Labirinto verde - Nova Petrópolis/RS

Endereço: Av. 15 de Novembro - Centro de Nova Petrópolis, junto a Praça das Flores. Ver mapa

O Labirinto Verde fica na Praça da República, carinhosamente chamada de Praça das Flores, no centro de Nova Petrópolis, cidade típica alemã da Serra Gaúcha.

Praça das flores./ Foto: Lucas Castilhos

O Labirinto faz a diversão de crianças e adultos, que se perdem entre os ciprestes, que podem chegar a 2 metros de altura, cortados como cerca viva, e plantados em círculos. A cada três meses são podadas as mudas, para a planta crescer forte. O Labirinto tem 26 metros de diâmetro, com aproximadamente 1.700 mil mudas de ciprestes plantadas. É um desafio achar o centro do labirinto! Quando o objetivo é concluído, há uma espécie de pódio no local, para que seja feito o registro do momento. A saída é outro desafio.



Foto: dicasgramado.com.br

Na praça, ainda há um belo jardim e uma lojinha de souvenir com artigos do artesanato local. Acesso fácil, gratuito, com estacionamento e banheiros públicos. A praça é florida, os jardins são coloridos, o lugar é realmente encantador.

Breve história do Labirinto Verde

Antigamente era um pequeno campo de futebol, onde as crianças e adolescentes brincavam, mas no final de 1980, moradores da cidade expuseram algumas ideias para tornar aquele espaço em um ponto turístico. A sugestão de construir o Labirinto Verde foi do Sr. Hans Hesse, um morador alemão da cidade de Nova Petrópolis. O ponto turístico foi inaugurado em 1989.

• Publicado na Revista Usina da Cultura - número 33 - Fevereiro de 2016

Last modified on Quinta, 02 Fevereiro 2017 11:55
(0 votes)

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

Arco-Jesus-Íris - por JackMichel

Na colorida época do Flower Power Satanás decide visitar o arco-íris psicodélico de Jesus Cristo e, lá chegando, o louro...

Um lar e uma família - por Laerte Santos

Tenho sistematicamente abordado o assunto FAMÍLIA em minhas palestras. Na última semana sugeri ao auditório lotado, de que todos ali...

Férias: tempo de curtir - por Mercedes Sanchez

Viver a rotina de forma organizada, dando um tempo para o descanso, para a alimentação e o cuidado pessoal, para...

Quando ficar longe é preciso... Aprendendo a se despedir (e a tolerar!) - por Thainá Rocha

Sim... tempos modernos! Tem se tornado cada vez mais comum que um dos pais tenha uma vida profissional em que...

Apenas o nariz - por Franco Vasconcellos

Edy Britto e Samuel, uma dessas duplas sertanejas que pipocam e que eu nem sabia que existia (não curto o...

La noche en que la cultura toma la calle - por Elena Cárdenas

Juguemos a un juego. ¿Qué tienen en común un galeón, el chocolate, la fotografía y los robots? Que todos forman parte...

A biblioteca e a inclusão das crianças especiais na escola: uma história de dinossauros - por Cléa Penteado

Este é o relato do trabalho desenvolvido na escola, com uma turma de Jardim B(com crianças de 5 a 6...

Onde ou aonde? - por Aline Aguiar

Onde indica permanência, um lugar onde algo ou alguém está. Exemplo: Onde ele trabalha? / Onde deixei minhas chaves? Aonde indica movimento...

Brick da Usina atrai moradores e turistas

No último sábado, 29 de julho, aconteceu o Brick Bazar da Usina da Cultura. Entre 9h e 16h, a Usina...

Sou uma pessoa resiliente? - por Mercedes Sanchez

Muitas vezes admiro nas pessoas o poder de superação das dificuldades que a vida lhes apresenta. Mas eu, como enfrento...

Patrocinadores da cultura