Quando devo adubar as minhas plantas? - por Roger França

Quando devo adubar as minhas plantas? - por Roger França

Estamos na primavera, folhas e flores colorindo a paisagem, um período muito lindo e perfumado! Mas, às vezes, algumas plantas não estão tão bonitas e floridas, o que indica que podem estar desnutridas, ou seja, não têm ou não conseguem absorver os nutrientes que necessitam. Então, a adubação é necessária!
As plantas são seres vivos e também precisam de cuidados especiais. Por falta de tempo ou de experiência, acabamos, muitas vezes, não as “alimentando” devidamente. A adubação é o “alimento” das plantas, onde buscam forças e energia. Quando bem adubadas ficam bonitas e saudáveis, ao contrário, ficam fracas e vulneráveis a doenças.
Estamos no período adequado para a adubação, já que, nesta época, as plantas começam a florescer. Além de indispensável para a estética, o adubo serve, também, na nutrição de árvores frutíferas.
Veja como é rápido e fácil de adubar!
Você deve retirar a grama, mato ou plantas indesejáveis em torno da planta que irá tratar e introduzir o adubo, unindo-o com a terra existente, formando uma mistura homogênea. É recomendável o uso de compostos orgânicos, cama de aviário, húmus de minhoca e biofertilizantes naturais. É fundamental que esta prática se repita anualmente.
Regando frequentemente e tomando os cuidados necessários, você terá belas e cheirosas plantas.



Roger França, professor e técnico em paisagismo. Propietário da Tecno Garden Paisagismo sustentável.


• Publicado na Revista Usina da Cultura - número 18 - Outubro de 2014

O que achou, foi útil para você? Então conta pra nós!

Artigos que podem te interessar

view_module reorder

A cidade dos resmungos

Era uma vez um lugar chamado Cidade dos Resmungos, onde todos resmungavam. No verão, resmungavam que estava muito quente. No...

Giuseppe e Anita Garibaldi - por Prof.a Rose Mari Da Sois Fetter

Giuseppe Garibaldi nasceu em 04 de julho de 1807, na cidade de Nice (França). Dedicou os 75 anos de sua...

A prática da meditação - por Mercedes Sanchez

Na edição anterior vimos como o exercício da Meditação pode nos ajudar a ir desenvolvendo uma relação mais profunda com...

Rincão Poético: Abandono - por Daiana Michaelsen Mergener

Sob o prisma desta luz o que era loucura agora é necessidade; Sob o prima desta luz o que era rotina...

Função urinária x Inverno - por Luisa Braga Jorge

Com a chegada do inverno, principalmente onde o frio é rigoroso, ocorrem algumas mudanças em nosso organismo, em especial a...

Atividades - Bichos no ovo

Esta é uma atividade muito gostosa de fazer na Páscoa. O que acham? É só encapar um ovo de plástico...

Ser águia - Fabrício Safadi

Em nosso nascedouro - este momento irrecuperável e inatingível em sua totalidade -, já devíamos saber que, apesar dos pesares...

Uma data chamada Natal - por Patrícia Viale

Natal é mais que uma data ou uma troca de presentes. Natal é um espírito, um estado de ser. Na...

A noite em que a cultura sai às ruas - por Elena Cárdenas

Façamos uma brincadeira: O que tem em comum o galeão, o chocolate, a fotografia e os robots? Pois é, todos...

Composteira caseira - por Roger França

Se você usa composteira ou quer ter uma em sua casa, é importante dar atenção a alguns cuidados básicos. Ela é  uma...

Patrocinadores da cultura