Displaying items by tag: São Francisco de Paula - Revista Usina

Se diz cria de São Chico, mas nunca fez uma excursão com a Transneves stars

Transneves Transportes Rodoviários, 21 anos de história e tradição transportando pessoas e sonhos

 

Serra Gaúcha + TRANSNEVES!!!! Tudo de Bom!!!!!

Publicado por Transneves Transportes Rodoviários em Segunda, 20 de fevereiro de 2017

 

Quando pensamos em transporte de pessoas em São Chico, a Transneves Transportes Rodoviários é a primeira opção que nos vêm à cabeça, não é mesmo? Seja para uma viagem mais longa, transporte escolar e universitário ou mesmo para circular dentro da vasta área do município e seus muitos distritos, a empresa sempre atende com o carinho especial que o cliente merece.
Com 21 anos de história, a empresa familiar começou pelas mãos do pai Evorico Neves dos Santos, 67, que passou aos filhos Diego e Douglas Neves o gosto pela estrada e o controle da empresa. Evorico, que saiu da Vila Seca, interior de Caxias do Sul para tentar uma vida melhor, iniciou o que ao longo dos anos se tornaria uma empresa de sucesso, empregando em torno de 80 funcionários.


Evorico Neves no centro com os filhos Diego à esquerda e Douglas à direita. Crédito: Acervo Transneves.

“Cheguei em São Francisco com 24 anos, trabalhava cortando mato na Agrosinos. Carregávamos e descarregávamos caminhões ‘no braço’ não havia os maquinários que existem hoje. Mais tarde, em sociedade com um amigo, tive uma serraria, mas ela não durou muito tempo, então fui trabalhar como motorista particular do médio e ex-prefeito Sérgio Maggi, também fui taxista e caminhoneiro”, conta o patriarca da família.

O começo da empresa
Um Mercedes ano 1970 foi o ônibus número um da Transneves. Durante quatro anos, de segunda a sexta-feira transportava os trabalhadores da extinta fábrica de calçados Ortopé, e nos finais de semana levava excursões para bailes e festas na região. “Com o passar do tempo o Dr. Sérgio assumiu a Prefeitura e me chamou para fazer o transporte escolar. Eu disse que só tinha um ônibus e ele me respondeu: ‘vai dando um jeito aí’”, conta Evorico. “Sabe como é no interior, estradas ruins, ninguém queria o serviço. Aluguei umas Kombis e mais o ônibus e fui fazendo”, relembra.


O primeiro ônibus da Transneves, um Mercedes ano 70. Crédito: Acervo Transneves.


O início de uma frota que hoje chega a 50 carros. Crédito: Acervo Transneves.

O Legado deixado para os filhos
Com a mesma dedicação que o pai ergueu a empresa, os filhos Diego e Douglas Neves seguem tocando a Transneves e mantendo-a reconhecida em todo o Estado. Diego, que hoje administra o local, afirma que o trabalho duro e o esforço contínuo são para o cliente sempre receber o melhor atendimento. “Não importa qual seja a frente de serviço, nós sempre atendemos bem nosso cliente, porque nossa missão é sempre fazê-lo sair satisfeito”, reforça Diego.


Ao longos dos anos a empresa consolidou-se como uma das mais importantes da região no segmento de transporte de pessoas. Crédito: Acervo Transneves

Transportando sonhos
Com uma frota de cerca de 50 carros, entre ônibus, micro-ônibus, vans e Kombis, a Transneves atua no segmento de turismo, fretamento e transporte escolar e universitário para fora da cidade. Aproximadamente 4 mil universitários utilizam de segunda à sexta-feira transportes da empresa para se deslocarem de São Chico até a Unisinos (São Leopoldo), Feevale (Novo Hamburgo), Faccat (Taquara), UCS Hortênsias (Canela) e Ulbra (Torres, partindo de Cambará do Sul). E nos finais de semana e feriados, a Transneves terceiriza seus serviços para empresas de turismo gaúchas, brasileiras e da América do Sul.
“Transportamos, sem dúvida, mais de 20 mil pessoas todos os meses em nossos segmentos de transporte”, afirma Diego Neves.
Além disso, a empresa também possui uma frota de caminhões, todos baús frigoríficos, nos quais trabalha exclusivamente para o transporte da produção avícola de uma empresa gaúcha.

