Noite - por Will Nath

Noite - por Will Nath

Lá fora é noite, fria e chuvosa. Ao longo da linha do horizonte, inúmeras luzes iluminam a cidade. No centro da vista, uma grande araucária no terreno vizinho, forma uma silhueta cheia de enlevo na sombra da noite. O silêncio inunda o quarto, e latidos distantes podem ser ouvidos. Vez que outra, algum vizinho, provavelmente já deitado, põe-se a tossir. Na calmaria de uma madrugada de segunda-feira, aprochego alma e sentimento, e as mostro que a calma, a tranquilidade e a paz são virtudes da rotina.

Sequências de dias ensolarados, de calor, paixão, euforia, por mais excitantes também caem no monótono, no sem sentido. Se tornam tediosos, repetitivos e sem perceber, nos afastam do nosso próprio interior. Externamos tanta energia, que pouco sobra para o exercício da reflexão. Não demandamos tempo para as dúvidas. Ficamos a par de nós mesmos, acumulando angústias sem sequer as enxergar.



Noites de frio e de chuva, trazem um silêncio inquietante. Neste cenário, ausente de qualquer rumor externo, só nos sobra ouvir a própria alma. Tão passível se identificar com este entorno. Frio e chuva interior também são necessários, tanto quanto ao ambiente externo. Do contrário, a longo prazo, sem darmos conta, nos tornaríamos terra árida, seca, sem vida.

Alguns cães ainda podem ser ouvidos. Os vizinhos agora seguem em silêncio. A chuva foi leve, rápida, já parou de cair. É tarde e a noite parece se tornar ainda mais serena, mais calma. Aproveito desta paz para embalar meu sono, aquietar minhas angústia e acalmar a alma que tive o prazer de ouvir.

Will Nath
Bem humorado, não dispensa uma boa cerveja e uma roda de amigos. Tem a escrita como forma de meditação. Mochileiro de alma, viaja pelo mundo e pelo pensamento.

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

Guacamole

Ingredientes: 1 abacate maduro 1 tomate sem semente 1 pimenta dedo de moça 1/2 xícara de coentro 1 dente de alho...

Livro - Barba ensopada de sangue - por Daniel Galera

Um professor busca refúgio em Garopaba, após a morte do pai, mergulhando em um isolamento geográfico e psicológico. Ao mesmo...

Para você ser feliz aos domingos - por Karine Klein

Encontre um trabalho que você ame. É sério. Corra atrás de algo que verdadeiramente faz seus olhos brilharem. Se não...

Atividades - Horta divertida

Que tal aproveitar os dias de folga para fazer uma horta móvel e orgânica, utilizando material reciclado? Você vai precisar...

Kpop - Mistura de estilos

Texto: Tânia Quadros Conheça o ritmo que virou febre entre os jovens coreanos e que tem se espalhado pelo mundo, através...

A sexta vogal e o asteris(ti)co - por Franco Vasconcellos

Noutro dia, com a TV ligada, ouvi o comercial de uma operadora de telefonia celular. Nele, um jogador da Seleção...

Apenas relaxe - por Cassio Schaefer

Estou poupando meus cigarros, sem dinheiro e bebidas resta apenas dois. de qualquer forma vai acabar hoje a noite, daqui...

Rincão Poético: Poema Antiquado Sobre Amor Antiquado - por Ana Mitzi

Por onde beijam teus lábios cálidos  Que cauterizaram minha boca rasgada E silenciaram minha alma angustiada? Andam a curar teus amantes esquálidos Enquanto...

Rincão Poético: O Ébrio - por Cristiano Machado Lisboa

Veja o ébrio que em noite fala o seu encanto, Quando ainda canta sua sina sem parar Veja o ébrio...

Obesidade Infantil - por Dr. Luiz Guilherme Darrigo Junior

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, a obesidade infantil é, hoje, um dos problemas de saúde pública mais...

Patrocinadores da cultura