Livraria Miragem - São Francisco de Paula/RS

Veja o mapa

O prédio tem 2.956 metros quadrados, três andares e oito ambientes diferentes, incluindo a seção infantil, o sebo, o espaço adulto, o pátio interno e um salão de eventos, cuja fachada é a réplica do primeiro banco do município de São Francisco de Paula, datado de 1918, e que tem em seu interior um mini museu, com fotos antigas da cidade. Para o casal que projetou a obra, Ricardo Segatti, e Cláudia Tubino Fregapani, foi como materializar o sonho de uma pessoa. O acervo é de mais de 20 mil obras, há também os objetos de decoração, bazar e brinquedos (na seção infantil). A construção por si só já entrega o nome do local. Bem no centro de um município com pouco mais de 20 mil habitantes, existe uma Miragem. Uma Miragem no meio do nada, uma livraria que virou referência em todo o Brasil.

Foto: Gilberto R. Winter

A arquitetura da construção preserva o antigo sem abrir mão do moderno. Para quem enxerga da rua, grandes janelas se abrem das paredes verdes. No alto, sobre as portas da entrada, fica um enorme relógio redondo, orientando a passagem do tempo para os serranos. Lá dentro, todos os objetos parece que se harmonizam, criando uma composição agradável aos olhos. Por entre as estantes ficam também quadros, esculturas, objetos de decoração, CDs, mas o personagem principal é sempre ele – o livro.

Foto: Jorge Adelar Finatto

Logo ao entrar é possível sentir o cheiro, ah... o cheiro dos livros! Aquele odor de histórias traz um mundo pronto para ser decifrado, através do nariz. O aconchego dos espaços, misturado à música ambiente, geralmente erudita ou canto gregoriano, se unem à meia-luz do lugar e tornam o ambiente irresistível.

Em 15 de março de 2008, o novo espaço foi inaugurado. A Miragem é mais que um espaço físico, é um acervo da alma. 



Na seção infantil, um mundo à parte para os pequenos, um dos locais mais admirado da casa, não entra nenhum livro ou brinquedo em que apareçam imagens de animais aprisionados ou maltratados e, seguidamente, fornecedores desse segmento, desavisados, recebem a recusa de seus produtos.

Foto: Erika Horst

Texto: Karine Klein

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

Austrália, meu bem querer! - por Fernanda Mumbach

Imagino o mundo sem poder viajar, aff, não seríamos tão felizes. Gracias Santos Dumont, guerreiro da aviação, que ligou as...

Carnaval da Escola Castelo Branco

No dia 3 de março foi organizado, na EMEF Presidente Castelo Branco, um baile de carnaval. A escola foi decorada...

Educação Ambiental Não Escolar: uma demanda aquém do seu tempo - por Fernando J. Soares

A educação como fenômeno social, em sua origem, sua trajetória histórica e sua concepção mais simples, foi e ainda é...

Patchwork: a arte de costurar

A palavra Patchwork significa "trabalho com retalho". É uma técnica de costura que une tecidos com uma infinidade de formatos...

Formas gráficas variantes - por Aline Aguiar

As formas gráficas variantes são palavras equivalentes que possuem mais de um tipo de grafia, ou seja, são escritas de...

Kpop - Mistura de estilos

Texto: Tânia Quadros Conheça o ritmo que virou febre entre os jovens coreanos e que tem se espalhado pelo mundo, através...

Yoga na gestação - por Carolina Gatelli

A gravidez pode ser um bom momento para se praticar yoga. Pesquisas médicas apontam benefícios tanto para mãe, quanto para...

Rincão Poetico: Vou Continuar - por Iva da Silva

Vou continuar, Lançando minhas sementes ao vento, Que voem para pontos incertos, Que caiam no alto mar, Que cheguem em...

Despertar para as belezas da vida - por Mercedes Sanchez

"A beleza da vida não está nas coisas que possuímos, mas no amor que somos capazes de dar e receber..." Esta...

“Se você não parar com isso vai apanhar...” • Parte IV - por Thainá Rocha

AINDA SOBRE REGRAS Você já se percebeu falando assim para o seu filho: “Você já fez a lição? Escovou os dentes?...

Patrocinadores da cultura