 
De São Chico para o mundo: recente viagem ao Chile, em 15 de outubro de 2017. Crédito: Acervo Transneves.

Viagens internacionais
Muitos não sabem, mas a Transneves faz viagens para fora do país também. Uruguai, Argentina e Chile foram destinos já percorridos pelos veículos da empresa. Recentemente, em outubro de 2017, a empresa levou um grupo de uma associação de Canela para o Chile.

Serviço
Transneves Transportes Rodoviários
Rua General Osório, nº 66, Centro, São Francisco de Paula-RS
(54) 3244-2166 / (54) 99997-6418 / www.transneves.com

 

* Esta é uma publicação patrocinada.

 

Texto: Karine Klein
Fotos e vídeo: Acervo Transneves

Este fim de semana tem Festival do Ronco do Bugio na Serra!

VER PROGRAMAÇÃO

O Bugio é o único ritmo genuíno do RS, diferente de outro tantos que receberam influência de países vizinhos, como Argentina e Uruguay. Surgiu no início do século passado, inspirado no ronco do macaco bugio, e há uma grande discussão sobre suas origens. "Alguns historiadores dizem que foi em São Francisco de Assis, através do gaiteiro Neneca Gomes. Outros, como Os Bertussi, defendem que a origem do balanço sincopado apareceu pela primeira vez lá pelas bodegas do Juá, em São Francisco de Paula, através do gaiteiro Virgílio Leitão.”(Blog do Léo Ribeiro, "A ORIGEM DO RITMO “BUGIO”). Os irmãos Bertussi foram os primeiros a gravar um Bugio, com o título "Casamento da Doralice", no LP Coração Gaúcho.

Desde 1986, celebra-se anualmente o Festival Ronco do Bugio em São Francisco de Paula, onde participam intérpretes da música tradicionalista gaúcha, que preparam novas composições para participar. Há também a edição mirim, que incentiva as novas gerações a fazer um resgate cultural deste ritmo tão importante para a história e a cultura locais. A 10a edição do festival foi uma coletânea dos grandes sucessos das edições, e reuniu grandes sucessos como “Levanta Bugio”(Leonardo), Briga de Bugia (Rui Biriva), "O gato comeu" (Os monarcas), Bugio do meu rincão e “Brasil de bombacha”. Nesta 26 edição, será homenageado o Grupo "Os Mirins”, autores de sucessos como “Baile de candeeiro” e “Vaneirinha da saudade”, formado por Francisco Castilhos, já falecido, e Albino Manique, que estará presente no evento.

Francisco Castilhos e Albino Manique. Tudo indica que a foto tenha sido tirada em 1957, em uma de suas primeiras apresentações, no programa de auditório Rodeio Coringa.

Um pouco mais sobre Albino Manique

Não há um gaiteiro gaúcho que não reverencie e se inspire na música de Albino Manique. À frente de Os Mirins, um dos mais tradicionais grupos do Rio Grande do Sul, com mais de 50 anos de existência, e admirado por sua técnica excepcional e apuradíssima, Albino destaca-se também por ter tocando em inúmeros bailes tradicionalistas, além de ser um recordista de horas de estúdio. Com todo esse prestígio, ao invés de tocar no Brasil inteiro e em outros países, onde certamente seria bem recebido, Albino prefere ficar em seu estado, tocando nos bailes, sua grande paixão. Vale a pena assistir "O Milagre de Santa Luzia", série que mostra o trabalho dos maiores gaiteiros do Brasil de norte a sul, onde ele conta mais sobre sua trajetória.

