de origem árabe, introduzido no Brasil pela colônia sírio-libanesa. É servido normalmente com os mezzes, conjunto de iguarias, ou como base para fazer sanduíches. Ele  é feito com uma massa levedada que se assa na frigideira.

Ingredientes: 

500 g de farinha
1 saquinho de fermento biológico seco (11 g)
1 colher (de café) rasa de sal 
1colher (de café) rasa de açúcar
300 ml de água morna

Modo de preparo:

Numa tigela, misturar a farinha, o sal e o açúcar. Fazer um poço, acrescentar o fermento e a metade da água. Trabalhar a massa com a mão ou no processador de massa, acrescentando a água pouco a pouco. A massa deve ficar lisa e não colar mais nas paredes da tigela (ou do processador). Deixar a massa dobrar de volume na tigela, coberta com um pano, de preferência num ambiente quente. Cortá-la em 8 partes iguais. 

Abrir cada pedaço em um círculo de 15 cm. Coloque o primeiro círculo em um pano, cubra com papel manteiga e continue empilhando os círculos à medida que for abrindo (separando sempre com papel). Recobrir com um pano e deixar descansar por 15 minutos.

Aquecer uma frigideira de fundo grosso em fogo alto, sem untar. Colocar o primeiro círculo de massa. Ele vai inchar. Revirar o pão depois de 2 minutos, ele deve estar dourado. Deixar assar o outro lado até que ele fique igualmente dourado (2 min).

Colocar os pães sobre uma grelha à medida que ficarem assados e recobrir com um pano.

Saborear ainda mornos como acompanhamento de mezzes ou como base para sanduíches. Se você não os comer em seguida, conserve-os num pano e aqueça-os numa torradeira.

Rendimento: 8 pães

Receita: receitas-sem-fronteiras.com 

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

São Francisco de Paula no Miss RS Plus Size

O Miss RS Plus Size apenas afirma: todas as mulheres são belas, independentemente de sua idade, peso, classe social ou...

Alemanha, do mar às montanhas - por Greice Klein & José Francisco

Depois de mais de 3.000 km rodados e 25 dias, nossa impressão sobre a Alemanha não poderia ser melhor. Em...

"São João" no Porto - por Nathan Camilo

O mês de junho, em Portugal, é marcado por uma diversidade de festas que celebram os santos populares no país:...

Hortênsia - por Roger França

A hortênsia, planta rústica e encantadora, que dá nome a nossa região, embeleza os caminho da serra com suas grandes...

Rincão Poético: Vida - por Evanise Bossle

Piquei palavras de papel comum,Palavras soltas de jornal comum.Piquei palavras soltas ao acaso.Fiz como o vento, levandoPétalas, folhas, sementes e...

Giuseppe e Anita Garibaldi - por Prof.a Rose Mari Da Sois Fetter

Giuseppe Garibaldi nasceu em 04 de julho de 1807, na cidade de Nice (França). Dedicou os 75 anos de sua...

Rincão Poético: O Ébrio - por Cristiano Machado Lisboa

Veja o ébrio que em noite fala o seu encanto, Quando ainda canta sua sina sem parar Veja o ébrio...

A Crônica da Vez: Invasora - por Andrea Dórea

Outro dia precisei pedir um certo favor para um vizinho de piso, uma bobagem. Chamei à sua porta, expliquei a situação...

Atividade física sem sair de casa - por Amanda Pessôa

Já pensou fazer exercício sem sair de casa?  Falta de tempo, ou não se adaptar a academia não são desculpas para...

A Crônica da Vez: Sobre a vida e sobre o tempo - por Mateus Barcelos

Disseram sobre o tempo....que é um tempo de transições, de navegações (na internet)..., de redes (sociais), de livros de rostos...

Patrocinadores da cultura