O 26º Ronco do Bugio se celebrará no CTG Rodeio Serrano nos dias 1 e 2 de setembro, às 19:30h, com entrada Franca. Não Dá pra perder!! Veja a programação:

Programação: 

Sexta-feira, dia 01 de setembro: - Abertura Oficial - Apresentação dos 10 bugios da Fase Local - Proclamação dos 2 bugios vencedores - Homenagem a Francisco Castilhos e Albino Manique (Dupla Mirim) - Baile com Os Mirins

Sábado, dia 02 de setembro: - Apresentação dos 12 bugios (10 da Fase Geral e 2 da Fase Local) - Show com César Oliveira e Rogério Melo - Proclamação dos vencedores e entrega dos prêmios. - Baile com Volnei Gomes e Grupo Cantando o Rio Grande

A premiação do 26º Ronco do Bugio será a seguinte:
1º lugar – Troféu + R$ 5.000,00
2º Lugar – Troféu + R$ 2.500,00
3º Lugar – Troféu + R$ 1.000,00
Melhor Instrumentista – Troféu + R$ 500,00
Melhor Intérprete – Troféu + R$ 500,00
Música Mais Popular – Troféu + R$ 500,00

Regulamento:
http://www.saofranciscodepaula.rs.gov.br/publicacoes/ronco%20do%20bugio%20regulamento%202017.pdf

Fontes:
O Milagre de Santa Luzia - https://www.youtube.com/watch?v=R703wwEx8A4
Blog do Léo Ribeiro - http://blogdoleoribeiro.blogspot.com.br/2010/05/origem-do-ritmo-bugio.html

Este espaço é patrocinado por Prefeitura Municipal de São Francisco de Paula

Pousada e Reserva Ecológica Terra do Sempre

A Terra do Sempre é uma reserva ecológica localizada a cerca de 8km do Lago São Bernardo, em São Francisco de Paula.

É um local fantástico para se descLocalizada numa área de 15 hectares de Mata Atlântica inexplorada e integrante do Parque Natural Municipal da Ronda – Unidade de Conservação de Mata Atlântica –, a Terra do Sempre está a uma altitude de 600m acima do nível do mar, sendo um ponto de alta concentração de energia e de adrenalina. Distante da poluição e do caos urbano, vivencia-se o contato íntimo com a natureza.

O parque é povoado por animais como jaguatiricas, veados mateiros, esquilos, quatis, graxains, bugios, entre outros. Há registros da presença de onça-parda, além de aves como tucano e beija-flor. Abençoado pela natureza, o lugar destaca-se pela beleza de suas cachoeiras entre rochas e vegetação nativa, ecologia e lazer com aventuras vivenciadas em sua plenitude. Também é possível se hospedar no local, que conta com uma pousada de cabanas muito aconchegantes no meio de toda esta beleza.ansar, fazer trilhas, mergulhar em uma das inúmeras cachoeiras e apreciar a paisagem. As trilhas são todas sinalizadas, há cachoeiras de fácil acesso para crianças e idosos e as paisagens são estonteantes. Vale a pena conferir!

Limão, macela e humor - por Lukas Lima

Comédia, diversão, espontaneidade, comunicação visual. Tudo isso são recursos do humor.

“Buscamos uma vida perfeita, organizada, foco, perseverança... no outro lado da moeda, o lado B da vida, há o “humor moeda de troca”: tu me da uma hora e meia de mau humor em uma segunda feira, de troco você leva um post de comédia. Em 10 segundos você visualiza, passa um filme na cabeça, transformando a visão alguns segundos de risadas bobas inocentes, lembranças da infância lembranças do bairro onde nascemos, dos amigos que fizemos, dos vizinhos que tivemos ou ainda amigos que temos. Tudo o que aprendemos da essência que trouxemos dos velhos tempos... isso não tem preço. Esses segundos que você vive são um momento único, nos mostra que podemos ser criativos em nosso cotidiano.”

Em nossa cidade há um grupo trazendo à tona em nossas lembranças histórias corriqueiras de cada bairro. Um grupo ainda oculto, com uma página de humor do cotidiano moderno no facebook. Trazem consigo uma figura emblemática de São Chico, o Rafa, um morador serrano nada convencional, uma pessoa carismática com brilho próprio, que não conhece a maldade, e que sem dúvida faz parte do patrimônio do povo serrano. Esse grupo está formado por vários jovens que buscam formar seu público, tentando buscar seu lugar no meio digital de forma pragmática e carismática.

Afirmam que não tem interesse em menosprezar a imagem do Rafa, nem nada relacionado com a cidade, e sim encontrar um foco de trabalho, aliando a criatividade e a espontaneidade, tão bem aceitas no meio virtual.

Os participantes do grupo, todos moradores de São Chico, alegam que têm interesse em manter um trabalho de interação social e continuar essa linha de comunicação, e para isso buscam recursos para melhorar, poder continuar e ampliar o trabalho.

Caso haja interesse em apoiar o projeto através de patrocínio, é só entrar em contato por mensagem na página Rafa Malandro no facebook.

Livro - Heranças de Família

Annabeth, que tinha uma rotina tranquila como organizadora de eventos em Nova York, vê a sua vida mudar completamente quando descobre que a sua avó, até então desconhecida por ela, acabara de falecer, deixando uma grande herança para “Annie”, na pequena cidade de Filleswood, Colorado, no meio-oeste dos EUA. Ao chegar lá, ela terá que se adaptar com a nova realidade de cidade pequena, e vai descobrir que os mistérios estão apenas começando, pois a sua avó foi assassinada, então ela se vê no centro de uma investigação, cujos principais suspeitos são os quatro funcionários de confiança da falecida, e que o assassino não irá descansar até que consiga o seu objetivo, mesmo que isso signifique fazer mais vítimas.

Heranças de Família traz uma história surpreendente, envolta de muito mistério.

Sobre o autor
Vinícus Zini é natural de São Francisco de Paula, serra gaúcha. Nascido em 1997, estudou e concluiu os estudos no Colégio Estadual José de Alencar (CEJA). Em 2015 lançou o seu primeiro livro “Heranças de Família”.

 

Igreja Matriz - São Francisco de Paula/RS stars

Foto principal: Silvio Kronbauer  

Localização: Rua Frederico Tedesco, no 93, Centro de São Francisco de Paula. Ver mapa


Foto: Cecilia Sanchez 

São Francisco de Paula foi fundada pelo militar português, Pedro da Silva Chaves, que doou uma área de terra para o povoamento, juntamente com algumas vacas, local em que construíra uma igreja, batizada de São Francisco de Paula e onde seu filho viria a rezar a primeira missa. A cidade emancipou-se definitivamente em 7 de janeiro de 1903. Inicialmente havia, uma igreja de madeira. Em 1923 houve inicio da obra da igreja de pedra, que foi inaugurada em 1929 e demolida em 1961. E, em 14 de junho de 1964 a nova e atual Igreja Matriz foi inaugurada.


Vista aérea com igreja atual no ano da inauguração - 1964/ Foto: Arquivo

Inaugurada em 14 de junho de 1964, a igreja retrata no seu interior, a devoção do povo serrano, com um interessante conjunto de vitrais. Suas portas foram esculpidas à mão por Tarcisio Nodari, entre 1967 e 1968. Sua torre pode ser vista de praticamente toda a cidade e se destaca em meio ao céu vermelho dos entardeceres serranos. Hoje, a paróquia São Francisco de Paula pertence à diocese de Caxias do Sul – RS.


Foto: Silvio Kronbauer

Contato: (54) 32441335;

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Fontes:José Carlos Santos da Fonseca, pág 61. Vol 2 -São fco Paula - História, Encantos e Mistérios
Secretaria de Turismo de São Francisco de Paula

• Publicado na Revista Usina da Cultura - número 26 - Julho de 2015

Rincão Poético: Minha terra - por Luciane Scalcon

O chão onde piso reflete a imensidão desta cidade querida. Com sua cultura entra em ação, com sua tranquilidade nos desperta a paz.

Desta minha terra querida não abro mão. Tenho a paz que todo ser humano precisa pra ser feliz. Confesso não é perfeita, mas me traz a calmaria, o bem estar.

Esta minha amada querência, com suas belezas naturais, despertam ao visitante o dom de experimentar e voltar a nos visitar.

Não é de tantos luxos nem ao menos famosa, como a capital, mas leva consigo o carinho do habitante daqui. O nosso povo hospitaleiro traz consigo as tradições, um bom chimarrão, uma prenda e um peão, sem falar no nosso querido churrasco.

Minha terra querida, onde os passarinhos cantam felizes, onde o ar é mais puro, minha São Francisco de Paula.

• Publicado na Revista Usina da Cultura - número 15 - Julho de 2014

Rincão Poético: Jeito Orestes Leite de ser - por José Luis do Nascimento

 

No ano de 1964,
lá no Bairro do Rincão
nascia uma instituição
que se dedicaria ao ensino,
acolhendo meninas e meninos
daquela localidade.
Orgulho de nossa cidade,
Orestes Leite é seu nome,
uma instituição de renome
a serviço da comunidade.
São 50 anos de história,
que hoje comemoramos
E, juntos, nós demonstramos
nosso orgulho e nossas glórias.
Se juntam a nós neste momento
alunos e professoras,
também ex-diretoras,
para prestigiar este evento.
Sabemos que o alimento
para o cérebro, para a mente,
é mesmo a bela semente
dos nossos ensinamentos.
Pois, para o nosso deleite,
como educador e guerreiro,
o jeito de ser brasileiro
é sendo Orestes Leite.

 

ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL ORESTES LEITE
SÃO FRANCISCO DE PAULA

A Escola Estadual de Ensino Fundamental ORESTES LEITE  foi criada pelo Decreto nº 16.398, de 31/12/63, com a então denominação de GRUPO ESCOLAR DE BAIRRO RINCÃO. Iniciou suas atividades em 02/03/64, com o corpo docente constituído de 4 professoras: FRANCISCA LAURA PIRES GUIMARÃES, MARIA JANE DA SILVA PEDROSO, TEREZINHA MAUSSMANN TEIXEIRA AMORETTI e MARIA SUELY DA SILVA STEIN. A matrícula inicial era de 162 alunos. Também contava com duas funcionárias para afazeres domésticos.

A Escola funcionava num prédio de madeira, de propriedade do Sr. João Batista dos Reis Filho. As dependências constavam de 4 salas, sendo uma delas no sótão. Na varanda, funcionavam a Secretaria, Sala da Direção, cozinha e refeitório. Não havia instalação hidráulica: a água era trazida em baldes, de uma vertente.

Em 13/02/65, a Escola passou a denominar-se GRUPO ESCOLAR ORESTES LEITE.

Em 25/04/70, foram realizadas as solenidades de inauguração do novo prédio escolar, que possuía 4 salas de aula,  Secretaria, Cozinha e instalações sanitárias. O ato solene teve a presença do Excelentíssimo Senhor Governador do Estado, Coronel Walter Perachi Barcellos, do Prefeito Municipal, Senhor Orival Ventura Maciel, Senhora Brunhilde Leite, esposa do Patrono, além de professores e membros da comunidade escolar.

O novo prédio recebeu a bênção dos eclesiásticos Padre Hilário Joel Piazza e reverendo Nilton Vergara. A Diretora da Escola era a Professora Francisca Laura Pires Guimarães. Nessa ocasião, a Escola contava com 13 professoras, 227 alunos e duas funcionárias.

Em 16 de outubro de 1979, a Escola foi reorganizada, passando a denominar-se ESCOLA ESTADUAL DE 1º GRAU INCOMPLETO ORESTES LEITE.

Em 26/01/1993, foi autorizado o funcionamento da 6ª série, pois até então, a Escola oferecia ensino somente até a 5ª série do 1º grau.

A classe de Pré-Escola, que já funcionava desde 1972, teve sua autorização de funcionamento em 08/06/1993.

Já em 19/12/1995, foi autorizado o funcionamento da 7ª e 8ª séries. Assim sendo, no dia 08/01/98, a Escola realizou as solenidades de colação de grau da 1ª turma de concluintes da 8ª série.

Em 11/01/96, a Escola passou a denominar-se ESCOLA ESTADUAL DE 1º GRAU ORESTES LEITE.

Atualmente, a Escola conta com 17 professoras, duas estagiárias e 5 funcionários. A matrícula atual é de 240 alunos, distribuídos da Educação Infantil até a 8ª série.

Como entidades representativas da comunidade escolar e por ela eleitos, a escola possui, em plena atividade, o Conselho Escolar (cuja Presidenta é a professora Carla Rejane Pinto Marques) e o CPM (Círculo de Pais e Mestres – cuja Presidenta é a Agente Educacional Andréia Bernardo dos Santos).

A Diretora da Escola é a professora THAIS FRANCISCA VELHO HUGENTOBLER, tendo como Vices as professoras EVA MARGARETE RIBEIRO DOS SANTOS (manhã) e RITA MÔNICA DEMENEGHI MARTINI (tarde). Também atua na parte administrativa a professora CARLA REJANE PINTO MARQUES (Supervisora Escolar – tarde). A escola tem como lema EDUCAR PARA CONSTRUIR E TRANSFORMAR.

• Poesia publicada na Revista Usina da Cultura - número 18 - Outubro de 2014

Barragem do Blang - São Francisco de Paula/RS stars

A 16 km do centro de São Francisco de Paula, a Barragem do Blang, maior represa do Sistema Energético Salto (CEEE), foi inaugurada no ano de 1958. Ver mapa

Sua Bacia tem de acumulação: 50.000.000 m3 – comprimento 507 m - altura 17 m – área do reservatório 7,86 km2 - volume do reservatório 50 hm3.

As Barragens do Blang, juntamente com a do Salto e Divisa, acumulam água para a geração de energia nas Usinas de Bugres e Canastra, de 51.000 Kw/h.

Barragem do Blang

O Blang, popularmente conhecido por suas extensas áreas para lazer, pesca amadora e prática de esportes náuticos, encontra-se no Rio Santa Cruz, o principal rio que forma Bacia Hidrográfica do Caí.

A via de acesso ao local proporciona ao visitante um exuberante cenário formado por muito verde, banhados, rios e pinhais. Aproveite o passeio neste paraíso, para contemplar os Campos de Cima da Serra em um caminho repleto de belas paisagens, cortado por coxilhas a campo a fora.
Informações extraídas de: www.caminhosdecimadaserra.com.br

• Publicado na Revista Usina da Cultura - número 18 - Outubro de 2014

Região das Hortênsias - Beleza e encanto na Serra Gaúcha stars

Foto: Divulgação Prefeitura Municipal de Gramado

A Região das Hortênsias, rodeada de hortênsias e araucárias centenárias, é formada pelas cidades mais procuradas da Serra Gaúcha: Gramado, Canela, Nova Petrópolis e São Francisco de Paula, que oferecem aos turistas sofisticados hotéis, restaurantes e pousadas aconchegantes, com a lareira sempre acesa.

GRAMADO

Situada no coração da Serra Gaúcha, Gramado lembra as cidades europeias na arquitetura e no inverno frio, além de ser sede do mais célebre festival de cinema do continente latino-americano. Nas suas origens, Gramado foi local de repouso de tropeiros. Ao atravessar o pórtico de entrada da cidade, tem-se a impressão de ingressar numa vila bávara com construções em enxaimel, flores, doces e malhas coloridas. Importante centro turístico, de influências alemãs e também italianas.
O café colonial já é tradição na região e oferece vários tipos de bolos, tortas, strudel, pão de aipim, pão de milho, “cucas”, queijos, pastéis de massa folhada e geleias de diversas frutas. Os chocolates caseiros e o cheiro do queijo derretido dos fondues à beira das lareiras, os pratos italianos, alemães, acompanhados de vinho e champanhe, reafirmam que a região é o paraíso.

CANELA

Está situada na encosta inferior do nordeste, com potencial ecológico que lhe valeu o título de Capital Brasileira do Ecoturismo. Cercada de morros e bosques, tornou-se conhecida em poucos anos como privilegiada estação climática e tradicional ponto de veraneio. Nos diversos parques existem trilhas para realizar maravilhosos passeios ecológicos.

NOVA PETRÓPOLIS

É típica cidade de imigrantes alemães, que preservam, até hoje, traços da cultura germânica. Possui uma paisagem privilegiada.... há sempre flores nas casas e nas praças. Há também a hospitalidade das pessoas que ainda conservam um forte sotaque alemão. Numa belíssima homenagem aos antepassados, Nova Petrópolis criou o Parque Aldeia do Imigrante, uma Área de dez hectares com matas naturais e lagos. A cidade é muito pro- curada por adeptos do eco turismo.

 

SÃO FRANCISCO DE PAULA

Carinhosamente chamada de São Chico, a cidade de São Francisco de Paula, tem como prática habitual oferecer ao visitante hospedagem em hotéis-fazenda, disponibilizando animais para passeios em suas vastas planícies. É a cidade mais tradicionalista desta região e também a mais fria. Ali se encontram belezas naturais como a Cascata da Ronda, conjunto de quedas d’água, em uma extensão de 4,5 quilômetros, e altura de aproximadamente 100 metros.
Outro ponto de visitação é o Lago São Bernardo, cartão postal de São Francisco de Paula, localizado na sede do Município, próximo ao centro, com uma extensão de aproximadamente 1.800 metros. Suas margens são ajardinadas e cercadas de árvores e pinheiros. É usado para prática de esportes, caminhadas e encontro de visitantes e amigos.
Por estes empolgantes visuais nativistas, em meio ao frio e ao trote de cavalos, São Francisco de Paula possui o charme cultural de uma cidade típica gaúcha, que esbanja tradicionalismo regional e uma deslumbrante paisagem serrana.

 

• Publicado na Revista Usina da Cultura - número 15 - Julho de 2014

 

Deixe seu comentário

Lugares que podem te interessar

view_module reorder

Lajeado das Margaridas - Cambará do Sul/RS

Localização: 12 km do centro de Cambará do Sul O Lajeado das Margaridas está localizado a 12Km do centro de Cambará do...

Cânion Fortaleza - Parque Nacional da Serra Geral

Localização: Cambará do Sul, RS - a 23 km do centro da cidade. Ver mapa Considerado um dos lugares mais bonitos...

Cachoeira dos Venâncios - Cambará do Sul/RS


Localização: A 23 Km da cidade, distante 12,5 Km da RS 020. Ver mapa O município de Cambará do Sul, conhecido...

Cachoeira do Tio França - Cambará do Sul/RS

Localizada a 3 Km da cidade de Cambará do Sul, é onde o arroio Campo Bom despenca para formar uma...

Cachoeira do Nassucar - Cambará do Sul/RS

Localização: Vale do Rio Santana, a 24 km do centro de Cambará do Sul. No Vale do Rio Santana, ao norte...

Quer saber as novidades na Usina?

Inscreva o seu email na nossa lista e receba por email

Somos contra o spam. Inscrevendo seu email na nossa lista, receberá email emails somente enquanto desejar, a Usina sempre respeitará a sua decisão, deixando sempre disponível no rodapé do email um link para cancelamento a qualquer momento, sem complicações


Parceiros na difusão cultural